Como superar medos

"Seu medo pode ser a única barreira que está, neste momento, impedindo seu sucesso ou a realização dos seus sonhos.


Lidiane Franqui

O medo é uma emoção que paralisa quem o sente. Um sentimento que infelizmente está presente na vida de muitas pessoas, impedindo-as de ter uma vida plena e mais harmoniosa. Existem diversos tipos de medo e cada pessoa possui em pequena ou grande quantidade. Algumas pessoas acreditam que o medo é positivo, pois nos impede de vivenciar situações de perigo. Porém, a isso não se dá o nome de medo, e sim de cautela. O cuidado e a precaução não acorrentam e não causam angústia. O medo sim, ele inibe, adoece e pode até mesmo se transformar em patologias como a síndrome do pânico.

O medo se apresenta de diversas formas. Existe o medo do escuro, de altura, de lugares fechados, de multidão. Nesses casos (e em outros semelhantes) a psicologia e a psiquiatria tratam de forma específica. Porém, existe outra faceta do medo que faz parte da vida de mais pessoas do que se possa imaginar. É o medo de viver, de se relacionar, de sentir felicidade. É o medo de olhar-se com amor e se sentir parte do mundo e da vida. Esse tipo de emoção tem levado pessoas à depressão, ao desalento e à tristeza. São situações que podem ser evitados muitas vezes com mudanças de atitudes. Claro que a ajuda de especialistas e amigos é fundamental, mas a percepção da própria pessoa e principalmente o reconhecimento desse medo, ajudam a evitar que ele se estabeleça.

Para superar seus medos, descubra de onde eles vêm. Muitas vezes o indivíduo não consegue sequer pensar sobre o que pode estar causando esse sentimento, mas se conseguir descobrir sua origem será possível eliminá-lo. Se sentir necessidade, procure ajuda. O importante é não se deixar vender por ele. Outra característica das pessoas que vivem com medo é a solidão. Elas se afastam de todos e perdem o gosto pelo convívio social. Seja qual for o medo, a pessoa se sente diferente e acaba evitando falar sobre o assunto com outras pessoas. Converse com seus amigos e familiares. Fale sobre o assunto e não tenha “medo” de ser incompreendido.

Veja abaixo algumas dicas que poderão ajudar a superar medos e ser mais feliz:

Ame-se

  • o autoamor é um sentimento muito poderoso contra o medo. Se a pessoa tem medo de viver, de se relacionar e outros semelhantes, ao amar-se ela se descobre como merecedora das maravilhas da vida. Ao amar-se ela vai tendo mais segurança e autonomia diante das correntes que o medo impõe.

Enfrente a situação

  • você atrai aquilo que teme, portanto, enfrentar a situação é um dos primeiros passos na batalha contra o medo. Mas faça isso de acordo com suas possibilidades e nunca se esqueça de contar com a ajuda de amigos, familiares e até mesmo de um profissional. Afinal, você não está sozinho, embora o medo transmita essa sensação.

Fale sobre seus medos

  • outro ponto importante: a fala. Converse sobre o seu medo, isso o enfraquecerá.

Não fique sozinho

  • saia com amigos, esteja com as pessoas que ama, não se isole do convívio com os outros. Quando se está sozinho é mais fácil ceder aos apelos do medo.

Tenha amor pela vida

  • descubra as maravilhas da vida e descobrirá que não há porque sentir medo de vivê-la. Ao amar a vida e o que ela proporciona, saberá e sentirá vontade de fazer parte dela.

Depende de cada um dar o primeiro passo para superar os próprios medos. São atitudes simples, mas que possuem muita força. O medo acorrenta. Liberte-se e seja feliz. Somos filhos amados de Deus e fomos criados para a felicidade. Supere o medo, afinal, como diz José Carlos de Lucca no livro Para o dia nascer feliz: “o medo paralisa as ações, neutraliza ideais”.

Toma un momento para compartir …

Lidiane Franqui

Lidiane Franqui é autora e criadora do Blog Lidiane Franqui e autora do livro "Ser feliz é possível". Ama escrever e acredita que a felicidade é construção de cada um.