Evitando o adultério: Por que não é sábio comparar sua esposa à outra mulher

Veja neste artigo o que o marido pode fazer para ajudar sua esposa a cuidar mais da própria aparência, em vez de criticá-la ou compará-la a outra mulher.


Erika Strassburger

Alguns homens acabam caindo na cilada das comparações e não percebem que o perigo os está rondando. Eles veem ou passam a conviver com uma mulher mais jovem ou atraente, e começam a olhar para sua esposa com desdém. Desejariam que sua mulher fosse como aquela ou que ainda fosse tão esbelta e bela como era quando se casaram. Em vez de pararem imediatamente de cobiçar a outra mulher, começam a racionalizar. Começam a achar que foram lesados. Que merecem “algo” melhor.

Amigo, comparar sua mulher à outra “com tudo em cima” pode ser uma atitude muito cruel. Ela é a mãe dos seus filhos, a sua companheira, aquela que tem estado ao seu lado nos momentos bons e ruins. Ela não pode ser comparada a qualquer outra mulher, pois tem uma história de vida pessoal e uma genética familiar. Tem coisas que ela simplesmente não pode mudar.

Se você está fazendo pouco caso do que ela representa, gostaria que parasse nesse instante. Agora, acompanhe o meu raciocínio:

Como esposa e mãe, ela tem mil preocupações

Cuidar dos filhos, da casa, das roupas, da alimentação, do trabalho e de várias outras coisas, além de si mesma. Depois que uma mulher se torna mãe, o altruísmo impera. Isso significa que ela põe a família em primeiro lugar. O tempo e a energia que restam, ela dedica a si mesma. E será que sobra muito tempo e energia? Pense no seguinte:

  • Ela geralmente dorme menos que todos na família. Acorda várias vezes à noite para ver se os filhos estão cobertos, se a porta foi trancada ou se o despertador foi ajustado.

  • A sua pele não é das melhores, pois dormir pouco afeta a pele diretamente.

  • Depois que a mulher tem filhos, sua barriga dificilmente voltará a ser a mesma. Ela terá flacidez e estrias. É, na maioria dos casos, inevitável.

    Advertisement
  • Raramente uma mulher (sem muito dinheiro para investir em estética) voltará a ter o mesmo peso e firmeza na pele que tinha antes de ter um ou mais filhos. Sem contar que, à medida que ela envelhece, a flacidez virá independente do que ela faça para evitá-la.

  • As unhas só ficam bonitas aos fins de semana, pois é muito difícil manter as unhas impecáveis o tempo todo tendo que mexer com água e produtos de limpeza constantemente.

  • Hidratação, escova ou chapinha no cabelo não vão poder ser feitas sempre que ela gostaria.

Como uma esposa e mãe, que mal tem tempo para si, que depende financeiramente do marido ou que compromete a maior parte da sua renda no orçamento familiar, pode competir (esteticamente falando) com uma mulher solteira, mais nova, que nunca teve filhos, que tem todo o tempo e pode destinar toda a sua renda para os cuidados próprios? Ou mesmo com aquela que tem um marido que investe nela? Isso é covardia!

Não estou dizendo que as mulheres casadas devam cair em desleixo. De jeito nenhum! Mas precisam de apoio dos maridos para cuidar de si mesmas.

Então, marido, em vez de ficar criticando a sua mulher por não ser “tão bonita quanto deveria” ou tão bonita quanto a colega de trabalho ou a mulher do vizinho, que tal investir mais nela? Veja o que pode fazer para ajudá-la:

  • Pagar academia para ela.

  • Exercitar-se junto com ela.

  • Contratar alguém para ficar com as crianças ou cuidar delas você mesmo, enquanto ela se exercita.

  • Incentivá-la, dando-lhe elogios e reconhecendo seus esforços.

    Advertisement
  • Dizer-lhe que está cada dia mais atraente. Isso a motivará a perseverar em seus objetivos. As mulheres casadas que malham na academia ou correm atrás de um corpo mais saudável e bonito, ficam imaginando como os resultados podem despertar o desejo em seus maridos.

  • Comprar roupas bonitas para ela.

  • Perguntar se ela gostaria de ganhar maquiagens, cremes antirrugas, hidratantes, etc.

  • Pagar cabelereiro, manicure, drenagem linfática, dermatologista ou outro tratamento de beleza que ela esteja precisando e que caiba no seu orçamento.

  • Seja você mesmo atraente. Você não pode esperar dela algo que você mesmo não pode oferecer.

Atente para essa realidade: A maioria das mulheres só não se cuida mais por não ter condições de fazê-lo e não por falta de interesse. Saiba, também, que não é só a mulher do outro ou a sua colega de trabalho que podem ficar bonitas. Qualquer mulher bem cuidada pode ficar fascinante.

Então, se você quiser uma mulher assim do seu lado, faça a sua parte. Criticar não leva a nada! Aliás, leva sim! Ao fundo do poço. Investir nela será uma demonstração de amor e cuidado e fará com que sua autoestima vá as alturas.

Não esqueça, porém, de que o conteúdo é o que há de mais valor em uma pessoa. Jamais deixe de apreciar o caráter, o bom coração e todos os atributos “invisíveis aos olhos” que fazem de sua esposa uma pessoa verdadeiramente especial. A “embalagem” logo logo não será mais a mesma. Nem a dela, nem a sua e o que preservará o amor de vocês é o que guardam dentro de si.

Toma un momento para compartir …

Erika Strassburger

Erika Strassburger mora no Rio Grande do Sul, tem bacharelado em Administração de Empresas, escreve e traduz artigos para o site Família, é cristã SUD, pintora amadora de telas a óleo e mãe de três lindos guris, o mais velho com Síndrome de Down.