Meu casamento precisa de ajuda e eu não sei mais o que fazer

Seja você homem ou mulher que se encontra nesta situação, este artigo é para você.


Suely Buriasco

Quando os cônjuges sentem que já fizeram tudo o que podiam e, mesmo assim, não conseguem gerir a crise que vivem no casamento, precisam decidir buscar ajuda o quanto antes. Muitas vezes, envolvidos em pensamentos sombrios, provocados pelo desgaste pessoal e da relação, não sabem como fazer isso e os problemas se complicam muito.

Você já tentou tudo?

Acho importante, antes de prosseguirmos, que você reflita sobre o que está acontecendo e se, realmente, você não sabe mais o que fazer ou se está se deixando levar pelo desânimo. Temos uma tendência a desejar que outras pessoas resolvam os nossos problemas, claro que podemos ser ajudados, mas, efetivamente, só nós mesmos somos capazes disso. Talvez ainda haja muito a ser feito e, nesse caso, tomar a iniciativa é muito recomendável.

Reflexão

Responda para você mesmo as seguintes questões:

  • Você tem agido com humildade ou seu orgulho anda exacerbado?

  • Tem sido afetuoso(a) com o seu cônjuge?

  • Já buscou dialogar com sinceridade?

  • Ouviu seu cônjuge, visando compreendê-lo?

    Advertisement
  • Abriu seu coração?

É muito provável que sua resposta tenha sido “não” para essas perguntas e, se foi assim, você ainda não esgotou suas possibilidades de salvar seu casamento.

“Não consigo”

Agora, se depois dessa reflexão você ainda achar que precisa de ajuda, tudo bem, não se amofine por isso. É muito comum que em situações de crise a ajuda de terceiros seja necessária. A boa notícia é que existem muitas opções que podem ajudar você a entrever novas possibilidades para melhorar o seu relacionamento conjugal.

Pensemos em algumas:

1- Falar com amigos e familiares

Claro que as pessoas que lhe querem bem terão as melhores intenções para ajudar você, mas é preciso ter muita cautela ao buscar ajuda deles. Como gostam muito de você é comum que não consigam ser imparciais e isso pode ser um grande problema; conselhos comprometidos com mágoa e ressentimentos nunca são saudáveis.

2- Buscar força interior

Isso é imprescindível na vida de qualquer pessoa; quando estamos bem nossa força interior nos impulsiona a conquistas maiores e quando surgem os problemas é essa mesma força que nos revigora. Leituras instrutivas, atitudes edificantes, práticas religiosas são grande fonte dessa energia.

3- Procurar um mediador

Quando os canais de comunicação se fecham e o casal não consegue qualquer entendimento, a busca de um profissional imparcial é uma solução muito interessante. O mediador de conflitos não vai resolver o problema, mas pode facilitar a compreensão e ainda o estabelecimento de acordos entre os cônjuges.

4- Fazer um treinamento

Profissionais como “personal life” e “coaching” são capazes de fazer treinamentos com o objetivo de auxiliar pessoas a melhorar suas vidas pessoais. É uma forma de detectar dificuldades e aprender a lidar com elas.

5- Fazer terapia de casal

Segundo a matéria: “A terapia de casal tem por objetivo ajudar no relacionamento que não vai bem, centralizando no relacionamento conjugal e amoroso, ajudando a muitos casais a resgatarem a alegria, a cumplicidade perdida ao longo do tempo, melhorando a comunicação, aliviando problemas sexuais, restabelecendo o vínculo emocional e afetivo, desenvolve habilidades necessárias para resolução de problemas”.

O fato é que enquanto o casamento é uma realidade, muito há que se fazer em prol de renovar a relação e buscar alegria e satisfação.

Advertisement
Toma un momento para compartir …

Suely Buriasco

Mediadora de Conflitos, educadora com MBA em Gestão Estratégica de Pessoas, apresentadora do programa Deixa Disso com dicas de relacionamentos. Dois livros publicados: “Uma fênix em Praga” e “Mediando Conflitos no Relacionamento a Dois”.