10 remédios caseiros para a gripe

Você sabe diferenciar a gripe do resfriado? Saiba que há diferenças importantes entre eles. Muitas pessoas acabam confundindo um com o outro.

Erika Strassburger

O resfriado é um quadro mais brando que acomete as vias aéreas. Ele é causado por vários tipos de vírus, sendo os mais comuns deles o Ronovírus e o Coronavírus. Entre 24h e 72h após a contaminação, os sintomas começam a se manifestar. Eles perduram por 5 a 7 dias, podendo se estender por até duas semanas. Um adulto com resfriado raramente terá febre. Os sintomas são tosse, espirro, rinite e dor de garganta durante alguns dias.

A gripe, por sua vez, é resultante da contaminação por uma das várias estirpes do vírus Influenza. O quadro clínico da pessoa infectada é mais sério. Ela pode apresentar dores pelo corpo, febre alta, dor de cabeça, náusea, diarreia, perda do apetite, tontura, mal-estar, tosse e dor de garganta. Os sintomas da gripe se manifestam mais rapidamente que os do resfriado.

Adultos com mais de 65 anos, crianças abaixo dos dois anos, grávidas e portadores de doenças crônicas estão mais vulneráveis às complicações da gripe. O Dr. Drauzio Varella explica que essas complicações acontecem “quando ocorre: a) pneumonia causada diretamente pelo vírus influenza (pneumonia viral); b) pneumonia bacteriana (quando bactérias se aproveitam da fragilidade do organismo e infectam os pulmões); c) acometimento dos músculos (miosite) ou do sistema nervoso (encefalite ou polirradiculoneurite, por exemplo).”

Quando os sintomas apontarem para um quadro de gripe, onde a febre for alta e contínua, é necessária uma avaliação médica imediata. O tratamento com medicamentos pode ser necessário. Ignorar um caso grave pode acarretar em morte. Estima-se que 2.000 pessoas morrem todos os anos, no Brasil, vítimas de complicações de gripes comuns.

Tanto a gripe quanto o resfriado são altamente contagiosos e são passados de uma pessoa para outra pelo ar, através de espirros ou tosse, ou quando as mãos tocam superfícies contaminadas e são levadas ao nariz ou boca.

Advertisement

O tratamento receitado pelo médico, após a contaminação pelo vírus, é geralmente sintomático (analgésicos, antitérmicos, descongestionantes nasais). Em casos mais severos, são receitados medicamentos que impedem a multiplicação dos vírus a fim de controlar a doença. Em casos de infecção bacteriana, faz-se necessário o uso de antibióticos.

Algumas soluções caseiras podem ajudar na recuperação de pessoas acometidas de gripe ou resfriado, dando ao organismo nutrientes que fortalecem o sistema imunológico e que ajudam no combate às infecções, ou simplesmente ajudando-o a se livrar do mal-estar. Veja algumas delas:

1. Alho

Contém alicina, substância com propriedades antibióticas que auxilia no tratamento de infecções.

2. Limão

Contém uma alta concentração de vitamina C, que ajuda a fortalecer as defesas do organismo. Tome um suco, levemente concentrado, adoçado com mel.

3. Mel

Possui propriedades medicinais, sendo um alimento de reconhecida ação antibacteriana e anti-inflamatória. Ajuda no trato de doenças respiratórias e reforça o sistema imunológico.

Advertisement

4. Inspirar vapor

Respirar dentro do banheiro o vapor produzido pelo chuveiro quente, ou sobre uma bacia de água quente ajuda muito. Cuide, porém, para que a água não esteja muito quente, o que poderá causar queimaduras nas mucosas das narinas. As gotículas de água presentes no vapor auxiliam na hidratação e no descongestionamento das vias aéreas, e contribuem para a umidificação dos pulmões. Pode-se acrescentar folhas de hortelã e eucalipto à água da bacia.

5. Gargarejo com água morna e sal

Ajuda a limpar a garganta e desentupir os canais que leva aos ouvidos.

6. Lavagem nasal

É bastante útil, pois ajuda a desobstruir as vias aéreas e é excelente no tratamento e alívio dos sintomas de congestionamento. Siga as instruções do site MedClick para aprender a fazer a lavagem nasal.

7. Infusões

Chazinhos de camomila, hortelã, erva cidreira, casca de laranjeira, entre outros, ajudam muito durante uma gripe. Eles hidratam, ajudam a descongestionar as vias aéreas. Adoce-o com mel. Evite os chás que contém cafeína, pois desidratam. Uma pessoa gripada ou resfriada já perde líquido suficiente através do suor e das secreções nasais.

8. Hidratação

Tome muito líquido. Os sucos naturais, especialmente os ricos em vitamina C (laranja, caju, acerola, limão) são bastante adequados.

Advertisement

9. Muito repouso

O repouso é fundamental na recuperação de um quadro de gripe ou resfriado.

10. Sopinha rala

Uma sopa com pedaços de carne magra ou frango, com vegetais e legumes é um alimento ideal nesses casos. São leves, nutritivas e hidratantes.

Neste artigo, lemos: “A alimentação é uma das principais aliadas das células de defesa e, na quantidade adequada, certos nutrientes podem, entre outras coisas, aumentar o número dessas células no corpo e estimular a ação delas quando o organismo se depara com um quadro de infecção.”

Sendo assim, o melhor remédio para a gripe e o resfriado é a prevenção. Quando você ingere a quantidade diária recomendada de vitamina C, dorme de 7 a 8 horas por dia, se alimenta adequadamente, pratica exercícios físicos e se mantém longe do álcool e do tabagismo, você estará fortalecendo as defesas do seu organismo.

Toma un momento para compartir ...

Erika Strassburger

Erika Strassburger mora no Rio Grande do Sul, tem bacharelado em Administração de Empresas, escreve e traduz artigos para o site Família, é cristã SUD, pintora amadora de telas a óleo e mãe de três lindos guris, o mais velho com Síndrome de Down.