Por que seu casamento está em perigo?

A maioria dos casais parece que brigam por coisas sutis. Aqui está uma pequena amostra do que poderia estar causando dor em seu casamento.


Ben Luthi

O casamento é uma coisa complicada. Quando um jovem casal se une em seus votos, as expectativas e a promessa de seguirem juntos por toda a vida são elevadas. Mas após a fase de lua de mel, as coisas começam a se tornar mais confortáveis e o perigo do egoísmo e indiferença vai substituindo o amor altruísta e o investimento inicial no relacionamento. Aqui estão algumas coisas a considerar caso você esteja tentando determinar se o seu casamento está em perigo.

1. Dinheiro

Quer você opte por combinar seus ativos ou mantê-los em separado, é absolutamente imperativo que você verifique se ambos estão na mesma sintonia. Se não houver nenhuma comunicação sobre os gastos, poupança, orçamento ou metas, as coisas só vão piorar. Também é importante considerar que há mais motivos para os desacordos do que apenas o dinheiro.

2. Hobbies

Se você gosta de sentar-se e desfrutar de uma maratona de futebol no domingo ou passar o sábado em compras com as amigas, tudo bem. Como um casal, é importante que vocês ainda mantenham a identidade individual. Mas o problema surge quando o seu hobby ocupa tanto tempo que vocês nunca conseguem fazer nada juntos. Não se torne tão absorto em si mesmo a ponto de se esquecer da pessoa que você gosta mais. Faça um esforço para satisfazer o seu cônjuge em relação aos seus hobbies. Você não tem que gostar do que ele gosta, mas você pode acompanhá-lo para mostrar ao seu cônjuge que você o ama.

3. Infidelidade emocional

Seu casamento não é perfeito, mas deve ser um porto seguro onde ambos os cônjuges possam ser abertos e edificar um ao outro emocionalmente. Se você não é assim com o seu cônjuge, tome isso como uma oportunidade para uma profunda autorreflexão. Será que o outro se sente seguro em falar com você sobre seus sentimentos?

Em contrapartida, você foi além de seu cônjuge e escolheu outro alguém para ser seu confidente? O processo de desenvolver harmonia emocional não é fácil, mas o resultado é celestial.

4. Namoro

Namoro após o casamento é um tema frequentemente discutido nos círculos religiosos, e por boas razões. É importante para cada um continuar a namorar ao longo de todo o seu casamento, a fim de manter a chama viva. Se o namoro em seu casamento é inexistente, inverta isso. Certifique-se ter sempre uma reserva de dinheiro para saírem juntos todos os meses, e reviver alguns dos antigos modos que vocês usavam para surpreenderem um ao outro com mensagens de amor ou flores.

5. Comunicação

A comunicação é uma obrigação em um casamento feliz, mas a forma mais importante é a de comunicar seu amor. Não basta esperar que o seu cônjuge “saiba” que você o ama. Diga isso todos os dias. Várias vezes por dia. Além disso, demonstre com a sua linguagem corporal. Maridos abram as portas para suas esposas. Esposas reconheçam os esforços de seus maridos em prover para o lar. Cada um diga ao outro “eu te amo”, tantas vezes quanto puderem.

Advertisement

6. Para finalizar

Seu casamento é precioso – ou pelo menos deveria ser. Enquanto estas são apenas algumas pequenas amostras dos problemas que podem causar crises conjugais, o traço comum em cada uma delas é o egoísmo. O casamento não é um projeto de 50-50. Ambos os cônjuges precisam dar 100 por cento. E se você acha que o seu cônjuge não está dando 100 por cento, em vez de usar isso como uma desculpa para dar menos, use como uma oportunidade de demonstrar o seu amor.

_Traduzido e adaptado por Stael Pedrosa Metzger do original Why your marriage is on the rocks

Toma un momento para compartir …

Ben Luthi

Ben graduou-se recentemente pela Universidade Brigham Young e mora com sua esposa, Kilee, e seu cachorro, Paisley, em Arkansas. Ele tem paixão por finanças pessoais, esportes e por aprender.