Não existem mães perfeitas, mas existem muitas maneiras de ser uma boa mãe

Muitas vezes, as mães pensam que elas precisam se encaixar em um certo modelo para ser uma boa mãe. Mas, não há apenas uma maneira de ser uma boa mãe.


Wendy Jessen

Muitas vezes, as mães pensam que elas precisam se encaixar em um certo modelo para ser uma boa mãe. Mas, não há apenas uma maneira de ser uma boa mãe.

Você estava se sentindo para baixo, deprimida ou até mesmo ranzinza no dia das mães? Será que é por que as suas expectativas para o dia não foram cumpridas? Talvez você seja como quase todas as outras mulheres que sentem que elas são a única mãe imperfeita e que não ha nada especial para comemorar. Aqui estão algumas simples verdades dignas de comemoração:

Não existem mães perfeitas

Nem uma. Nem mesmo as que parecem perfeitas são perfeitas. Mas há muitas mães muito boas – e elas são todas boas a sua própria maneira. Todas as mulheres são dignas de ser valorizadas e amadas.

Pare de se concentrar em seus defeitos

Todos nós cometemos erros, mas não precisamos nos focar neles. Livre-se disso. Faça mudanças se for necessário, e siga em frente.

Concentre-se nas coisas boas que você ESTÁ fazendo

Talvez você leia para seus filhos quase todos os dias. Talvez você cozinhe refeições para sua família na maioria das noites. Ou você ajuda outras mulheres com seus filhos toda semana. Algumas mulheres são muito boas em perceber e satisfazer as necessidades dos outros. Muitas mulheres têm ótimos conselhos para oferecer. Algumas mães são excelentes ouvintes ou podem se relacionar bem com os outros.

Se você tropeçar hoje, levante-se e comece de novo amanhã

Um momento ou dia ruim não faz de você uma mãe ruim. Tente quantas vezes você precisar para acertar. Tudo bem, não somos perfeitas.

Pequenos esforços importam

Um livro com o título, “O mito da mãe: Porque mesmo nossos menores esforcos sao importantes” pela autora DeAnne Flynn traz histórias de mães que provavelmente pensaram que seus esforços foram insignificantes. Para aqueles que foram beneficiados, estes pequenos esforços fizeram toda a diferença. O importante é dar o que você pode, e saber que esses esforços são suficientes.

Advertisement

Seus filhos realmente acham que você é a “melhor mãe do mundo”

As crianças além de serem dolorosamente honestas, também sempre perdoam. Elas amam você, apesar dos defeitos, porque você as ama. Elas sabem que você está fazendo o seu melhor.

Entenda que o que nós fazemos é suficiente, mesmo que nós não sejamos perfeitas. Não existem mães perfeitas, mas existem muitas mães boas.

_Traduzido e adaptado por Sarah Pierina do original undefined, de undefined.

Toma un momento para compartir …

Wendy Jessen

Em seu "tempo livre", ela gosta de ler (ou ouvir livros de áudio uma vez que ela não tenha tempo para ler), escrever, bloggar, exercitar-se, ensinar a língua de sinais, interpretar para surdos, e passar tempo com seu belo hubbie, Rick. É autora de vários e-books, inclusive, "Positive Parenting: Desenvolvimento de Disciplina sem gritar, irritante, Spanking ou Time-Outs" (www.firstratefamily.com), "Língua de sinais para Bebés e além", (www.signing4babies.com), "Tradições e Rituais felizes de família" e "Celebrando a maternidade", (www.celebratingmother.com) Você pode se inscrever on-line para o boletim gratuito "Positive Parenting" em www.firstratefamily.com