Segurança on-line: Cuidados com fraudes e lixo eletrônico

Tudo o que você precisa saber sobre segurança on-line e como resolver o problema caso tenha seus dados copiados, contas hackeadas ou identidade roubada.


C. A. Ayres

Os resultados são assustadores. Segundo o NIC, as fraudes via internet cresceram 1313% somente em 2013.

Você conhece aquele ditado que diz “É muito bom para ser verdade”? Isso é válido em relação aos e-mails, mensagens, comentários e muitos outros que prometem:

  • Qualquer coisa relacionada a dinheiro que prometa ganho fácil, herança recebida, dinheiro para caridade, pessoas que tem um cheque para você, outros que querem dividir um prêmio lotérico, emagreça rápido, etc.

  • Qualquer coisa relacionada a casamento, sexo, namoro, pessoas interessadas, que têm saudade, etc.

  • Contatos insistentes nas redes sociais como, por exemplo, alguém do sexo oposto querendo fazer amizade muito insistentemente.

  • Qualquer pessoa querendo vender alguma coisa via e-mail, mensagem, Whatsapp, prometendo pouco trabalho e ganho alto.

  • E-mails pedindo informações pessoais como nome, endereço, telefone, conta bancária.

    Advertisement
  • Comentários de amigos no Facebook dizendo que vai descobrir quem viu seu perfil, mudar a cor do perfil, descobrir a senha da pessoa e blá-blá-blá.

  • O pior de tudo é que quase todos os dias esses scamse-mails ou mensagens pedindo dados ou para que você clique em algum link com a intenção de roubar seus dados pessoais e/ou financeiros – acontecem, e as pessoas continuam clicando e espalhando os vírus internet afora.

Como proteger você e sua família de ter seus dados ou identidade roubada no mundo virtual?

1. Instale um antivírus e antispyware no seu computador

Malware é um software destinado a infiltrar-se em seu computador de forma ilícita com o intuito de roubar informações. Alguns exemplos de malware são: vírus de computador, worms, trojan horses, adwares e spywares. Aprenda sobre os principais tipos de malware_ e o que cada um é capaz de fazer em seu equipamento clicando neste link.

2. Não responda e-mails pedindo informações pessoais ou financeiras

Quando você responde um e-mail desses, a maioria tem um gravador do seu endereço eletrônico, como seu IP (para saber qual é o seu IP e o que é clique neste link), por exemplo. Eles então começarão uma guerra para roubar suas informações, desde o envio de vírus até o acesso fotográfico de sua tela cada vez que você digita uma senha em um site qualquer, seja o Facebook ou sua conta bancária. Fique atento!

3. JAMAIS clique em links, seja em e-mails, comentários ou mensagens de redes sociais

Mesmo se for um amigo ou conhecido que não teria motivo algum para lhe enviar um vírus, fique atento! Ele pode já ter sido infectado e muitos desses vírus são compartilhados automaticamente com a lista de amigos da pessoa, seja através de e-mail ou do perfil das redes sociais. Você pode, por exemplo, perguntar e confirmar com seu amigo se ele realmente mandou aquele link, mas pergunte ANTES de clicar, por favor.

4. Não entre em sites duvidosos

Sites pornográficos, de filmes pirateados, de jogos e muitos outros, são recheados de todo tipo de malwares, adwares e spywares. E qualquer site praticamente pode contê-los, não apenas estes tipos. Atente para muitas janelas e pop-ups que abrem outras páginas conectadas a aquela que você está e quando você muda de página ou de artigo dentro do site. NÃO clique nesses links, páginas ou sites. Feche-os e fique atento. Utilize seu tempo de forma melhor, pois seu prejuízo é imenso, tanto para você quanto para sua família.

5. Não clique em anúncios

Principalmente aqueles que prometem ganho fácil, perda de peso fora do normal, eles instalam os famosos adwares que falamos que funcionam como malwares.

6. Remova os vírus de seus eletrônicos e perfis sociais

Para scanear e remover os vírus do computador:

  • Se você tem um PC e usa algum programa Windows, clique neste link para saber o que fazer.

    Advertisement
  • Se você tem um Mac e usa Safari, clique neste link para saber o que fazer.

Para mais instruções sobre como remover os vírus de seu smartphone, clique neste link.

Para mais instruções sobre como remover os vírus de seu tablet, clique neste link.

Para saber como remover vírus do seu pen drive, clique neste link.

Para remover os vírus do Facebook que aparecem no seu perfil caso tenha clicado em algum aplicativo por meio de comentários ou mensagens, clique neste link.

7. Não armazene as informações de cartões de crédito

Quando pagar contas ou fizer compras on-line, por mais seguro que seja o site, não armazene seu número de conta bancária, cartões de crédito ou qualquer outro dado pessoal. A grande maioria das empresas vende seus dados para que você receba propagandas e ofertas de outros produtos.

8. Configure sua Privacidade em cada site que entrar

A exemplo das Preferências de Privacidade que o Facebook oferece, todos os sites, às vezes em letras minúsculas e de difícil acesso, os possuem, e tenha certeza que você escolha a opção que lhe permita compartilhar o menor número de dados pessoais possíveis.

9. Coloque um filtro em seus eletrônicos

Nos computadores, se você já instalou um antivírus e antispyware, estes bloquearão os vírus mais comuns. Mantenha os antivírus atualizados realizando todos os updates necessários.

Para instalar filtros para proteger a família e os filhos, seja nos computadores, smartphones ou tablets, leia o artigo “4 aplicativos de controle dos pais para tablets e smartphones” que traz instruções e ideias ótimas para isso.

10. ATENÇÃO: Se você distraidamente clicou em algum destes e-mails ou vírus com links que infectaram seu computador:

  1. Mude a senha utilizada em contas de banco e cartões de crédito.

  2. Se vir qualquer movimento diferente e não autorizado na sua conta ou cartão, ligue imediatamente para o Atendimento ao Consumidor de cada uma e bloqueie os cartões, abra investigação de fraude via cada empresa e acompanhe os processos de perto.

  3. Se você teve sua identidade roubada – não o RG somente, mas alguém que esteja se passando por você e usando sua identidade e outros documentos para fazer compras e outros acessos, entre imediatamente em contato com algum serviço de proteção ao consumidor, como SEPROC e SERASA e peça para colocarem um alerta de fraude no seu nome e número do CPF que talvez assim ele não seja usado indevidamente. Clique no site Reclame Aqui para mais informações.

Todas essas informações não são exagero.

Lembre-se que até sequestros já foram realizados onde os criminosos roubaram ou simplesmente observaram pessoas on-line.

Quem já teve a identidade roubada ou o nome usado para falcatruas conhece bem o prejuízo, não apenas material, que isso traz. Fique de olho porque todo cuidado é pouco.

Toma un momento para compartir …

C. A. Ayres

C. A. Ayres é mãe, esposa, escritora e fotógrafa, pós-graduada em Jornalismo, Psicologia/Psicanálise. Visite seu website.