15 formas eficazes de aliviar o estresse

Você está se sentindo irritado, com dores pelo corpo, desanimado, não dorme bem e sua memória está péssima? Esses e outros sintomas são típicos do estresse. Aprenda um pouco sobre ele.

Erika Strassburger

O estresse é a soma das reações físicas e mentais causadas por estímulos externos e internos. Não é uma doença em si. Ele pode estar ou não relacionado a alguma doença ou síndrome.

O estresse é classificado como crônico e agudo. O tipo crônico é o que afeta o maior número de pessoas. Ele é constante e vai se acumulando de forma progressiva pelos problemas do dia a dia. O estresse agudo é mais intenso, mas logo passa. É causado normalmente por condições temporárias.

Vários fatores podem gerar estresse: medo, morte, trânsito, desemprego, nascimento de um filho, doenças, bullying, decepção amorosa, brigas, mudanças, excesso de responsabilidade, falta de dinheiro, excesso de estímulos sonoros e visuais, mágoa, dor, desprezo, insônia, má alimentação, uso de substâncias estimulantes (como a cafeína), etc.

Os sintomas do estresse variam de uma pessoa para outra. Eles podem ser físicos: dores no corpo, dores de cabeça, cansaço, quedas de cabelo, taquicardia, indigestão, gastrite, tensão muscular, entre outras; e psíquicos:desânimo, irritabilidade, apatia, introspecção, insônia, memória fraca, dificuldade de concentração, indiferença, etc.

Em entrevista ao Dr. Drauzio Varella, a psiquiatra Alexandrina Meleiro afirma que “se não conseguir criar (…) estratégias, seu organismo não irá reagir convenientemente diante dos problemas e dará sinais de cansaço que podem afetar os sistemas imunológico, endócrino, nervoso e o comportamento do dia a dia. A continuidade dessa situação afeta a pessoa, exaurindo suas forças e ela cai num estado de exaustão, de estresse propriamente dito. Caso não consiga reverter o processo, as consequências não tardarão a surgir: aumento da pressão arterial, crises de angina que podem levar ao infarto, dores musculares, nas costas, na região cervical, alterações de pele, etc.”

Advertisement

Veja o que pode ser feito para aliviar o estresse:

1. Identifique a sua causa

Tente descobrir a razão para seu estresse. Uma vez identificado, tente afastá-la, ou então, encontrar uma saída para resolvê-la.

2. Durma bem

Uma noite bem dormida ajuda a aliviar as tensões, diminuir a adrenalina e recobrar as energias necessárias para o dia seguinte.

3. Alimente-se bem

A ansiedade gerada pelo estresse pode fazer com que a pessoa cometa excessos na alimentação. Ela pode comer demais ou bem menos do que precisa. Uma alimentação nutritiva e balanceada é essencial. A ingestão de vários tipos de frutas e vegetais (quanto mais colorido o prato, melhor) combate os radicais livres tão nocivos para o organismo. Outro dado importante é que o processo de estresse faz com que o organismo sofra perda de vitaminas, minerais e outros nutrientes. Por isso também a necessidade de repô-los através de uma alimentação adequada.

4. Não leve trabalho para casa

Você já trabalha o dia inteiro. Quando chega em casa você precisa descansar, ficar com sua família e cuidar de outros aspectos da sua vida pessoal.

Advertisement

5. Identifique suas prioridades e faça ajustes

Liste o que é mais importante na sua vida. Se o trabalho, uso de mídia ou qualquer outra coisa estiver comprometendo seu relacionamento com sua família, tirando seu descanso ou afetando de alguma forma o que você considera de mais valor, é hora de mudar.

6. Aprenda a dizer não

Se você for do tipo “quebra-galho”, não quer decepcionar ninguém ou simplesmente não consegue dizer “não”, é hora de mudar. Muitas pessoas acumulam mil responsabilidades, fazem favores pra todo mundo e acabam se dando mal por isso. Alguma coisa você terá que deixar de fazer para conseguir dar conta de tudo. E adivinha onde a corda vai estourar? Na sua vida pessoal e familiar. Então, seja honesto e corajoso, diga: “desculpa, mas não vai dar!”

7. Limite o uso da internet e aparelhos eletrônicos

O uso excessivo de internet, celular, iPad e outras tecnologias geram estresse. Por isso, desconecte-se o máximo que puder.

8. Brinque com seus filhos ou outras crianças

Se você tiver filhos, aproveite o privilégio. Jogue-se em cima da cama e deixe que eles pulem em cima de você. Corra atrás deles, abrace-os. Se não tiver filhos, brinque com seus sobrinhos. As crianças têm o poder de nos acalmar e fazer com que esqueçamos os problemas.

9. Exercite-se

O exercício físico produz sensações de prazer. Praticando exercício físico estamos investindo na nossa saúde e contribuindo para a prevenção e redução dos níveis do estresse.

Advertisement

10. Faça as pazes

Se você estiver de mal com alguém, reconcilie-se com a pessoa. Perdoar e pedir perdão diminui o estresse, com certeza.

11. Distraia-se

Leia um livro, assista a um filme, passeie. Quando você foca em outra coisa, nem que seja por algumas horas, você desviará a atenção dos problemas e aliviará o estresse.

12. Tire férias

Não acumule férias. As férias são necessárias para um revigoramento físico e mental. Saiba mais sobre o que pode acontecer com pessoas que não tiram férias lendo o artigo Ideias simples para as férias.

13. Faça artesanato

Pintar, bordar, fazer tapeçaria, biscuit, patchwork ou qualquer outro artesanato é uma verdadeira terapia. Vale muito a pena.

14. Fique sozinho para refletir

Encontre um tempo e um local para ficar um pouco sozinho. Se puder ser em meio à natureza, será ótimo. Deite-se, feche os olhos e respire fundo. Preste atenção na sua respiração. Depois que estiver assim, por alguns minutos, você se acalmará e poderá raciocinar melhor. Pense acerca dos problemas. Se você for uma pessoa religiosa, faça uma oração, peça força e discernimento a Deus. Nesses momentos de calmaria e meditação podemos encontrar a solução para muitos problemas. Algumas delas podem estar na frente do nosso nariz, só não a enxergamos por causa da condição de estresse em que nos encontramos.

Advertisement

15. Chore e desabafe

Você não precisa ser durão nessas horas. Chore tudo o que tiver pra chorar. Converse com alguém de confiança. Abra seu coração. Você se sentirá como se tivesse tirado uma tonelada dos ombros.

Faça o que estiver ao seu alcance para aliviar o estresse. Não deixe que ele progrida até que cause sérios prejuízos à sua saúde. Se você notar que não está conseguindo sozinho, não relute em buscar ajuda profissional. Faça algo enquanto há tempo.

Toma un momento para compartir ...

Erika Strassburger

Erika Strassburger mora no Rio Grande do Sul, tem bacharelado em Administração de Empresas, escreve e traduz artigos para o site Família, é cristã SUD, pintora amadora de telas a óleo e mãe de três lindos guris, o mais velho com Síndrome de Down.