Eletricista faz ‘coleção’ de escorpiões ao encontrar mais de 70 dentro de sua casa no interior de SP

Saiba o que um escorpião pode fazer para a saúde e como evitar!

Stael Ferreira Pedrosa

Segundo o site G1, o eletricista Victor Castilho, morador de Guararapes (SP), encontrou mais de 70 escorpiões em sua casa somente neste ano. Indignado com a infestação, Victor resolveu montar uma “coleção” com os animais capturados nos últimos 6 meses.

De acordo com o eletricista, foram encontrados bem mais de 70 escorpiões, nos vários cômodos da casa e no quintal, mas muitos foram jogados fora. A maior preocupação de Victor é a irmã que tem apenas 8 anos de idade e tem doença cardíaca, que aumenta ainda mais o risco da picada.

Mesmo com todos os cuidados higiênicos e uso de ralos fechados no tanque e pia da cozinha, os escorpiões continuam sendo encontrados em média a cada três dias.

Escorpiões matam?

Embora não mate tanto quanto se pensa, sim, os escorpiões podem matar. Existem pelo menos 1.500 espécies, mas apenas 25 são venenosas a ponto de matar uma pessoa. No ranking dos mais perigosos, o escorpião da palestina é o mais venenoso. Em segundo lugar o escorpião negro do norte da África, e em terceiro, o escorpião amarelo – como os da coleção de Victor. O veneno desta espécie ataca o sistema nervoso, especialmente de crianças e idosos debilitados. Em caso de acidente é importante buscar socorro rapidamente.

Sintomas da picada

O primeiro sinal de que foi realmente uma picada de escorpião são fortes dores no local, tontura, suor e salivamento excessivo, náuseas e vômitos, além de insuficiência cardíaca e respiratória, com risco de morte.

Advertisement

Para diminuir a dor enquanto se espera por atendimento, o biólogo Jorge Luiz de Souza aconselha uma compressa com gelo, pois o gelo, além de dificultar a entrada do veneno no organismo, também diminui a dor. Deve-se levar o animal para o lugar onde for receber o atendimento.

Como evitar?

Segundo o biólogo, os animais entram nas casas pelos ralos de banheiro, já que vivem em fossas ou caixas de esgoto. Por isso é importante usar ralos com fechamento e mantê-los fechados, especialmente em regiões de risco. Eles também costumam andar nas instalações elétricas e telefônicas, onde ficam escondidos durante o dia. Preferem locais quentes, escuros e úmidos – propensos a infestação por baratas. Também podem se esconder em cascas de árvore, pedras, troncos podres, madeiras empilhadas, entulho, telhas e atrás de móveis. São animais normalmente noturnos e pouco agressivos. Seu alimento principal são as baratas. Por isso é importante manter a casa, apartamento e outros locais livre desse inseto.

Em zonas rurais, a criação de galinhas é uma boa maneira de manter os escorpiões longe, já que a galinha é predadora deste animal, principalmente a galinha d’angola. No entanto, galinhas têm hábitos diurnos e escorpiões hábitos noturnos. Além disso, galinhas não ciscam em entulhos, monturos de lixo ou debaixo de madeira acumulada, que são os locais preferidos dos escorpiões.

Sua maior incidência é nos períodos chuvosos, quando todo cuidado deve ser tomado. Caso viva em regiões infestadas, verifique sempre calçados, roupas e toalhas antes de usar. Pano de chão é outro espaço que os escorpiões gostam. Verifique a cama das crianças e dos idosos. Com a volta das chuvas, aumenta bastante a quantidade de insetos, que são o alimento dos escorpiões. Os meses de novembro e maio são os que mais têm acidentes com esses animais, nesse período todo cuidado é pouco.

Toma un momento para compartir ...

Stael Ferreira Pedrosa

Stael Ferreira Pedrosa é escritora free-lancer, tradutora, desenhista e artesã, ama literatura clássica brasileira e filmes de ficção científica. É mãe de dois filhos que ela considera serem a sua vida.