Saúde da mulher: Um sintoma urgente que você nunca deve ignorar

Algumas doenças acometem as mulheres e necessitam de atenção, mas este sintoma é talvez o que mais mata mulheres ao redor do mundo e não pode ser ignorado.


Michele Coronetti

As mulheres têm um coração grande, literalmente falando. Ele bombeia aproximadamente 5 litros de sangue para todo o organismo e bate em torno de 110.000 vezes por dia. E esse coração que trabalha tanto por elas às vezes pode dar um pouco de trabalho.

Sintomas como dor no peito, ardência local ou pressão devem ser cuidadosamente investigados por profissionais adequados o mais rápido possível. Pode ser que não seja nada, mas também pode mostrar que há algo errado com seu coração.

Saúde da mulher: 2 sintomas preocupantes de endometriose que você precisa observar

Segundo pesquisas publicadas no Canadian Journal of Cardiology, mulheres precisam parar de achar que a dorzinha no peito não é nada e ignorar este sintoma. Qualquer que seja a intensidade da dor merece uma investigação.

O estudo mostrou que as mulheres, diferentemente dos homens, esperam a dor piorar ou até surgirem outros sintomas antes de procurarem atendimento médico. E este erro pode ser fatal. Sintomas de angina não devem nunca ser ignorados.

No estudo realizado com 31 pacientes cardíacos, foram constatadas seis etapas nos entrevistados após a dor no peito: incerteza, negação, preocupação de familiares, reconhecimento da gravidade, busca do atendimento médico e aceitação. E a grande diferença entre o sexo masculino e o feminino foi que as mulheres demoraram muito mais que os homens na etapa da negação, além de aguardarem os familiares dizerem que algo não está bem.

7 sinais de câncer de colo do útero que as mulheres precisam observar

Mulheres são mais propensas a doenças cardíacas, apesar da grande crença popular de que é um mal do ambiente masculino. Elas também acreditam que o tratamento irá prejudicar sua rotina e que ela fará falta nos vários ambientes em que é necessária como o trabalho e o lar, prejudicando assim a prevenção.

Ainda sobre o estudo, as mulheres que participaram tinham entre 44 e 84 anos. Sendo assim, a idade não é desculpa para a dor no peito ser apenas uma dorzinha. Pode ocorrer cedo ou não. Ao esperar mais um pouquinho, a gravidade pode ser grande e sua vida estará em risco.

Advertisement

Recapitulando, ao sentir uma pressão no peito, ardor, ou uma sensação de aperto talvez esteja na hora de fazer o check up para saber com certeza se tudo está bem com seu coração. A prevenção ainda é a melhor escolha de quem quer ter uma vida um pouco mais longa.

Leia também: 10 exames que toda mulher deve fazer periodicamente

Toma un momento para compartir …

Michele Coronetti

Michele Coronetti é secretária, mãe de seis lindos filhos, gosta de cultura e pesquisas genealógicas.