3 promessas de Deus para as pessoas pacientes

Há 3 promessas de Deus em nossas vidas que serão cumpridas, porém, é preciso exercer fé e esperar pacientemente que elas se cumpram.


Roberta Preto

“Permanecer” firme na fé é um dos grandes desafios de muitas pessoas durante décadas, pois sabemos bem que ter fé está muito além de apenas acreditar, também é preciso exercer atitudes positivas quando tudo vai mal como na história abaixo.

Recentemente conversei com uma moça, não nos conhecíamos, até o presente momento. Não precisei de 10 minutos para perceber que ela estava completamente desesperada e precisava que alguém a enxergasse e a ouvisse.

Esta moça citada acima, está com 27 anos e foi casada por 8 anos com um bom homem. Ambos sonhavam com um filho, mas ela não conseguia engravidar. Ambos passaram anos tentando e fazendo tratamento, até que finalmente conseguiram. No entanto, a vida é cheia de surpresas e algumas não são agradáveis, eles tiveram a felicidade anulada quando descobriram que ele, o marido, desenvolveu um câncer violento. Ela, grávida, permaneceu ao lado de seu esposo nesta luta injusta, porém, o câncer os venceu e, no terceiro mês de gestação, o câncer roubou a vida de seu marido. O bom homem que sonhara tanto com um filho não teve a chance de segurá-lo no colo, nem de instruí-lo na vida, não pôde ensiná-lo a caminhar. A jovem mãe ganhou sua criança, mas perdeu seu amado.

Fé é exercer paciência, aceitando as mudanças ou aceitando o que não pode ser mudado com coragem, resistindo ao desejo de “abandonar o barco” ou abandonar a esperança. Ter fé é acreditar pacientemente que dias melhores virão e que podemos ser felizes novamente.

Observe 3 promessas de Deus para as pessoas pacientes:

1. Jeremias 29:11

“Porque eu bem sei os pensamentos que tenho a vosso respeito, diz o Senhor; pensamento de paz, e não de mal, para vos dar o fim que esperais.”

Sabemos que no luto as palavras que tentamos oferecer às pessoas que sofreram suas perdas são extremamente limitadas, mas não as promessas de Deus, pois essas são a esperança e o conforto de saber que os entes queridos serão devolvidos e que as famílias poderão ser eternas, se não desistirmos de perseverar.

Advertisement

2. Jó 1:21-22

“E disse: Nu saí do ventre de minha mãe e nu tornarei para lá; o Senhor o deu, e o Senhor o tomou: bendito seja o nome do Senhor. “

“Em tudo isto Jó não pecou nem atribui a Deus falta alguma.”

Jó fora um homem temente a Deus e um dos maiores exemplos de paciência. Ele sofreu as piores perdas, sentiu dores insuportáveis, no entanto, ele não duvidou, não temeu, apenas aceitou o que não dava para ser mudado naquele momento de sua vida.

O amor de Deus é um amor único e eterno, ainda que tudo a nossa volta mude ou torne-se doloroso, como na vida de Jó, precisamos ser pacientes e confiar, pois o amor do Pai Celestial por nós nunca irá mudar, oscilar ou esfriar. A mais concreta certeza que tenho sobre o Pai Celestial é: Se confiarmos Nele, venceremos nossas lutas.

3. Lucas: 15:3-7

A parábola da ovelha perdida conta do bom pastor que deixa as 99 e volta para resgatar a ovelha que ficara para trás. Quando a encontra a coloca nos ombros, volta para seu lar e convida os amigos para festejar por ter achado sua ovelha perdida.

A maioria das pessoas trilha caminhos que pensava ser o melhor para suas vidas, entretanto, suas escolhas foram erradas e quando percebem encontram-se longe demais, perdem família, amigos e sua própria identidade divina. Sentem-se sozinhas, frustradas, amedrontadas. Infelizmente, nem sabem como retornar e tornam-se como a ovelha perdida da parábola.

Aprendi ao longo dos anos muitas coisas, mas, a mais bela de todas elas, após passar por muitos desafios e também sentir-me uma “ovelha perdida”, é que existe o bom pastor para nos resgatar.

O amor de Deus é tão poderoso e perfeito que sempre irá nos alcançar, mesmo nas “noites traiçoeiras” ou quando pensarmos não merecê-lo.

Entretanto, isso requer de nós paciência para que ele cure nossas feridas através de nossas atitudes. A maneira como escolhemos reagir a cada coisa em nossas vidas é o que determinará uma cura mais rápida ou uma cura mais lenta.

Toma un momento para compartir …

Roberta Preto

Roberta Preto, 33. Formada como tradutora e intérprete, escritora, mãe. Apaixonada pela vida, em uma eterna busca por conhecimento. Espero que minhas palavras possam ser uma luz na vida das pessoas. Sonho em ajudar a humanidade a tornar-se livre da escravidão da ignorância.