Rafaela Silva: a grande vitória por trás da medalha de ouro

Temos vários motivos para comemorar esta medalha de ouro! Ela superou o racismo e outras dificuldades para chegar ao lugar mais alto do pódio. Inspire-se!


Evelise Toporoski

A carioca Rafaela Silva fez história conquistando a primeira medalha de ouro do Brasil nos Jogos Olímpicos do Rio 2016. Ela nos representou no esporte, mas também tem uma vida parecida com a de muitos brasileiros.

Ela cresceu na comunidade da Cidade de Deus, e desde criança adorava brincar com as outras crianças, principalmente de futebol. Seus pais ficavam preocupados pela menina passar muito tempo na rua, então, quando Rafaela tinha 7 anos decidiram inscrevê-la nas aulas de judô ofertadas pelo Instituto Recreação, fundado pelo ex-judoca e medalhista olímpico Flávio Canto.

Logo, o técnico Geraldo Bernardes percebeu o potencial de Rafaela e disse para a família que mantivesse a menina no projeto, pois ela tinha potencial para se tornar uma atleta da seleção brasileira de judô. E o faro do treinador estava certo, em 2008, com apenas 16 anos, ela venceu uma das etapas da Copa do Mundo de judô e tornou-se campeã mundial sub-20.

Depois dessa primeira conquista, ela não parou mais! Ganhou medalha de prata nos Jogos Pan-americanos de Guadalajara, em 2011. No ano seguinte disputou os Jogos Olímpicos de Londres, mas acabou sendo desclassificada por ter dado um golpe ilegal.

Por este deslize, ela teve que aguentar diversos protestos racistas nas mídias sociais, o que fez com que ela entrasse em depressão e pensasse em desistir do esporte. Ela recuperou-se após um tratamento psicológico, e em 2013 Rafaela conseguiu mostrar todo seu talento levando a medalha de ouro no Pan-Americano de Judô.

Agora, em 2016, ela obteve a conquista máxima de sua carreira: a medalha de ouro nos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro.

Rafaela Silva é mulher, negra, nascida na Cidade de Deus, uma judoca brasileira e medalhista olímpica que dá esperança a cada um de nós em acreditar em nosso potencial. Ela mostrou que com disciplina e muita luta, seja dentro ou fora do tatame, os nossos sonhos podem se tornar realidade.

Advertisement

Em entrevista para o G1 logo após a vitória, Rafaela incentivou: “Que sirva de incentivo para as crianças da Cidade de Deus. Eu saí de lá e sou campeã mundial e olímpica”.

Toma un momento para compartir …

Evelise Toporoski

Jornalista com experiência em redação de jornais e revistas. Mãe e esposa compartilhando experiências de vida!