Pesquisa comprova que musculação ajuda a prevenir o câncer

Que musculação faz bem a gente já sabe, mas segundo um estudo recente, a musculação prolonga a vida e evita grandes males como o câncer.

Stael Ferreira Pedrosa

Que musculação faz bem a gente já sabe, mas uma novidade veio tornar os exercícios de força ainda mais importantes – segundo um estudo recente, a musculação prolonga a vida e evita grandes males como o câncer.

O estudo feito pela Universidade de Sidney, na Austrália, e publicado no dia 1º de novembro na revista científica American Journal of Epidemiology, traz o resultado da pesquisa feita com 80 mil homens e mulheres do Reino Unido.

Os resultados mostraram que a prática regular de musculação reduz em 23% as chances de morrer cedo por qualquer causa, e chega a 31% de redução nas chances de falecer por câncer.

De acordo com o principal autor do artigo, Emmanuel Stamatakis, o estudo mostrou que exercícios que promovem a força física são tão importantes quanto corrida ou bicicleta. E ainda melhor é saber que esses benefícios não estão restritos à musculação em academia, pois os exercícios como flexão de braços e abdominais, ou seja, aqueles que utilizam o próprio peso corporal e feitos em casa, produzem os mesmos efeitos

A OMS (Organização Mundial de Saúde) recomenda que os adultos pratiquem exercícios de força pelo menos duas vezes por semana e 150 minutos de exercícios aeróbicos, ou seja, no mínimo 30 minutos por dia, 5 vezes por semana.

Advertisement

Benefícios adicionais da musculação

Segundo o coordenador do Centro de Estudos em Ciências da Atividade Física (Cecafi), da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo, José Maria Santarem, “Pesquisas feitas por universidades de ponta nos Estados Unidos provam que os exercícios com peso bem orientados trazem benefícios para todo mundo, de adolescentes a pessoas com mais de 90 anos”.

São muitos os benefícios da musculação, veja abaixo alguns deles:

1. Embelezamento

São os músculos que dão forma ao corpo, mais do que a gordura, já que esta não tem sustentação. A musculação emagrece e define os contornos do corpo – adeus celulite. Ao se exercitar, acontece uma agressão aos músculos, pois o organismo produz enzimas que destroem as proteínas musculares. Porém, de acordo com Santarem, no processo de recuperação, a reposição de tecido supera o que tinha anteriormente, aumentando o volume dos músculos, o que significa um bumbum maior, coxas mais roliças, peitorais mais volumosos, etc.

2. Benefícios ao cérebro

Pesquisas realizadas com homens e mulheres, entre 50 e 85 anos, apontam que um treinamento curto consegue fazer bem para a memória por conta da liberação do hormônio norepinefrina – que também recebe o nome de noradrenalina. Esse hormônio é conhecido pelos cientistas por exercer um importante papel na memória.

3. Coração saudável

Ainda de acordo com Santarem, a musculação torna o coração apto para esforços intensos. Quando a pessoa fortalece os músculos, a frequência cardíaca e a pressão arterial sobem menos com o esforço. “Qualquer exercício evita doenças nas coronárias”, conclui Santarem.

Advertisement

4. Flexibilidade

Exercício com peso aumenta a flexibilidade articular mesmo de quem apresenta limitação pelo sedentarismo ou outras causas de pouca mobilidade. A musculação voltada para a qualidade de vida aumenta a quantidade de tecido conjuntivo, tecido esse que recobre as fibras musculares, e que são viscosos e elásticos, propiciando maior flexibilidade.

5. Ossos fortes

A musculação, assim como a corrida e o step, estimulam a produção de células ósseas. Por isso o treino com força tem sido utilizado no combate à osteoporose. Atividades de impacto, como corrida e step, também beneficiam os ossos, porém, a musculação apresenta menos riscos às articulações.

6. Aparência mais jovem

Com a idade perdemos massa muscular, então o que sobra são as terríveis pelancas. A musculação ajuda a firmar os tecidos como das coxas, do bumbum, dos braços e até mesmo do rosto.

7. Melhor sono e menor estresse

Como a musculação beneficia a saúde no geral, ela traz maior disposição e pesquisas apontam que esse é um dos fatores que influenciam na qualidade do sono. Treinos mais intensos geram maior necessidade de sono, beneficiando aqueles que sofrem com insônia.

Toma un momento para compartir ...

Stael Ferreira Pedrosa

Stael Ferreira Pedrosa é escritora free-lancer, tradutora, desenhista e artesã, ama literatura clássica brasileira e filmes de ficção científica. É mãe de dois filhos que ela considera serem a sua vida.