4 formas de transformar seu filho em um mentiroso

O histórico familiar representa uma das situações que incentivam crianças e adolescentes a mentir, por isso é muito importante que os pais estejam atentos a suas próprias ações.


Suely Buriasco

A mentira pode se tornar um marco negativo de personalidade e até mesmo uma doença, merecendo maior cuidado dos pais em relação aos filhos que demonstrem, de alguma forma, essa prática. Dentre as várias situações que podem incentivar a criança à mentira está o histórico familiar, por isso toda atenção dos pais é importante.

Em sã consciência nenhum pai ou mãe tem o desejo de fazer de seu filho um mentiroso, mas, muitas vezes, mesmo sem o saber, colabora com isso. A lista abaixo pode ajudar a identificar quais atitudes dos pais podem estar contribuindo para esse quadro:

1- Falta de atenção

Filhos que se sentem relegados e excluídos consideram que são insignificantes na vida dos pais. Dessa forma, procuram impressioná-los criando situações para chamar a atenção, mesmo que de forma negativa. Importante observar que os pais não agem assim de forma consciente, mas envolvidos em seus afazeres não percebem a falta que estão fazendo. Por isso é importante avaliar o quanto seu filho está satisfeito com a atenção que você tem dado a ele.

2- Punição rigorosa

Isso mesmo. Ser rigoroso diante da mentira de seu filho pode fazer com que ele minta mais. Converse muito e procure entender o que se passa na mente dele, tente decifrar o que o está levando a fugir da realidade. Jamais desmascare seu filho em público, não o castigue com a humilhação, isso só piorará as coisas. Até para tomar uma atitude mais drástica é primordial ser um educador, nunca um carrasco. Crianças que sentem medo de serem castigadas ou mesmo recriminadas mentem cada vez mais. Especialistas advertem que a postura punitiva dos pais as incentiva a mentir.

3- Acreditar nas mentiras do filho

Perceber que o filho está mentindo exige uma atitude e muitos pais não estão preparados para isso. Escolher a cômoda situação de não perceber que seu filho está mentindo é muito perigoso. Diante de qualquer situação preocupante o melhor é sempre enfrentar, procurando uma forma de lidar com o problema. Preferir não tomar providências e adiar o enfrentamento pode trazer prejuízos de difícil reparo no futuro, como diz o ditado popular é “tapar o sol com a peneira”. Uma hora a realidade terá que ser defrontada.

4- Ser um mentiroso

Filhos que presenciam a mentira dos pais têm grande propensão para tornarem-se mentirosos, afinal é esse o modelo que possuem. Segundo escreveu o psiquiatra infantil Alfredo Castro Neto: “Os filhos dos mentirosos crônicos aprendem as vantagens da mentira. Inventam dores de cabeça para faltar à aula. Veem os pais se enganando um ao outro e este comportamento pode se agravar nas crianças”. O psiquiatra alerta ainda que muitos pais mentem com tamanha naturalidade que já nem percebem e ainda se chocam quando pegam os filhos mentindo.

É importante que os pais tomem a devida atenção nos próprios atos para observar se não estão, mesmo que inconsciente, inspirando ou reforçando atitudes inconvenientes nos filhos. A educação é um olhar contínuo para si mesmo que propicia o aprendizado necessário para expandir bons exemplos. Esse é um processo que beneficia a todos na família.

Advertisement

LEIA também o artigo: O que fazer quando você sabe que seu filho está mentindo

Toma un momento para compartir …

Suely Buriasco

Mediadora de Conflitos, educadora com MBA em Gestão Estratégica de Pessoas, apresentadora do programa Deixa Disso com dicas de relacionamentos. Dois livros publicados: “Uma fênix em Praga” e “Mediando Conflitos no Relacionamento a Dois”.