Querido Diário…

Aprenda algumas dicas para criar o hábito de se manter um diário e ensinar as crianças a registrarem as coisas positivas na vida.


Marcelo Bighetti

O hábito de manter um diário, mesmo que seja “semanário” ou “mensário”, traz inúmeros benefícios, além do fato de manter a história pessoal para as futuras gerações.

Creio que três necessidades surgem, e nos forçam a desenvolver, quando escrevemos um diário.

  1. Primeiramente nosso vocabulário será enriquecido, pois muitas vezes iremos querer escrever uma idéia e teremos que buscar novas palavras.

  2. Em segundo lugar uma introspecção terá lugar, pois estaremos explorando nosso verdadeiro eu.

  3. E por último, e não menos importante (desculpem-me o clichê), o sentimento de ter uma vida melhor, para poder ter mais momentos bons e compartilhar no diário.

Nosso desafio é ajudar os filhos a terem o desejo de manter seus próprios registros pessoais.

Ter seu próprio diário

A melhor maneira de incentivar o filho é compartilhando com ele seu próprio diário. Mostre a ele diferentes situações em seus registros, momentos divertidos, de tristeza, de apreensão, etc. Ele tem que perceber que você sente prazer em escrever no diário, e a partir daí tal desejo pode crescer nele também.

Advertisement

Começar o diário do filho desde a gravidez

O ideal é iniciar o diário do filho assim que se tenha a confirmação da gravidez. Coloque todos os exames, acompanhamento médico, ultrassom, fotos, etc. Além da mãe, o pai também deve escrever, ambos expressando a gratidão pelo filho que está chegando. Compartilhe o diário que fez para ele assim que o filho começar a entender por si mesmo. O desejo que ele terá de continuar a história que você iniciou será bem grande.

Os primeiros rabiscos

Assim que o filho pegou um lápis pela primeira vez e rabiscou algum papel, deixe sempre a mão o diário dele, para que ele faça seus primeiros registros. Quando a criança, no tempo em que possa escrever por si mesma, ver seus primeiros rabiscos, os quais nem lembra que fez, terá um sentimento gostoso e naturalmente desejará continuar registrando.

Escrever juntos

Reserve um tempo em família, pelo menos uma vez por semana, para sentarem juntos e escreverem nos diários. Mesmo que seja apenas quinze minutos.

Presente no Início do Ano

Dê de presente no início de cada ano um caderno personalizado para cada filho, encapado com um tema da preferência dele, o nome, o ano em questão e uma introdução como dedicatória sua. Coloque sempre uma foto dele e da família na época daquele diário, assim ele poderá ver a evolução no decorrer dos anos.

Quem me dera meus pais e avós tivessem mantido um diário.

Toma un momento para compartir …

Marcelo Bighetti

Marcelo Bighetti é brasileiro. Além de escritor de fantasia e ficção científica é designer gráfico. Contato através do email mbighetti@gmail.com ou pelo blog www.marcelobighetti.blogspot.com.