Eu fiz a minha esposa chorar e isso mudou o nosso casamento

Quando minha esposa começou a chorar em cima de seu prato de frango, nosso casamento foi mudado para sempre.


Doug Hunt

Este artigo foi publicado originalmente no blog de Doug Hunt, reproduzido aqui com permissão, traduzido e adaptado por Stael F. Pedrosa Metzger.

Nunca tivemos um ano ruim

Essa é a verdade. Houve momentos difíceis ou estressantes, mas nunca houve um momento em que brigássemos muito. Ela recebe o crédito por isso. Já lhe dei motivos de sobra para termos anos ruins!

Certa vez eu fiz Shelley, minha esposa, chorar em uma confeitaria, no centro de Boston. Estávamos casados há cinco anos, e Emily, nossa primeira filha, tinha cerca de quatro meses de idade. Oito meses antes, nós havíamos nos mudado para Massachussets, um estado dos Estados Unidos, para começarmos uma igreja. A vida era louca e rápida. Tudo era diferente.

Então, saímos uma noite para ir comer em uma confeitaria e eu perguntei a Shelley: “Como você está?” Eu não estava necessariamente tentando iniciar uma conversa profunda, mas quase imediatamente ela começou a despejar lágrimas sobre seu frango com especiarias. Ai, ai…

A conversa que teve lugar naquele momento mudou o nosso casamento para sempre

Enquanto conversávamos, eu percebi que, em meio ao estresse da vida, apesar de tudo o que estava basicamente bem, eu tinha feito um mau trabalho em realmente saber o que se passava no coração de Shelley. Eu não estava dando-lhe amor suficiente. Eu era muito sem noção.

Alguém poderia pensar que eu tinha bom senso suficiente para saber que a mudança, a gravidez, o fato de ser mãe pela primeira vez, começar uma igreja em nossa casa, e viver a quase dois mil quilômetros de distância da família teria um enorme efeito sobre o coração de Shelley. Você pensa que eu tinha alguma noção de que deveria prestar mais atenção a ela? Eu não tinha e isso diz muito sobre mim!

Esse momento me ensinou uma grande lição sobre ser um marido. Assim como a vida muda, nós também mudamos. E enquanto mudamos, precisamos aprender a amar de forma diferente. Nunca devemos acreditar que já sabemos tudo sobre como amar o nosso cônjuge.

Advertisement

Era hora de eu aprender a ser um marido melhor e aprender a ouvir melhor. Então, começamos a ter uma conversa intencional a cada mês o que tem sido incrível para o nosso casamento. No começo foi difícil, mas ao longo do tempo esses se tornaram doces momentos de intimidade para nós.

Para fazer dar certo, tivemos que estabelecer algumas regras para a conversa. Nós queríamos que fosse uma conversa saudável e não uma discussão.

Aqui estão as regras que estabelecemos:

  • Cada um de nós tem sua vez de falar.

  • Temos que ser honestos (é claro) e específicos.

  • Temos que ouvir e não ficar na defensiva ao ouvir algo que não gostamos.

  • Comprometer-nos a agir melhor e ajudar um ao outro ao longo do caminho.

Então faríamos perguntas um ao outro como estas

  • Existe alguma coisa que você precisa de mim e que não está recebendo?

  • Estou fazendo ou dizendo alguma coisa para você que você não gosta?

  • Estou dando-lhe a atenção que você precisa?

  • Há alguma coisa acontecendo com você que eu precise saber e demonstrar mais amor?

    Advertisement

Inicialmente, essas conversas poderiam ser um pouco assustadoras, mas ao longo do tempo elas se tornaram momentos surpreendentes de incentivo e amor. Agora, não temos de marcar essas conversas. Elas simplesmente surgem ao longo do caminho da vida.

Mesmo que aquele momento na confeitaria tenha sido difícil, estou extremamente grato que aconteceu. Isso mudou nosso casamento mais do que qualquer outra conversa que já tivemos.

Essas conversas têm me mostrado repetidamente que esposa amorosa eu tenho. Ela escuta. Ela incentiva. Ela fala a verdade. Ela me ama mesmo quando sou totalmente sem noção.

Toma un momento para compartir …