4 dicas para o seu filho parar de chupar o dedo

Veja as 4 dicas para seu filho parar de chupar o dedo.


Roberta Preto

As coisas que nos tornam seguros, protegidos e até nos alegram são coisas que queremos sempre por perto. O mesmo sucede com alguns bebês, que ainda no ventre de suas mães, adquirem o hábito de chupar o dedo.

Geralmente, o hábito de chupar o dedo se inicia por algumas razões, dentre elas fisiológicas, como a necessidade de sugar que é considerado um comportamento natural e instintivo na criança; isso permite que ela fortaleça a musculatura responsável pelos movimentos da sucção que a prepara para mamar. Também há casos do bebê sentir coceira na gengiva, que costuma ocorrer antes ou após os 6 meses de vida.

Quanto mais cedo a criança abandonar este hábito, mais segura ela se torna, já que ela costuma pôr o dedo na boca em situações de desconforto como medo, insegurança, ansiedade, necessidade de afeto e sono.

Especialistas aconselham que se entre 1 ano e meio e 2 anos a criança ainda chupar o dedo, o melhor é que os pais busquem alguns meios para ajudá-la. Caso não o façam, a criança torna-se dependente do dedo, e isso será tão automático que mesmo na vida adulta, talvez ela não tenha forças para abandonar esse vício.

Para ajudar seu filho a deixar de chupar dedo, primeiramente, observe quando isso acontece, quais as situações e, só assim encontrará a raiz do problema. Profissionais especializados são as pessoas mais qualificadas para ajudar os pais, quando esses já fizeram todo o possível para o filho deixar o hábito e a criança não conseguiu.

Segundo o site da Colgate, há 4 dicas para os pais ajudar o filho a parar de chupar o dedo. São elas:

1. Comunicação saudável

É importante que os pais incentivem a criança a deixar o hábito de chupar o dedo, sem brigar ou forçá-la. Quando o filho estiver sem o dedo na boca é fundamental que seus pais o elogiem, pois com um bom diálogo, elogios e persistência dos pais, é possível que a criança se esforce e abandone o vício de chupar o dedo.

Advertisement

2. Substitua o dedo por um brinquedo

Os pais precisam estar atentos e concentrados nos motivos que levam o filho a chupar o dedo e, quando houver uma brecha eles devem substituir o dedo por um objeto que a criança possa brincar, como uma boneca.

3. Interagir e distrair

Os pais que interagem com o filho conhecem seus pontos fortes e fracos, e, nessa interação, eles podem distrair a criança com atividades que a faça por um instante esquecer o dedo. Com paciência por parte dos pais esse filho perderá o interesse por chupar o dedo, pois a presença dos pais o torna feliz e seguro.

4. Enfaixar o dedo

Durante a noite os pais podem enfaixar o dedo do bebê com fita crepe, adesivos coloridos ou podem colocar uma meia. Caso o filho tenha uma idade acima dos 5 anos, é aconselhado aos pais levá-lo ao dentista, assim ele pode explicar para a criança os males que o hábito de chupar o dedo pode provocar nos dentes.

Toma un momento para compartir …

Roberta Preto

Roberta Preto, 33. Formada como tradutora e intérprete, escritora, mãe. Apaixonada pela vida, em uma eterna busca por conhecimento. Espero que minhas palavras possam ser uma luz na vida das pessoas. Sonho em ajudar a humanidade a tornar-se livre da escravidão da ignorância.