Estas 8 coisas estão destruindo seu casamento aos poucos

Ao trilhar o caminho do casamento muitos casais deixam de fazer o que é importante para torná-lo forte e feliz e fazem coisas que vão destruí-lo aos poucos.


Sônia Penha

O casamento e a família são as coisas mais valiosas que temos na vida e para que não sejam destruídos precisamos protegê-los através da retidão, fidelidade e dedicação.

Muitos casamentos estão sendo levados à destruição e separação porque os casais deixam de fazer o que é importante para torná-lo forte e feliz, e fazem coisas que vão destruí-lo aos poucos, como as que seguem.

Leia: Casamento destruído? 7 dicas que funcionam para recomeçar

1. Orar raramente e orar um pelo outro de modo egoísta

A boa comunicação enriquece o relacionamento, orar em conjunto é uma delas. Se o casal não ora deixa de aplainar diferenças e eliminar barreiras que venham a ser criadas. A presença e orientação divina trazem união e felicidade ao casal. Deus é o melhor mantenedor de casamentos. Orar de forma egoísta para Deus mudar no cônjuge o que chateia, irrita ou incomoda, destrói a relação. Para que seu cônjuge o ame, ore para Deus transformar você na pessoa que ele precisa que você seja. Orar em voz alta juntos ajuda a conhecer e entender o coração do cônjuge, saber o que o incomoda, deixa ansioso, o que se passa em sua mente. É o caminho para alinhar os seus corações.

2. Dar as sobras do dia e não a melhor parte

O marido e a mulher devem amar e cuidar um do outro, mas muitos alegam não ter tempo. A correria da vida e o excesso de trabalho tiram a atenção daquilo que é mais importante: dedicar tempo e dar de si ao outro e à família, dar o melhor. O trabalho, o chefe, os clientes recebem o melhor, a roupa, o Facebook tem seu tempo e atenção, a lista de afazeres é prioridade e no final do dia o cônjuge recebe menos do que o melhor. Quem está recebendo o melhor? A esposa talvez esteja tão preocupada com uma casa limpa, que esquece o marido que vive lá. O marido talvez esteja tão focado em prover, que falha em priorizar a família para a qual está provendo. Dê o melhor para aqueles que o amam e merecem mais do que aquilo que tem dado aos outros.

Leia: 10 sinais de que você está destruindo seu casamento

3. Estar na mesma casa, mas não no mesmo time

Cada cônjuge tem suas responsabilidades no casamento e isso não deve ser motivo para ficarem um contra o outro. Ambos devem “ser um”, precisam acreditar que “estão juntos em tudo”, do contrário acabarão com a confiança e a relação, surgirão dúvida, falta de verdade, segredos e discussões, que eles nem sabem como ou por que começaram e que raramente resolvem. Suspeitar do cônjuge, questionar suas intenções mostra que ambos não estão no mesmo time. O casal pode não estar junto em vários aspectos, finanças, carreira ou disciplina dos filhos. Reconciliar as diferenças é a alavanca para fazer a relação melhorar e durar, saber que nem sempre acertarão, mas irão reconhecer os erros, falar sobre isso, procurar o perdão e realinhar os corações, isso é ser uma equipe, é ser um.

Advertisement

4. Não ter sonhos grandes para o casamento e a família

Todos os casais têm seus sonhos e aspirações, mas esquecem de sonhar com o que seu casamento e família deveriam ser, onde desejam estar em alguns anos como um casal. Parte do papel dos cônjuges é ajudar a completar o sonho um do outro. É importante definir para a família metas espirituais, financeiras, educacionais e profissionais, conhecer mais os desejos e o coração um do outro. Pergunte ao cônjuge: “Quais são seus sonhos para o nosso casamento e para sua vida? Quem espera ser em alguns anos? Como posso ajudá-lo a chegar lá?”. Seu cônjuge pode estar ávido para sonhar de novo e voltar a sonhar com você. Vejam o que vocês podem lhe oferecer com quatro palavras “Quais são seus sonhos?”

5. Ter paz em vez de estar mais próximos e crescer através dos conflitos

O marido e a mulher têm suas diferenças de opinião, sua maneira de ver as coisas na vida e no casamento nem sempre são as mesmas. Haverá conflitos e discussões, mas isso não significa que a relação é um fracasso e a ausência deles que o casamento é um sucesso.

Achar que é mais fácil seguir em frente evitando os conflitos não traz crescimento. Através dos conflitos o casal deve se aproximar, se tornar o tipo de pessoa que precisam ser e enxergar o que precisam através do que a outra pessoa tem a dizer, para crescerem mais e entenderem mais o coração um do outro. Como vocês lidam com o conflito no casamento? Será possível ter uma conversa que permita se tornar “um” com o seu cônjuge?

Leia: Uma característica que irá destruir o seu casamento

6. Não superar o passado e perdoar verdadeiramente

Experiências destrutivas podem acontecer num casamento, ocasionalmente ele e a família podem ser salvos, mas será preciso que a parte ofendida tenha tanto amor que possibilite o perdão e o esquecimento, e que a parte que errou deseje muito se arrepender.

Não perdoar as mágoas do passado para se agarrar ao direito de estar certo destrói o relacionamento. Não importa o motivo do conflito, o outro sempre estará errado. Ser um cônjuge amargo e zangado mata o amor. A raiva e a mágoa corroem, nos convencendo a defender nossos direitos, não nos deixando livres para mudar, para perdoar, para curar o relacionamento da destruição causada e continuar. Livrem-se disso, se esforcem para esquecer o passado e perdoar.

7. Esquecer as razões do amor de um pelo outro

Na época em que os cônjuges namoravam, por causa do amor que sentiam, as diferenças eram vistas com outros olhos, como iriam melhorar suas vidas e os tornar mais completos. Pensavam quão bonitos eram e o quanto amavam as qualidades e características que ambos tinham, pois complementava tudo o que não eram. Foi o que os levou a se amarem. Mas no casamento vem as discussões, o ressentimento e se torna mais fácil ver as falhas do outro em vez das qualidades.

O relacionamento pode permanecer ao escolherem se concentrar em tudo o que amam no seu cônjuge. As coisas que não gostam seriam resolvidas porque ambos se sentiriam tão amados e valorizados que retribuiriam. A mudança vem de um relacionamento amoroso que mostra o respeito e admiração mútua. Comecem a mudar, listem 20 coisas que amam no cônjuge.

8. Esconder a verdade para salvar o cônjuge e o casamento de dor desnecessária

Vocês foram unidos para “ser um”. Esconder a verdade do cônjuge destrói o relacionamento, mesmo que seja algo pequeno, a “unidade” é comprometida. Muitos casais aprendem a viver com a ausência da unidade que Deus ordenou e vivem com a versão de unidade que criam, a distância no relacionamento se torna norma e se resignam ao fato de que isso é o melhor que vão conseguir. Fazendo isso estão comprando uma mentira. Se convencer de que esconder a verdade do cônjuge evita perder o casamento e a família é um erro, é por não compartilhar a verdade que começam a perder tudo. Por mais dolorosa que a verdade possa ser, cada um precisa fazer a sua parte para restabelecer a confiança, a união e o amor.

Reconhecer esses erros destrutivos ajudará mudar o que for preciso para manter o casamento e a família forte e feliz hoje em dia.

Advertisement

Leia: 8 maneiras que o Facebook pode destruir seu casamento

Toma un momento para compartir …

Sônia Penha

Sônia Penha é esposa e mãe de duas lindas filhas. Ama sua família, gosta de ler e se informar sobre vários assuntos, gosta de fazer artesanato e atividades que envolvam a família e amigos. Possui formação em Informática e é editora para o Familia.com.br.