O melhor conselho sobre casamento que você jamais receberá

Um dos motivos mais comuns para desentendimentos na vida é também um dos maiores problemas no casamento.


Stael Ferreira Pedrosa

As relações humanas são sempre problemáticas devido às interações. Só não haveria problemas se ninguém pensasse ou falasse. Por isso sempre que duas (ou mais) pessoas interagem, existe o conflito.

A causa pode residir na comunicação deficiente e na falta de empatia. Muitas vezes ao conversar com alguém assumimos que a pessoa que nos ouve sabe o ponto onde nosso pensamento está como se estivesse dentro de nossa mente. A menos que quem nos ouve tenha poderes extrassensoriais, a probabilidade é que o outro não saiba do que estamos falando.

Um dos melhores conselhos que você recebeu sobre casamento pode ser o pior

Imagine a seguinte situação:

Um casal está na sala de TV. Ele assiste a um filme e ela pensa sobre algo que aconteceu no dia. Do nada ela pergunta: E se eu tivesse agido diferente? O marido olha para ela sem entender nada e ela emenda: o que teria acontecido? Imagine o tamanho da interrogação acima da cabeça do marido.

E isso se apresenta em muitas outras áreas do relacionamento humano. Supomos que aquilo que nos agrada irá agradar ao outro, ou que aquilo que não gostamos, o outro também não. Infelizmente isso é mais comum do que se pensa e pode trazer conflitos entre as pessoas até mesmo entre as que se amam.

Quando um casal tem muitos anos de casamento já quase não enfrentam mais esse tipo de problema, mas para chegarem ao “muitos anos de casamento”, tiveram que conhecer e respeitar o modo de ser e as peculiaridades um do outro.

Muitas diferenças podem ser percebidas ainda no namoro e trabalhadas como, por exemplo, um gostar de sair e encontrar pessoas, ter uma vida social ativa e outro ser mais reservado e gostar de ficar em casa. Mas diferenças mais sutis podem ficar imperceptíveis por algum tempo e ser uma surpresa.

Advertisement

Uma boa maneira de evitar problemas é conhecer o outro bem antes de se casar, conversarem bastante e respeitarem as diferenças. Para serem parceiros os dois não precisam ser iguais. Crescemos nas diferenças e no respeito a essas diferenças.

Então chegamos ao melhor conselho para se evitar crises, problemas e aprender a respeitar-se mutuamente:

“Quando se casar, não tente transformar seu cônjuge em você”

Para isso alguns comportamentos devem ser eliminados:

  • Esperar que o outro adivinhe o que você está querendo ou pensando ao invés de comunicar-se claramente

  • Querer que tudo seja feito à sua maneira

  • Achar que está sempre certo

  • Esperar que o outro sempre concorde com o que você pensa ou diz

  • Querer que o outro goste das mesmas coisas que você gosta

  • Cozinhar o que você adora e emburrar quando seu par não gosta

  • Supor que todas as suas surpresas vão alegrar imensamente o outro

    Advertisement
  • Esperar que o outro reaja aos problemas da mesma maneira que você

Seria possível listar muito mais situações a serem evitadas, mas essas costumam ser as mais comuns.

Navegando na internet li o relato de um homem que dizia:

“Dia desses perguntei a minha esposa se ela gostaria de ir comigo em uma caminhada. O dia estava frio e chuvoso. Eu, pessoalmente, adoro a chuva, então descobri que ela gostaria de andar na chuva como gostaria de ser chicoteada. Ou seja, de maneira alguma. Quando está chovendo, ela gosta de ficar dentro de casa e bem agasalhada. Mas, para mim vento, chuva e frio são divertidos. Eu acabei por chateá-la, porque eu não conseguia entender como ela não gostaria de ir comigo. Eu pensei, eu gosto tanto, por que ela não gosta? Simples, é porque ela não é ‘EU’.”

Lembre-se: seu cônjuge não é você! Você não se casou consigo mesmo. Ele é outra pessoa e deve ser visto dessa maneira. Vocês podem ter muitos pontos em comum, mas não vão ser um em todos os momentos. Isso é saudável. Tente ser companheiro e apoiar seu cônjuge naquilo que lhe agrada sem forçar ou fazer trocas. Seja você mesmo e deixe seu amor ser quem ele/ela é e tenha um casamento mais rico e mais feliz.

O mais estranho conselho conjugal que irá salvar sua relação

Toma un momento para compartir …

Stael Ferreira Pedrosa

Stael Ferreira Pedrosa é escritora free-lancer, tradutora, desenhista e artesã, ama literatura clássica brasileira e filmes de ficção científica. É mãe de dois filhos que ela considera serem a sua vida.