Este dispositivo dá choque toda vez que você repete um hábito ruim (como gastar demais)

Veja o dispositivo que dá choque para abandonar hábitos ruins, principalmente o de gastar ao extremo.


Roberta Preto

Recentemente estive lendo um conselho sobre maus hábitos, fugir do que nos faz mal. O conselho dizia:

“Desenvolvei a autodisciplina de forma que, cada vez mais, não tenhais que decidir e redecidir o que fazer quando vos defrontardes com a mesma tentação repetidas vezes. Precisais somente decidir algumas coisas uma vez.”

Todos nós adquirimos maus hábitos ao longo de nossa jornada terrena e precisamos abandoná-los. Sabemos que isso não é algo que conseguimos conquistar de imediato, pois há determinados costumes que levam anos para nos livrarmos deles.

No entanto, precisamos desenvolver a autodisciplina para abandonar o que não nos faz bem e, quando tomada essa decisão, é preciso coragem para vivê-la.

Talvez seja difícil para alguns se autodisciplinarem em suas ações, e isso não é vergonhoso, basta procurar ajuda para vencer tais hábitos. Sabendo disso, a Intelligent Environments desenvolveu um dispositivo chamado Pavlok, ele tem por função oferecer um tratamento com a intensidade da corrente elétrica de choque que tem de quatro miliampères e os choques têm até 225 volts.

O dispositivo vem em uma pulseira, mas também pode ser utilizado em outras partes do corpo, sendo acionado sempre que a pessoa percebeu que cometeu um deslize, ou também pode ser ativado por um aplicativo do celular.

De acordo com David Webber, diretor da companhia responsável pela criação do produto, a conexão com o celular é ideal para pessoas que passam dos limites em seus orçamentos, ou seja, pessoas que não possuem controle em suas finanças e estouram os seus cartões de créditos.

Advertisement

Em casos em que a pessoa possua este descontrole, a conta bancária estará conectada com o app e, quando ela estourar o limite estipulado, ela receberá um choque.

O usuário tem total liberdade para encerrar o dispositivo. Ele pode desativá-lo quando quiser, e não há nenhum risco com essa voltagem, segundo David Webber.

Entretanto, antes de adquirir esse dispositivo é preciso buscar a orientação de um médico. Ainda que a empresa garanta não haver perigos, o profissional especializado em saúde é a pessoa mais indicada para lhe aconselhar.

LeiaTenha
Toma un momento para compartir …

Roberta Preto

Roberta Preto, 33. Formada como tradutora e intérprete, escritora, mãe. Apaixonada pela vida, em uma eterna busca por conhecimento. Espero que minhas palavras possam ser uma luz na vida das pessoas. Sonho em ajudar a humanidade a tornar-se livre da escravidão da ignorância.