Pensando nos meus filhos: Vantagens da separação consensual

Descubra como a opção por um acordo na separação pode mudar o rumo da vida dos seus filhos e evitar danos e feridas maiores.


Cibele Carvalho

Meu casamento não deu certo, mas eu quero o bem-estar dos meus filhos, quero resolver toda essa situação sem que haja feridas nos sentimentos das crianças, não quero deixá-los traumatizados.

Se você é um pai ou uma mãe que está passando por esse momento delicado em sua vida, descubra a seguir maneiras de proteger os seus filhos dessa separação.

1. Conciliação

É sem dúvida a maior e melhor vantagem do consentimento realizado pelos pais. A composição ensina muitas coisas aos filhos além de ajudar na agilidade de muitas outras decisões que se forem definidas por uma separação litigiosa podem levar bem mais tempo.

Algumas palavras sinônimos de acordo, indicam por si só os valores que passaremos para nossos filhos.

Acordo igual a: amizade, comunhão, harmonia, equilíbrio, sabedoria.

2. Pensão alimentícia já fica definida

Consensual: Como esse tipo de separação pode até mesmo ser feita administrativamente em um Cartório de Notas e Títulos, com um termo de acordo assinado por ambos os pais e por um advogado, a pensão estipulada já deve ser paga no mês seguinte do acordo, pois fica convencionada dessa forma.

Litigiosa: Os prazos para prosseguimento dos processos no judiciário estão se alargando, dessa forma pode levar meses ou ano para que se decidam exatamente os valores e prazos para pagamento, deixando seus filhos à deriva dessa situação se acaso precisarem de algo que sozinho você não possa lhes oferecer financeiramente.

Advertisement

Leia também: Como se calcula a pensão alimentícia dos filhos

3. Guarda dos filhos já estipulada

Consensual: A principal vantagem dessa escolha é que as decisões concernentes aos filhos sempre ficarão ao encargo dos pais, que escolheram o responsável pela guarda dos filhos, podendo os filhos ficarem com o pai, com a mãe, ou mesmo com ambos.

Litigiosa: Nesse processo são ouvidas testemunhas, requeridas provas por ambas as partes, as crianças são ouvidas e colocadas à exposição. Sendo que no final de tudo, o juiz quem decide através de uma sentença o futuro de seus filhos, sem conhecer a totalidade da situação como você e seu ex-cônjuge conhecem.

4. Tempo e prazo para as visitas

Consensual: Como haverá concordância entre ambos os pais, nesse caso podem ser evitados muitos problemas e aborrecimentos para você, e principalmente para seus filhos, pois não ocorrerão interrupções repentinas na rotina e nas atividades programadas, pois os dias e as horas de visitas já estarão esclarecidos e combinados.

Litigiosa: Os horários para visitas podem demorar a ser convencionados, impedindo que uma rotina seja praticada ou continuada, o que pode ocasionar contratempos, discussões e brigas na presença dos filhos, e por causa dos filhos, que sofrerão muito com isso.

5. Despesas e custos menores

Consensual: Para realizar a separação consensual haverá os gastos com os honorários de um advogado que precisa assinar o acordo feito pelos pais, e também os valores das custas do processo, que são variados conforme cada Estado.

Litigiosa: Os valores gastos são bem mais caros nesses casos, pois um advogado sempre cobra a cada ato que precisa desenvolver no processo ou participar, nesses casos, o mesmo valor que um advogado cobraria para assinar o termo de acordo, cobra-se para simplesmente começar a ação, fora os demais custos que em cada audiência são necessários e cobrados.

Todos nós que somos pais lutamos diariamente para que nossos filhos tenham o que há de melhor na vida, mudamos por eles, morremos por eles se necessário, mas valor maior tem em se viver diariamente pelos filhos, esquecer-se de si mesmo em prol da nossa prole, deixar reinar a paz e não o egoísmo.

Toma un momento para compartir …

Cibele Carvalho

Bacharel em Direito, Mediadora e Conciliadora de Família, realiza palestras para noivos e recém-casados sobre relacionamentos, especialista em Psicologia Jurídica, esposa, mãe e genealogista.