Que seja Natal em sua vida e na de sua família

Vivencie os ensinamentos do Cristo e abra sua casa para que o Aniversariante ilustre participe das comemorações do Natal.


Suely Buriasco

Mais do que um dia a ser comemorado, o Natal deve ser um estado de alma, uma busca interior pela prática dos ensinamentos do Mestre dos Mestres: Jesus Cristo. Trazer o Natal para a própria vida, transformando comportamentos, é o grande desafio dos cristãos. Para tanto é preciso estar atentos em relação à forma de encarar essa data e, também, como transmitir isso aos que nos rodeiam, dando exemplos significativos.

Um exemplo verídico

O Natal se aproxima e, diante das travessuras do menino de apenas 4 anos, a avó distraída diz:

“Olha bem o que você está fazendo; o Papai Noel está lá em cima vendo tudo; pensa bem no seu presente.”

O que o neto responde:

“Vovó quem está lá em cima vendo tudo é o Papai do Céu; o Papai Noel mora no Polo Norte e já comprou o meu presente.”

Essas crianças geniais! Até mesmo nós, os adultos, fazemos confusão e deveríamos nos lembrar do que o Natal não significa.

Um conto de Natal

Havia um conto de Natal que eu costumava ler para meus filhos quando eram crianças, embora não o tenha encontrado mais e não me lembre de seu autor, todos em casa têm a história muito nítida na memória.

Advertisement

Tratava-se de um menino que chegando numa cidade muito grande, ficou maravilhado com a movimentação das pessoas fazendo compras, carregando lindos pinheiros. O menino observava com muita atenção aquele corre-corre incessante e nem percebeu o dia passar. Quando a noite chegou um novo espetáculo o encantou: o colorido piscar das luzes que se misturavam à neve. No entanto, a fome e o frio começaram a incomodar e avistando pela janela de uma linda casa, pessoas comemorando, pensou: “vou participar dessa festa”. Mas foi logo dali dispensado e isso se repetiu nas diversas casas em que bateu; sequer o ouviam, ao avistar aquele menino vestido de forma tão singela, já pediam para que ele fosse embora.

Cansado e muito triste o menino andou muito, saindo da cidade. Foi então que avistou uma casa muito simples e pela janela observou uma família em volta do pai que lia um livro. Meio receoso bateu à porta e a feliz surpresa é que foi muito bem recebido naquela roda familiar; a leitura era da Bíblia. Depois se sentaram todos à mesa e dividiram uma sopa quente e suculenta. Ao terminarem, a mãe fez uma sentida oração agradecendo a Deus, inclusive pela presença do pequeno visitante.

Foi então que aquele menino se fez luz, sorriu e desapareceu envolvo em cores que iluminaram magnificamente toda a casa. A família toda se ajoelhou mudos de encantamento; depois de muito tempo assim, o pai se levantou e disse:

“Nosso Natal é completo: ceamos com o menino Jesus!”

O Espírito do Natal

Importante é encontrar maneiras práticas de trazer o Natal para a vida familiar, de modo que possamos sentir o Cristo ao vivenciarmos os seus ensinamentos, não fazendo da comemoração apenas uma festividade. Abrir as portas do nosso lar para o Aniversariante ilustre é, realmente, poder dizer que Ele está conosco e ilumina a nossa casa.

Que assim seja para você e sua família.

Toma un momento para compartir …

Suely Buriasco

Mediadora de Conflitos, educadora com MBA em Gestão Estratégica de Pessoas, apresentadora do programa Deixa Disso com dicas de relacionamentos. Dois livros publicados: “Uma fênix em Praga” e “Mediando Conflitos no Relacionamento a Dois”.