Como ser um marido menos machista e brigão

Melhore seu relacionamento mudando alguns hábitos e ofertando mais amor ? sua esposa.


Fernanda Ferraz

Alguns maridos são um tanto machistas; gostam de ditar regras, mas não sabem ouvir; gostam de reclamar, mas não sabem elogiar. Estamos aqui não para ofender, mas para esclarecer o efeito negativo que essa atitude machista tem na vida das pessoas que convivem e estão ao seu redor, como a esposa e os filhos.

O que um homem com características machista e brigona pode ocasionar?

  • Problemas no relacionamento com esposa e filhos.

  • Sentimentos de raiva, angústia, medo ou depressão.

  • Sufocamento.

  • Sentimento de aprisionamento.

  • Dificuldades na comunicação familiar.

  • Preferência em manter-se calado e neutro nas conversas.

    Advertisement
  • Abatimento físico.

  • Doenças psicológicas.

  • Divórcio.

Todo casal pode viver bem, desde que ambos se esforcem. Realmente precisa-se de muito empenho das duas partes, amor e paciência, mas uma boa convivência é feita do exercício de se importar com o outro no dia a dia, de companheirismo, e de dedicação, então vamos dar algumas dicas, para você como marido, em mudar alguns velhos hábitos em prol de sua família.

Repensar

. Não é que tudo que você diz e faz não seja bom ou não seja importante, mas tudo o que for fazer, deve ser pensado com muito carinho e respeito, porque às vezes até mesmo sem querer pode ser que magoe alguém. É preciso analisar o que realmente você acha importante e ver se o modo como fala ou age fere alguém emocionalmente.

O tom da voz

. É difícil perceber o tom da voz num momento de briga, mas avalie sua conduta individual, veja o timbre de sua voz. Não grite, para se conversar não é preciso gritar; é bem melhor ter uma boa conversa com calma e falar num tom pacífico e suave. Como família, vocês se entenderão mais facilmente dessa forma.

Diálogo é a melhor solução

. Caso você não concorde com algo que sua esposa ou filhos desejam fazer ou fazem, o melhor é sentar e dialogar, olhar olho no olho e dar a cada um a oportunidade de explicar por que quer fazer e por que é importante fazer determinada coisa.

Se pôr no lugar

. É bem verdade que muito se fala que devemos fazer ao outro o que gostaríamos que fizessem para nós, mas para isso tem que se colocar no lugar mesmo! Visualizar, imaginar ou vivenciar. Então quando alguém da família quiser ir a algum lugar e você não quiser deixar, você pode ir junto para ver o ambiente, e conhecer as pessoas, antes de criticar ou simplesmente dizer NÃO!

Ser mais positivo e estar aberto a aprender

. Ninguém sabe de tudo, e estamos constantemente aprendendo e conhecendo novas informações, por isso é necessário estar aberto aos bons ensinamentos, saber ouvir e estudar a respeito, não fazendo pressuposições, sem o conhecimento perfeito dos fatos.

Permitir

. As esposas têm algumas necessidades naturais de se aprimorarem e aprenderem; às vezes o que acontece, é que o marido machista não permite a esposa conhecer ou aprender novas atividades, seja conseguir um emprego, ou fazer um curso de costura ou uma faculdade, e isso traz muita infelicidade para a esposa. Talvez o marido nem perceba o quanto isso é importante para ela sentir-se útil e fazer parte da sociedade de alguma forma; talvez os sentimentos dela nem estejam sendo notados, e isso é muito negativo, porque as necessidades de ambos devem ser compreendidas e satisfeitas, por isso conversar é tão importante. Ela fica calada, nem tenta argumentar? Talvez seja porque já cansou de tentar ou por medo, então não insiste em conversar um pouco mais.

Advertisement

Brigar ou impor, não é a solução

. Briga nenhuma leva a lugar algum, contenda nunca foi bom, nem nunca fez bem a ninguém, por isso, cuidado com os termos que usa, a forma como fala. A grosseria é como uma faca que penetra e fere a alma. Para ter equilíbrio e harmonia, é exigido sintonia.

Mudanças

. As mudanças podem ocorrer ainda que lentamente, mas creio que todo esforço positivo é válido para se viver bem, o importante é querer mudar e praticar isso diariamente, começando com os pontos mais simples, depois, gradualmente, mudando para os pontos mais difíceis.

Ser mais carinhoso e atencioso

. Todas as pessoas gostam de carinho, mesmo quando não aprenderam a dar ou receber com muita facilidade; mas tente, se esforce. Para mudar é preciso haver esforço, se fosse fácil, nem era preciso tentar e perseverar.

Tire da cabeça

. Pare de pensar que só você tem razão ou que sua esposa só pensa e faz o que quer, pare de enxergar somente as coisas negativas a respeito dela, em vez disso, pense em como pode tornar seu casamento melhor e mais feliz!

Porque só amamos de verdade quando doamos todo o nosso amor de forma pura e sem egoísmo.

Toma un momento para compartir …

Fernanda Ferraz

Graduada em RH, acredito que nossa vida têm verdadeiro propósito, sou SUD, sei que toda dor e aflição é uma fonte de virtude e força espiritual, que nos molda e purifica.