O que a ressurreição de Jesus significa na sua vida

Celebramos a Páscoa com ovos e coelhos, mas o que a ressurreição significa em sua vida? Aqui a resposta.


C. A. Ayres

Depois de algumas experiências onde tive a oportunidade de conhecer mais meu Salvador e aprender sobre Sua missão nesta terra, sou imensa e especialmente grata por Sua Ressurreição.

Jó fez uma pergunta universal: “Morrendo o homem, porventura tornará a viver?” Jó 14:14

Na manhã do terceiro dia, Maria Madalena e outras mulheres fiéis foram ao sepulcro com unguentos para completar a unção uma vez que o corpo do Senhor havia sido colocada rapidamente no sepulcro devido ao sábado que se aproximava. Em João 20, temos:

“Por que buscais o vivente entre os mortos?

Não está aqui, mas ressuscitou. Lembrai-vos como vos falou, estando ainda na Galileia, dizendo: Convém que o Filho do homem seja entregue nas mãos de homens pecadores, e seja crucificado, e ao terceiro dia ressuscite”.

Maria então, olhou para dentro do sepulcro e viu que o corpo do Senhor havia desaparecido. Ela então correu contar aos apóstolos conforme fora instruída, e Pedro e João correram e confirmaram que o sepulcro estava vazio.

Pedro e João se foram, mas Maria ficou ali, chorando. Então, os anjos novamente apareceram:

Advertisement

“Mulher, por que choras? Ela lhes disse: Porque levaram o meu Senhor, e não sei onde o puseram”.

Naquele momento, o Salvador ressuscitado, que estava de pé atrás dela, falou, dizendo: “Mulher, por que choras? Quem buscas? Ela, cuidando que era o hortelão, disse-lhe: Senhor, se tu o levaste, dize-me onde o puseste, e eu o levarei”.

“Disse-lhe Jesus: Maria! Maria então reconhecendo Seu Senhor, disse ‘Raboni’, significando: meu Amado Mestre”

D. Todd Christofferson disse: “O Salvador não depende de alimento ou de água ou de oxigênio ou de qualquer outra substância, poder ou pessoa para viver. Tanto como Jeová quanto como o Messias, Ele é o grande Eu Sou, o Deus que existe por Si mesmo. Ele simplesmente é, e sempre será. “

Como reconhecer a necessidade de Sua ressurreição em nossa vida?

1. Graças a Ele estamos aqui, tivemos a oportunidade de vir a esta terra e formar nossa família.

Não importa nosso poder econômico ou se tivermos uma vida mais fácil ou mais difícil. O que importa é como colocamos Seus ensinamentos em prática, como escolhemos nossas atitudes perante as situações, como vivemos nossa vida e aplicamos nossas escolhas para nosso crescimento e o bem de nossa família.

2. Graças a Ele e Sua Ressurreição podemos recomeçar todos os dias e fazer melhores escolhas.

Trabalhar por um mundo melhor. A partir de hoje podemos reconciliarnos, pedir perdão, perdoar uma vez, sete vezes, setenta vezes sete. Podemos corrigir todas as nossas falhas, falhas em relação aos outros, falhas de personalidade.

3. Se dermos o nosso melhor, o Senhor completará nossos esforços.

A partir de hoje, porque Ele o fez há 2000 anos atrás, nós podemos consertar o que está errado e recomeçar, de novo e de novo. Segundas, terceiras, infinitas chances.

4. Nós não somos perfeitos, mas Ele e somente Ele nos proporcionou a oportunidade de aprendermos com nossos erros e tentar de novo, para nos aperfeiçoarmos e ser como Ele é.

Nosso arbítrio é o presente mais valioso que temos de nosso Pai Celestial, e Seu Filho Jesus Cristo tornou possível, através de seu sacrifício e expiação, que pudéssemos experimentar as consequências de nossas próprias escolhas, para que pudéssemos crescer e aprender a ser como Ele é.

5. Graças a realidade da Ressurreição de Cristo, que traduz que a morte não é nosso fim, um dia veremos a Deus.

Ele nos deu esse privilégio de começar de novo a cada dia e fazer melhor que antes. Se não fosse a ressurreição, não existiria salvação. Estaríamos à mercê das tentações que o inimigo nos infringe todos os dias, sem a chance de sequer aprendermos com nossos erros, arrependermo-nos e progredirmos como filhos de Deus.

Advertisement

A ressurreição é um presente dado incondicionalmente a todos nós, quer creiamos n’Ele ou não, através de Seu amor, quer aceitemos esse amor ou não. Ele nos proporcionou isso, e talvez não entendamos agora a necessidade que temos dela, mas um dia, mesmo de joelhos, reconheceremos e confessaremos que Ele foi e é o Cristo.

Que possamos não desperdiçar tamanho Amor real e eterno, e, a partir de hoje, decidir colocar em prática o que sabemos e buscar melhorar para que possamos viver em harmonia com Ele, para sempre.

Assista também: Ele ressuscitou

Toma un momento para compartir …

C. A. Ayres

C. A. Ayres é mãe, esposa, escritora e fotógrafa, pós-graduada em Jornalismo, Psicologia/Psicanálise. Visite seu website.