10 sinais de que você está sendo uma boa mãe

Você se pergunta se está sendo uma boa mãe? Aqui está a resposta.


Michele Coronetti

Ser mãe é o sonho de muitas mulheres, apesar de ser algo extremamente desafiador. Talvez por isso mesmo seja algo tão desejado. Não há nenhum manual pronto que ensina o que mães devem fazer, pois cada filho, local e situação requerem atitudes diferentes.

Porém, todas as mães do mundo, de tempos em tempos, estarão se perguntando: Estou sendo uma boa mãe? Os desafios da maternidade podem causar a impressão de que não somos capazes ou que não conseguiremos. Sentimentos que obviamente não são a realidade.

Se você conseguir dizer sim a pelo menos um destes tópicos só tenha uma certeza: seu trabalho como mãe está sendo muito bom!

1. Uma boa mãe reconhece seu papel

Ser mãe é muito mais que apenas colocar uma criança no mundo. Sua rotina é praticamente alterada para que você possa cuidar deste ser tão precioso. E isso não é só enquanto ele é um bebê – será para toda a vida. Você é muito mais do que era antes. Cuidando de seu filho, seu próprio crescimento é imenso. Lembre-se: A influência das mães é fundamental em todas as culturas.

2. Uma boa mãe tem suas prioridades

Algumas situações obrigam as mães a alterar um pouco seus pensamentos e atitudes. E se você já não liga por sair de casa sem tomar banho (porque não deu tempo), ficar em casa em um final de semana à noite ao invés de sair com amigos ou estar com a roupa suja devido a algum incidente com o bebê você está sendo uma boa mãe.

3. Boas mães têm dias ruins

Sabe aqueles dias que você não quer ser incomodada e se tranca no banheiro, tem vontade de sair de casa e não voltar mais ou está com uma dor de cabeça imensa e fica sem paciência com as crianças e as tarefas? Se você já teve ao menos um dia assim você está sendo uma boa mãe.

4. Boas mães têm dias bons

Estes são aqueles dias que você acorda cedo e todas as coisas fluem como você gostaria, os horários são cumpridos, as refeições são tranquilas, as crianças estão sorrindo e você também. Se você já teve um dia assim, você com certeza tem sido uma boa mãe.

Advertisement

5. Uma boa mãe tem dias simples

Saber dizer não a todos os convites, ao impulso de ficar somente no celular, a deixar a arrumação das coisas para brincar um pouco com seu filho ou a louça na pia para ajudar na lição de casa. Se você entende que as coisas simples são mais importantes, você está sendo uma boa mãe.

6. Uma boa mãe dorme cedo

A vida das mães é tão corrida e cheia de desafios que ao chegar a hora de dormir ela simplesmente fecha os olhos e dorme. E seu sono é o descanso do justo, pois quem fez mais por todos na casa? Com certeza você está sendo uma boa mãe!

7. Boas mães sabem

“Descansem tranquilas, mães reais. Apenas o fato de você se preocupar em ser uma boa mãe significa que você já está sendo uma”. (House rules quotes, por Jodi Picoult)

8. Boas mães incentivam

Seu filho faz um desenho e ele se torna a obra de arte mais linda que você já viu. Você elogia e coloca na porta da geladeira. Você incentiva seu filho a ser melhor, o abraça, elogia sempre. Ele sabe que você o ama. Ele olha em seus olhos, vê seu sorriso e seu coração se enche de forças para continuar. Momentos importantes que ficarão para sempre no coração dos pequenos. Sem dúvida, você está sendo uma boa mãe.

9. Boas mães riem muito

O leite derramou, e você ri. Não deu tempo de fechar a fralda antes do jato e você ri novamente. Você não encontra as chaves, esquece um filho em casa, não coloca o sabão na máquina de lavar… Estas aventuras divertidas fazem parte de ser uma boa mãe.

10. Uma boa mãe não é perfeita

Ninguém nasce sabendo. Erros fazem parte do crescimento. Boas mães sabem disso e farão melhor da próxima vez. Estar confusa, frustrada e irritada faz parte do crescimento de uma boa mãe.

Mães são fundamentais para a existência da sociedade. Boas mães como você tornarão o mundo um lugar melhor.

Leia também: 12 maneiras de ser a pior mãe do mundo

Toma un momento para compartir …

Michele Coronetti

Michele Coronetti é secretária, mãe de seis lindos filhos, gosta de cultura e pesquisas genealógicas.