Meu filho não dorme. O que pode ser?

A hora de colocar as crianças na cama tornou-se um pesadelo? Verifique se não há problema de saúde e use as dicas a seguir.

Stael Ferreira Pedrosa

As crianças precisam dormir o suficiente e esse suficiente muda com a idade. Bebês de menos de um mês dormem geralmente entre 14 e 16 horas, sendo que esse sono é dividido entre noite e dia. Os bebezinhos dormem a noite toda e tiram 3 sonecas durante o dia. Já as crianças por volta dos 3 anos dormem em média 12 horas por dia: 10:30 horas por noite e uma soneca de 1:30 durante o dia.

Existem períodos durante o sono em que o cérebro passa por fases que são necessárias à saúde mental e física. Também durante o sono as crianças assimilam o aprendizado e liberam hormônios do crescimento.

Segundo a neuropediatra Márcia Pradella-Hallinam é comum a criança não crescer e nem ganhar peso quando ela tem problemas do sono.

Se você está enfrentando dificuldades para que seu filho durma uma noite inteira, há que se avaliar se ele não está dormindo mais que o normal durante o dia.

Leve seu filho ao pediatra para uma avaliação/investigação das causas da falta de sono. Caso não seja nenhum problema de saúde, talvez seja falta de uma rotina de dormir adequada à idade da criança.

Advertisement

Leia: Soninho merecido: Como fazer os bebês dormirem a noite toda

Dentre as causas mais comuns para a recusa em ir para a cama, temos:

1. Excesso de energia

Você já está dormindo em pé e a criança continua a pular e brincar. Sim, as crianças têm muita energia. Evite dar alimentos pesados, açúcar ou estimulantes como refrigerantes à base de cafeína à noite. (Bom mesmo é não dar nunca).

2. Medo de escuro

As crianças têm muita imaginação e fantasiam situações e personagens assustadores. É um medo real e não deve ser menosprezado. O ideal é mostrar a elas que quando as luzes se apagam, o lugar continua o mesmo. Se for uma criança pequena, ela irá requerer a presença constante de um dos pais ou dormir na cama deles.

A solução nesse caso é ter paciência. Deixe alguma luz acesa, ficar com ela até que adormeça, contar-lhe uma história (que não a assuste ainda mais, claro). Assegure-a que vocês (pais) estão no quarto ao lado e qualquer coisa é só chamar. Aos poucos o medo vai embora e ela volta a gostar da hora de dormir.

Advertisement

Leia: Mãeeeeee, tô com medo!

3. Maus hábitos de sono

As crianças tendem a seguir o exemplo dos pais. Se os pais ficam acordados até tarde, é o caminho natural que os filhos trilharão. Deixar que elas tenham horários diferentes para acordar no fim de semana também pode ser um problema, pois se dormem tarde na sexta-feira, acordarão tarde no sábado, o que implicará na falta de sono no sábado à noite.

Outro mau hábito dos pais é mandar a criança para o quarto quando castiga. Ela vai associar o quarto e o sono ao castigo. Se for o caso, crie um “cantinho do castigo” em outro lugar da casa.

Algumas dicas podem ajudar

  • Estabeleça uma rotina para a hora de dormir. Primeiro estabelecendo um horário de ir para a cama e realmente colocando as crianças na cama no horário. Elas vão saber que é hora de ir para cama.

  • Acalme a criança. Dê-lhe o jantar em um horário que a possibilite ir dormir sem estar com o estômago cheio, o que dificulta o sono. Dê-lhe um banho morno, troque as fraldas, coloque pijamas confortáveis ou quentes se estiver frio.

    Advertisement
  • Crie rituais – Coloque-a na cama, leia uma história, cante para ela, orem com ela. Tudo isso a fará perceber que é hora de dormir, que levantar-se não será permitido.

  • Dê-lhe um objeto de estimação. Geralmente as crianças têm uma “naninha”, seja um cobertor, um bichinho, o que for, dê a ela que a ajudará a permanecer calma. (Coloque uma gotinha do perfume da mãe e a criança irá se acalmar mais rapidamente, caso acorde).

  • Leve-a de volta, caso ela se levante. Tenha paciência, pois pode ser que você tenha que fazer isso muitas vezes até que ela se acostume. Brigar com a criança não resolve, ela irá se irritar, chorar e lá se foi o soninho.

  • Não “nine” a criança. Ninar faz com que ela durma, mas é um sono induzido pelo movimento e pode cessar quando o movimento acabar.

  • Não crie o hábito de dormir mamando alguma coisa. Não é horário de alimentar e pode causar cáries, principalmente se for algo açucarado. No máximo um chá morno sem açúcar.

    Advertisement
  • Não deixe sua criança chorando. Fique com ela até que durma.

E boa noite!

Leia também: Não perca o sono com as necessidades de sono do seu filho

Toma un momento para compartir ...

Stael Ferreira Pedrosa

Stael Ferreira Pedrosa é escritora free-lancer, tradutora, desenhista e artesã, ama literatura clássica brasileira e filmes de ficção científica. É mãe de dois filhos que ela considera serem a sua vida.