Psiquiatras CONFIRMAM que as crianças que dormem tarde correm mais risco de desenvolver estes tipos de transtornos mentais

A hora em que seus filhos se deitam, impactará em sua saúde mental enquanto crescem.

Emma E. Sánchez

Todas as mães reconhecem a importância do sono no desenvolvimento das crianças, não é por acaso que existe a crença de que “as crianças acordam maiores”, e certamente é bastante comprovável, pois as crianças crescem enquanto dormem; mas não somente o crescimento é favorecido, mas outros processos mentais e fisiológicos também são beneficiados quando as crianças dormem bem e por tempo suficiente.

Quando eu era pequena, lembro que minha mãe nos mandava dormir e não se discutia: simplesmente, dormíamos. Depois, eu, já mãe, me lembro de fazer todo um ritual com minhas filhas pequenas para que fossem para a cama: tinha que tomar banho, pôr o pijama, ler histórias uma ou duas vezes, apagar as luzes e depois decretar que ninguém saísse do quarto sob qualquer pretexto. Agora, vejo as mães jovens e, que terror! As crianças mandam os pais irem dormir!

Com o avanço da tecnologia, tem ocorrido um fenômeno muito interessante: os pais mandam seus filhos irem dormir, mas não se dão conta que, uma vez que estão em seu quarto, ligam seus equipamentos eletrônicos, se conectam à internet e ficam, assim, encontra de madrugada, jogando ou navegando na rede e, obviamente, alterando seus ciclos de sono.

Há poucos dias, uma página da internet deu a conhecer que este mau hábito nas crianças, (e eu diria que também nos adultos) de ir dormir tarde, está causando grandes estragos na saúde mental dos pequenos.

O Psiquiatra José Ferreira Belisario reconhece que as crianças que dormem pouco mostram falta de concentração, mais ansiedade e outros transtornos.

Advertisement

Por que o sono é tão importante?

Enquanto a criança dorme, o hormônio do crescimento realiza suas funções, especialmente quando o sono está em seu quarto estágio ou sono muito profundo, isso significa que, se a criança dorme tarde, o hormônio simplesmente não terá a oportunidade de funcionar adequadamente.

Da mesma forma, sabe-se que, se uma criança não dorme bem, no dia seguinte, seu rendimento será muito menor, afetando também seu desempenho acadêmico.

O que podemos fazer como pais?

Primeiramente, reconhecer que temos um problema de saúde se nossos filhos não vão para a cama na hora certa, este é um desafio muito importante e para consegui-lo temos as seguintes sugestões:

Estabelecer rotinas

Fazer o dever de casa, brincar, ver TV, jantar, tomar banho e ir para a cama em horários regulares, habitua o corpo e a mente e cada dia será mais fácil fazê-lo.

Criar um ambiente agradável e relaxante

A partir de certa hora, já não deve haver ruídos estridentes ou música em volume alto, mas um ambiente que convide à paz e tranquilidade.

Advertisement

Outro ponto interessante é usar a cama só para dormir, isto é, que não se façam tarefas escolares ou outras atividades na cama, isto com o único propósito de que a criança relacione a cama com descanso e sono, assim quando colocar a cabeça no travesseiro, ela adormece.

Apagar as luzes

Nada de luzes que simulem o dia, utilizem luzes fracas e,uma vez na cama, apagar a luz para que a melatonina faça seu trabalho. Dormir no escuro total é bem melhor que com alguma luz.

Jantar leve

Sobrecarregar o estômago provoca enjoos e até pesadelos!

Garantir segurança e confiança

Se, durante o dia, houve acontecimentos desagradáveis, problemas ou algo ainda mais grave, é preciso primeiro conversar com a criança, ajudá-la a entender e processar o que aconteceu, caso contrário, haverá sonhos inquietos, monstros, lágrimas e recusa a dormir.

Reserve um tempo para ler uma história, conversar com calma, orar e beijar seu filho. Meu pai sempre dizia: “Que sonhe com os anjinhos” e muitas vezes foi verdade.

Advertisement

Ser um exemplo

Ao cuidar também de seus hábitos de descanso, você se sentirá muito bem!

Se, depois de fazer tudo isto, o seu filho tiver dificuldade para adormecer, para dormir completamente ou tiver terrores noturnos, procure mais informações com especialistas em distúrbios do sono.

Aqui, o mais importante é tomar em suas mãos a situação e cuidar. Lembre-se: a saúde emocional e mental de seus filhos está em suas mãos.

Traduzido e adaptado por Stael Pedrosa do original Psiquiatras CONFIRMAN que los niños que se acuestan entre estas horas corren más riesgo de desarrollar estos tipos de trastornos mentales

Toma un momento para compartir ...

Emma E. Sánchez

Casada y madre de tres hijas. Interesada en el fortalecimiento y formación de la mujer, la familia y el hogar.