Repórter quase morre após comer camarão estragado. Saiba como prevenir esta infecção.

Poucas pessoas sabem, mas essa infecção é mais comum que ataques do coração.


Rachel De Castro

Como não amar o SNAPCHAT? Me procurem lá! – Joannadeassis tudo juntooooooooo

A photo posted by JOANNA BANNANA (@joannadeassis) on

Joanna de Assis é jornalista para o programa Bem Amigos da Rede Globo. Ela informou no Twitter que teve um “sumiço” porque estava lutando contra uma bactéria. E no Instagram ela dá mais detalhes do que aconteceu. Ela diz: “…Percebe que por causa de um simples camarão (de um restaurante caro, por sinal) você pode nunca mais ser a mesma.”

“Descobre que se não tivesse saúde de atleta, coração tinindo 100% você poderia não estar postando isso agora,” acrescenta Joanna. Ela diz ter lutado contra uma infecção generalizada chamada septicemia.

A infecção

Este tipo de infecção se chama septicemia e de acordo com o site Minha Vida, septicemia também é conhecia como sepsis, que é uma infecção generalizada grave que se espalha por todo o corpo causada por bactérias, vírus ou fungo, “o que desencadeia uma reação em cadeia que pode provocar uma inflamação descontrolada no organismo.”

Advertisement

A inflamação pode causar danos aos órgãos. Em casos graves a infecção pode ser fatal por causa da queda na pressão sanguínea, chamada de choque séptico. Isso causa a falha de vários órgãos, levando à morte.

De acordo com os site WebMD a infecção por bactéria é a causa principal de Septicemia. A infecção ocorre quando a bactéria entra no corpo, pode ser de forma simples como por uma cutícula machucada.

Quem tem mais riscos

  • Pessoas com o sistema imunológico fraco

  • Bebês muito novos

  • Idosos com problemas de saúde

  • Pessoas que foram hospitalizadas e passaram por operação

  • Pessoas com diabetes

Sintomas

  • Febre

  • Batimento cardíaco rápido

  • Náusea e vômito

    Advertisement
  • Dificuldade para respirar

  • Dores no abdômen

  • Diarreia

Como prevenir

De acordo com o site Consumer Reports há algumas maneiras de prevenir sepsis:

  • Tome vacina

35% dos casos de sepsis acontecem através de pneumonia. Vacinas contra gripe também previnem infecções respiratórias que mais tarde podem se tornar sépticas.

  • Trate de infecções urinárias o mais rápido

Um quarto dos casos de sepsis ocorrem por causa de infecções urinárias.

  • Limpe feridas corretamente

Um a cada 10 casos de sepsis ocorre por causa de uma ferida malcuidada. Lave a ferida com sabonete e água e a cubra bem.

  • Evite infecções em hospitais

A forma mais simples de prevenir uma infecção hospitalar é pedir para que todos que entram no quarto lavem as mãos, incluindo doutores e enfermeiros.

Toma un momento para compartir …

Rachel De Castro

Rachel De Castro é esposa e escritora com formação em ciência política. Acredita que o mundo já tem críticos demais por isso decidiu motivar e inspirar pessoas.