4 maneiras de dormir melhor durante a gravidez

Algumas vezes, a única coisa que se almeja é uma boa noite de sono, especialmente na gravidez onde todos os desconfortos possíveis teimam em nos incomodar.

Stael Ferreira Pedrosa

São tantos os incômodos da gravidez que podemos chegar a pensar que é impossível relaxar nos últimos meses. Dói o quadril, o estômago queima, o nariz entope, o nervo ciático impede de deitar de costas. E se você consegue deitar com a barriga para cima, respirar já fica difícil, entre outros problemas, por isso evite essa posição. Quando você finalmente acha uma posição menos desconfortável e dorme, acorda com vontade de fazer xixi e perde o sono.

Apesar de tudo, ainda resta esperança – ainda é possível dormir. O site psychology Today traz muitas dicas mais. Tente as soluções abaixo e com certeza sua vida de gestante no terceiro trimestre melhorará.

1. Azia ou refluxo ao deitar

Primeiramente evite comer antes de deitar e principalmente tomar leite. É o maior causador de refluxo noturno. Faça refeições pequenas durante o dia, porque o seu bebê está crescendo e ele começa a empurrar seu estômago e prejudicar sua digestão. Para evitar a queimação, faça de seis a oito pequenas refeições por dia – de preferência com baixo teor de gordura.

Evite deitar sobre seu lado direito, isso beneficiará não apenas o seu estômago, evitando azia e refluxos como também favorece a irrigação sanguínea do útero.

2. Dor ciática

O quadril é a parte do corpo que mais sofre durante a gravidez e com o aumento do peso e do tamanho da barriga, podem até exercer pressão sobre o nervo ciático. Deitar-se de lado e colocar um travesseiro entre os joelhos pode aliviar ou mesmo prevenir a dor.

Advertisement

Se você não sabe se tem ou não, é uma dor forte que surge principalmente nas nádegas e pernas (parte posterior dos joelhos) e se assemelha a um choque. Surge quando você deita de lado ou de barriga para cima. Verifique se você pode levantar uma das pernas sem dor ao deitar-se nessa posição. Caso não seja possível, é muito provável que seja o nervo ciático comprimido o causador da dor.

Lembre-se que o sedentarismo é prejudicial também na gravidez, por isso um programa de exercícios regulares e recomendados por seu médico pode ajudar muito para evitar e aliviar a dor ciática.

3. Xixi noturno

O nosso sono segue um ritmo chamado circadiano. Quando algo interfere nesse ritmo o resultado pode ser o desenvolvimento de distúrbios do sono e as luzes têm influência nesse processo, diminuindo os níveis de melatonina, substância responsável pela sensação de sono. Por isso, evite luzes no ambiente, principalmente as de leds azuis provenientes de aparelhos eletrônicos, pois podem perturbar o ciclo circadiano.

Mas, o que isso tem a ver com o xixi noturno?

O ritmo circadiano funciona em um ciclo de pouco mais de 24 horas. É a luz detectada pelos fotorreceptores que o mantém ajustado, dizendo se é dia ou noite e quando dia, levando cada órgão ou função do corpo a cumprir suas tarefas na hora certa. Se tem luzes no seu quarto, seu corpo “pensará” que é hora de cumprir suas funções, então sua bexiga irá exigir a ida ao banheiro, já que as grávidas parecem estar sempre com a bexiga cheia. Dormir no escuro total tende a aliviar as idas noturnas ao banheiro.

Advertisement

Outra dica que ajuda é evitar tomar líquidos após às 6 da tarde. Tome toda a água que desejar (e é bom se hidratar mesmo) até esse horário, depois disso não mais.

4. Insônia ou ansiedade

Prepare-se para dormir. Cerca de meia hora antes da hora de ir para a cama, tome um banho morno a quente, relaxante, ouvindo música suave, desligue todos os eletrônicos (televisão, smartphone, tablet), abaixe as luzes e leia algo leve e de preferência cansativo. Histórias apimentadas, cheias de conflitos ou de terror não vão ajudar nada.

Se o seu problema não é a falta de sono, mas o cérebro que não para, não desliga, se você está com medo do parto ou ansiosa, então tem que conversar com seu médico. Talvez seja o caso de um acompanhamento psicológico ou um calmante (que somente o médico poderá receitar). Chás de ervas ajudam a relaxar e calmar, mas nem todo chá calmante é indicado na gravidez, portanto, não tome sem falar com o médico primeiro.

Mas, se apesar de fazer tudo o que é sugerido e ainda não conseguir dormir direito, exerça a paciência, respire fundo e lembre-se que logo tudo vai passar.

Toma un momento para compartir ...

Stael Ferreira Pedrosa

Stael Ferreira Pedrosa é escritora free-lancer, tradutora, desenhista e artesã, ama literatura clássica brasileira e filmes de ficção científica. É mãe de dois filhos que ela considera serem a sua vida.