Os opostos se atraem, mas não por muito tempo

Os opostos com certeza se atraem, mas não conseguem ficar juntos por muito tempo.


Michele Coronetti

De acordo com a ciência, mais especificamente no campo da Física, os opostos se atraem. É isso que diz a Lei de Coulomb. Já na vida romântica, isso também pode acontecer. São muitas as pessoas que ao comentar uma nova paixão repetem a frase. Porém, há uma grande diferença entre a lei e o romance: para os enamorados, os opostos se atraem, mas por pouco tempo.

Em relacionamentos amorosos, quando um é completamente diferente do outro até poderá surgir uma atração, o que fará com que ambos pensem em amor verdadeiro, afinal, as diferenças entre si se completam como é possível verificar nos filmes e na literatura romântica. Mas, não é bem assim. Normalmente as pessoas que buscam alguém para completar a si mesmas têm baixa autoestima e dificuldades para se relacionar com outra pessoa.

Para quem busca um relacionamento duradouro, escolher alguém completamente diferente não será uma boa ideia. O aprendizado com o oposto será interessante, porém chegará um momento em que discussões serão inevitáveis e cada um escolherá seguir o seu caminho, já que o outro não tem os mesmos objetivos nem tenciona mudar seu estilo de vida.

De acordo com este artigo, alguns dos principais problemas que podem surgir com o casal são:

1. Falta de empatia

É muito difícil uma pessoa entender a outra com situações e problemas não enfrentados e mentalidades divergentes. A necessidade da empatia em um relacionamento é muito grande e o desentendimento pode fazer o amor morrer.

2. Convivência

Hábitos completamente opostos trarão brigas e problemas no dia a dia. Descontentamento com objetivos alheios também influenciarão no desamor.

3. Tédio

Depois de conhecer a pessoa o encantamento vai sumindo e dará lugar a um vazio, pois os gostos e interesses de cada um são completamente diferentes.

Advertisement

4. Afastamento

Ele acabará vindo uma hora. O parceiro deixará de ser interessante, cada um buscará seu caminho individual para sua própria realização e nessa caminhada podem encontrar alguém semelhante com interesses e objetivos de vida compatíveis.

5. Valores familiares

Um casal oposto dificilmente conseguirá ter as mesmas ideias educacionais para os filhos e para as regras do lar.

Encontrar uma outra pessoa exatamente igual é uma tarefa impossível. Pequenas diferenças como time de futebol, culinária e estilo musical não precisam ser determinantes para a desistência do relacionamento. Na verdade, elas até fortalecem um ao outro, proporcionando brincadeiras divertidas e possibilidade de conhecer um outro tempero e até gostar. Quando as divergências forem nos valores, objetivos de vida e interesses, aí sim que os problemas poderão surgir.

Compartilhar dos mesmos gostos e interesses também não pode ser entendido como previsão de um relacionamento perfeito e duradouro. É preciso trabalhar para que o amor seja sempre nutrido e persevere. E isso fica muito mais fácil de ser realizado quando ambos têm interesses e objetivos semelhantes.

Quanto mais afinidades com o parceiro, mais duradoura a possibilidade de a atração se transformar em amor real, e caso ambos trabalhem juntos para construir o relacionamento, ele trará alegrias e continuará por tempo indeterminado.

Toma un momento para compartir …

Michele Coronetti

Michele Coronetti é secretária, mãe de seis lindos filhos, gosta de cultura e pesquisas genealógicas.