Ensinando ao adolescente a não se envolver em brigas

Dicas de como ensinar ao adolescente a não se envolver em brigas.


Carla Pinheiro Alves

Todo mundo fala que lidar com adolescentes não é nada fácil, e de fato não é. Eles estão na flor da juventude, os hormônios estão a todo vapor, fora as inúmeras decisões que precisam ser tomadas. É a puberdade, as paixões platônicas, os desafios da escola, bullying. São tantas coisas acontecendo ao mesmo tempo que muitos acabam confundindo o certo com o errado, entrando em brigas, discussões em casa, na escola ou na “turma”; e alguns chegam a situações extremas como a prática do bullying contra as pessoas. Diante de tantos acontecimentos, se torna extremamente necessário proteger nossos jovens, pois o velho dito popular é também muito sábio: “É melhor prevenir do que remediar”.

Mas como podemos ajudar aos adolescentes? Vejamos algumas dicas:

Amizade

A amizade entre duas pessoas é um laço muito forte. Procure ser amigo do seu filho, procure repreendê-lo quando errado, sim, é nosso papel como pais, mas sempre demonstre amor maior por ele, dessa forma ficará mais perto e ele confiará mais em você, e saberá tudo que acontece na sua vida. No entanto, cuidado pra não se enturmar demais e ficar parecendo palhaço.

Agressividade X Masculinidade

Ensine a seu filho, desde cedo, que ser homem não tem nada a ver com ser agressivo, briguento, pelo contrário, homem que é homem tem bom senso, age de forma ponderada, e não entra em brigas, pois além de muito feio, existe o risco de machucar seriamente alguém, ou se machucar e ainda entrar na lista da polícia.

Brigas e as garotas

Muitos rapazes entram em brigas para impressionar as garotas, e pode ter certeza que impressionam sim, mas de forma negativa. Pois qual garota vai querer estar ao lado de um garoto briguento, mandão, que só se mete em confusão?

Ensine a seu adolescente que garotas gostam de garotos legais, gentis, educados. Existem outras formas de chamar a atenção de uma garota, como por exemplo, sendo estudiosos, demonstrando inteligência, trabalhando, demonstrando responsabilidade, um futuro promissor, isso sim é que é bonito e estes transmitem segurança e não os briguentos e rabugentos.

Discussões e a turma

Participar da “turma” é o desejo de todo jovem, mas devemos ter cuidado em relação à turma que estamos entrando ou defendendo. Ensine-o a não aceitar nenhum tipo de imposição, teste ou prova que leve ao seu constrangimento ou de outra pessoa, isso não é amizade, amigo não quer o mal do outro.

Advertisement

Tutor

Muitos jovens chegam a um ponto de não ouvir os pais, ou por medo, ou vergonha, nesse caso recorra a um tutor, que pode ser um professor do seu adolescente. Uma ótima dica é recorrer aos líderes religiosos. Estimule seu adolescente a participar de grupos religiosos, são ótimos para ensinar valores éticos e ajudar a ter boas amizades.

Amigos

Muita atenção aos amigos do seu filho, não permita que se envolva com quem sempre entra em confusão ou não lhe inspira confiança, observe de perto seu filho.

Em resumo, seja amigo do seu filho respeitando seus limites como pais, aconselhando sobre masculinidade, agressividade, garotas e conhecendo a sua “turma”, sempre buscando levá-lo a viver os valores que acha importante, e sem muitas neuras.

Toma un momento para compartir …

Carla Pinheiro Alves

Gosto da boa literatura, dos mais diversos assuntos principalmente quando são relacionados à família e seu desenvolvimento. Sempre procuro ler e escrever, amo estar com minha família e dedicar tempo ao meu marido e a cada um de meus filhos.