10 razões para perdoar

Encarar o perdão de forma prática e objetiva facilita a disponibilidade de desenvolvê-lo.


Suely Buriasco

A crença negativa de que perdoar é ser conivente com os erros alheios, ou mesmo, aceitar de forma passiva e esquecer tudo o que os outros nos fazem é que causa grande equívoco e, muitas vezes, faz com que a pessoa desista de perdoar. Charles Chaplin disse: “Nunca a alma humana surge tão forte e nobre como quando renuncia à vingança e ousa perdoar uma ofensa“. Essa é uma afirmação muito verdadeira que merece profunda reflexão.

Pensemos em algumas razões pelas quais o perdão se faz uma opção sábia:

1- Perdoar é uma ação inteligente

Não há como mudar o acontecido, isso é um fato, mas você pode mudar a forma com que encara o que aconteceu. E o perdão é a única alternativa que pode deter o ciclo da culpa e da dor, interrompendo o sofrimento causado pela ofensa.

2- Não é possível esquecer

Não desperdice suas energias tentando esquecer, a menos que você sofra de uma amnésia não será possível. Aceite isso e sempre que o pensamento voltar procure substituí-lo calmamente por outro que faça bem a você.

3- Perdoar é bom para quem perdoa

Você não estará fazendo nenhum favor para o seu ofensor, simplesmente você está colocando limites para as ações dele na sua vida. Assim sua vida toma uma direção mais tranquila e satisfatória.

4- Perdoar é uma libertação

Quando você não aceita uma ofensa, isto é, não sofre por ela, você corta a cadeia de dor e culpa que ela pode causar e se liberta de todos os seus malefícios. Perdoar é encontrar o oásis de paz na alma, libertando-se do ardor do deserto infértil.

5- Cada um é responsável por seus próprios atos

Não se trata de se tornar alguém passivo ou conivente; a pessoa que ofendeu você continua a ter responsabilidade pelo seu ato. Mas isso é um problema dela, que ela tem que resolver. O que cabe a você são os seus próprios atos, assim, a sua reação diante da ofensa é que configura sua responsabilidade.

Advertisement

6- Perdoar é saudável

Já há algum tempo o perdão deixou de ser apenas uma questão religiosa; especialistas afirmam que perdoar é saudável mentalmente e até fisicamente. Muitas doenças são ligadas a baixa imunidade causada pela irritação, raiva e nervosismo.

7- Perdoar é divino

O perdão é uma ação que nos consagra a Deus, estando presente nas religiões como máxima mestra e divina. Perdoar serena a alma, pois, nos afasta da culpa e nos conecta com o que reconhecemos como superior.

8- O perdão é uma aquisição moral

Não basta acreditar nos benefícios do perdão, perdoar é uma postura de vida ligada à aquisição de virtudes como a paciência, a tolerância e o amor.

9- O perdão nos afasta do erro

A falta de perdão pode provocar atos impensados e vingativos; muitas pessoas se perdem e comprometem a própria vida e de suas famílias. Perdoar nos livra de julgar o ofensor, embora julguemos a sua ação errada, são coisas diferentes que merecem distinção.

10- Perdoar preserva as relações

A falta de perdão afasta e até dissipa famílias, levando pessoas que se amam a sofrerem por não compreenderem o erro do outro. O perdão renova os votos de amor e compreensão, aproximando as pessoas e libertando-as da dor.

O fato é que nenhum ser humano está livre de errar e precisar do perdão de alguém. Olhar os erros do próximo com mais complacência demonstra amadurecimento emocional e nobreza de caráter.

Toma un momento para compartir …

Suely Buriasco

Mediadora de Conflitos, educadora com MBA em Gestão Estratégica de Pessoas, apresentadora do programa Deixa Disso com dicas de relacionamentos. Dois livros publicados: “Uma fênix em Praga” e “Mediando Conflitos no Relacionamento a Dois”.