Paralisia facial: Problema que atinge 80 mil brasileiros por ano

Veja, numa excelente reportagem, o que é paralisia facial, e veja também que na maioria dos casos, felizmente, esse mal é temporário e pode ser revertido.


Luiz Higino Polito

A paralisia fácil, conforme pode ser visto numa matéria do Fantástico, é muito mais comum do que se pensa. Eu mesmo já passei por isso, quando saí de perto de uma churrasqueira, e tomei uma rajada forte de vento frio: o lado direito do meu rosto entortou, causando-me bastante preocupação. No meu caso, busquei informações a respeito, e com exercícios, felizmente, em poucos dias, meu rosto voltou ao normal, não deixando sequelas.

Em casos mais graves, quando se trata de problemas mais sérios, como os citados na reportagem, vírus de Herpes, Herpes zoster, ou vírus da Catapora, podem atacar nervos da face e a recuperação, na maioria desses casos, pode demorar meses ou mesmo anos.

Até o falecido piloto de Fórmula 1, Airton Senna, sofreu de uma paralisia facial do lado esquerdo, mas logo se recuperou.

Nem todos, porém, escapam das sequelas desse mal, quando o caso de paralisia facial é mais grave.

Novos tratamentos para a paralisia facial

Da Holanda vem grande esperança, com novos tratamentos para essa enfermidade.

Uma repórter da Rede Globo, que fez a citada reportagem, foi uma das atingidas pela paralisia facial, e fez um tratamento de 3 anos em Amsterdam, com excelentes resultados.

Na reportagem, você pode aprender o que é, e veja também dicas de exercícios para se tratar. Se o problema persistir por muitos dias, procure um médico.

Advertisement
Toma un momento para compartir …

Luiz Higino Polito

Casado, pai de três filhos e avô de quatro netos, estudei oratória e didática. Gosto muito de escrever. Profissionalmente, sou músico e tenho um Sebo Virtual, onde vivo com minha esposa e cercado de livros!