Como superar traumas e ser feliz novamente

Buscar inspiração nas pessoas que passaram por grandes traumas e superaram é um caminho para buscar a felicidade.


Suely Buriasco

As maiores dores do ser humano estão relacionadas às perdas: perda do amor, de entes queridos, de bens materiais, de saúde… Desde o nascimento convivemos com esse sentimento que nos acompanha por toda a vida. Lidar com as perdas não é, pois, algo fácil, mas é possível amenizar o sofrimento não se deixando contaminar com a revolta e o desespero. Claro que perdas significativas provocam traumas que não superados representam grandes obstáculos no decorrer do tempo.

Felizmente, o número de pessoas que refazem suas vidas depois de passarem por traumas intensos é significativo e inspira outras pessoas a agirem da mesma forma.

Enfrentamento

Enquanto não enfrentamos nossos próprios traumas não encontramos maneira de sobrepujá-los. Diante do que nos configure perigo é preciso tomar coragem e agir, não se deixando paralisar. A coragem para o enfrentamento de situações traumáticas significa maturidade e não ausência de medo.

Resiliência

No dicionário Houaiss encontramos o seguinte significado para a palavra resiliência: “Capacidade de se recobrar facilmente ou se adaptar à má sorte ou às mudanças“. Existem muito exemplos de pessoas que superaram as adversidades, cresceram com elas e refizeram suas vidas. No entanto, essa capacidade nem sempre é natural, muitas vezes é necessário ser desenvolvida através da psicoterapia.

Perdão

Perdoar pessoas envolvidas em nossos traumas é essencial nesse processo, pois, o perdão nos faz livres do passado e aptos a assumir o presente. Claro que isso não é fácil, mas é necessário compreender que quando não perdoamos somos os maiores prejudicados.

Ressignificar

Ninguém pode esquecer o que passou, mas é possível dar um novo significado às situações. Segundo artigo postado por Leila Franco no blog Ressignificando: “Ressignificar, na prática, é a capacidade que possuímos e quase não percebemos, de encarar de forma simples as situações que antes eram complicadas; de perceber de uma nova maneira e dar um novo sentido àquilo que já estava formatado no nosso sistema de valores e crenças“. É interessante observar que dessa forma abrimos um leque de possibilidades inéditas.

Retomada

A partir da superação do trauma, ou mesmo da diminuição de seus efeitos, já é possível fazer novos planos e dedicar-se a executá-los. A retomada da vida é essencial e inadiável, pois, o ser humano não consegue manter-se saudável quando envolvido em sofrimento.

Advertisement

Quando a gratidão pelo que temos ou tivemos é maior do que o sentimento de perda, estamos no caminho da superação.

Toma un momento para compartir …

Suely Buriasco

Mediadora de Conflitos, educadora com MBA em Gestão Estratégica de Pessoas, apresentadora do programa Deixa Disso com dicas de relacionamentos. Dois livros publicados: “Uma fênix em Praga” e “Mediando Conflitos no Relacionamento a Dois”.