3 passos para ser feliz, de acordo com a psicologia positiva, o futuro da psicoterapia

A ciência sempre buscou meios de diminuir o sofrimento que as doenças mentais causam. Agora se volta para um novo caminho – aumentar a felicidade.

Stael Ferreira Pedrosa

Ao longo de todo o século XX e mesmo no início do século XXI, a ciência psíquica tem buscado um meio de diminuir o sofrimento que as doenças mentais causam. Agora, a ciência se volta para um novo caminho – aumentar a felicidade e o bem-estar através da psicologia positiva.

Psicologia Positiva

Esta é uma nova área da psicologia que se dedica a investigar as características biomédicas das pessoas felizes, ao contrário do que se tem feito até hoje que é justamente pesquisar os processos da infelicidade. Muito se tem alcançado com os métodos de tratamento, tanto medicamentoso quanto pela intervenção psicológica, em diminuir o sofrimento das pessoas, mas se tem falhado em aumentar seu bem-estar, conforme estudos.

Isso porque, segundo os pesquisadores Renata Barboza Ferraz, Hermano Tavares e Monica L. Zilberman, a psiquiatria se concentra na doença mental e não na busca da saúde mental. Tenta-se tratar alguém que tem problemas emocionais/mentais como um ser separado dos demais, sendo que todos compartilhamos muitas coisas, independentemente de nosso estado mental.

A proposta

É como se a ciência estivesse buscando uma “inclusão” para o paciente psiquiátrico, como se faz nas escolas, mas, dessa vez, uma inclusão psíquica, onde todas as pessoas fossem aceitas e incluídas como são, sem ênfase em uma distinção entre pessoas saudáveis e doentes, aumentando a separação e o contraste entre estas.

A proposta é que se cultive a saúde mental de todos, buscando nestes não apenas a patologia e seus pontos fracos para se trabalhar, mas também encontrar seus pontos de força, virtude e de acertos. E, ao invés de tentar “consertar” o paciente, identificar e reforçar seus talentos e pontos fortes, seu potencial e suas qualidades, desenvolvê-los e ampliá-los.

Advertisement

Um dos pioneiros dessa nova área é o psicólogo norte americano Martin Seligman, que, em seu livro intitulado Florescer –  uma nova e visionária interpretação da saúde e do bem-estar (2011), apresenta a teoria da felicidade autêntica concentrada nestes 5 elementos básicos que são abordadas pelo professor  (PhD de psicologia) Fernandes de Araújo:

1) A emoção positiva como base do bem-estar;

2) Viver o momento presente;

3) O sentido (o que leva as pessoas a agirem de determinada forma);

4) O sucesso (indivíduos que perseguem o sucesso);

Advertisement

5) Relações (os outros indivíduos).

A partir dessa visão das interações humana, o autor propõe exercícios que, segundo este, aumentam o bem-estar e diminuem os “gatilhos” da depressão.

Exercícios para o bem-estar mental

1 Agradecimento

O primeiro é chamado por ele de “visita de agradecimento”, que não precisa ser realmente uma visita pessoal, pode ser a escrita de uma carta de agradecimento a uma pessoa importante em sua vida. Já se sabe que o poder da gratidão melhora a vida e traz bem-estar. A pessoa grata é mais feliz, indubitavelmente, do que aquela que reclama.

2 As “três bênçãos”

O paciente escreve sobre três acontecimentos que ocorreram de forma positiva durante um dia – não precisam ser todos do mesmo dia – pensando no porquê ele crê que foi assim, ou seja, porque o episódio se deu de forma positiva.

3 Agir

A terceira tarefa se concentra nos pontos fortes pessoais:  o paciente deve listar o que crê serem suas habilidades, força ou talentos únicos, propondo novas formas de usar estas características e com que frequência (diariamente, 2 vezes por semana, etc.).

Advertisement

Ouso dizer que o resultado será ainda melhor se essas habilidades e talentos forem usados para o bem do próximo. Dar de si ao servir os outros é um caminho de bem-estar e satisfação pessoal, que faz mais bem a quem serve do que a quem é servido.

Resumindo, a teoria da psicologia positiva se concentra, na verdade, em alguns preceitos já ensinados por mestres espirituais como Jesus Cristo: ser grato, contar as bênçãos e servir ao próximo. Esta é, sem dúvida, a melhor receita de felicidade, saúde mental e bem-estar que poderia ser prescrita a alguém. Use sem moderação.

Toma un momento para compartir ...

Stael Ferreira Pedrosa

Stael Ferreira Pedrosa é escritora free-lancer, tradutora, desenhista e artesã, ama literatura clássica brasileira e filmes de ficção científica. É mãe de dois filhos que ela considera serem a sua vida.