Como se cuidar em uma gravidez de risco

Gestações sempre oferecem novidades e incertezas. Saiba o que fazer em uma gestação de risco.


Michele Coronetti

Nem sempre as coisas fluem como se é esperado. Entende-se por gravidez de risco quando a gestante pode desenvolver complicações na gestação ou o feto desenvolver malformação. Ao perceber qualquer situação estranha, o obstetra solicitará exames para identificar se a gravidez possui risco ou não.

Assim, situações devem ser evitadas e medidas adotadas para que o bem-estar da mãe e do bebê seja adequado e que o cuidado seja suficiente para que só o melhor ocorra durante a gestação.

Alimentação

Deve ser mais natural e equilibrada possível, evitando frituras, doces, embutidos, refrigerantes, café ou alimentos com adoçantes artificiais. Comer frutas, verduras e legumes em abundância, beber água adequadamente, carnes magras e seguir horários das refeições. Ingerindo alimentos bons para a saúde da mãe, as complicações serão amenizadas.

Leia: 4 cuidados com a saúde durante a gravidez

Repouso

Esta parte é incômoda, mas muito necessária. Ao prescrever repouso para a gestante, o obstetra estará prevenindo sérias complicações e sofrimento para a mãe. Orientações como um travesseiro para apoiar a barriga ao deitar de lado ou para colocar os pés para cima podem ser passadas e devem ser obedecidas.

Leia: 10 dicas para um repouso saudável na cama

Controle de peso

Ao manter o peso estimado pelo obstetra a gestante mantem-se afastada de complicações como hipertensão, diabetes e malformações do bebê. O melhor é sempre seguir a prescrição.

Advertisement

Leia: Como controlar e manter um peso saudável na gravidez

Ficar longe das bebidas alcoólicas e do fumo

Não beber nem fumar. Evitar até estar em locais com fumaça de cigarro, pois o risco de parto prematuro é aumentado, fetos podem nascer com baixo peso e com malformações, além de proporcionar risco de trombose para a mãe.

Pré-natal

Nunca deixar de visitar o obstetra para que o acompanhamento seja adequado à gestação de risco. Normalmente as consultas são mais frequentes para estes casos do que para as outras gestantes.

Leia: O que esperar na sua primeira consulta de pré-natal

Não se automedicar

O medicamento era inofensivo antes da gestação, porém tudo mudou. Sempre obtenha a permissão do seu obstetra antes de tomar qualquer remédio, por mais simples ou homeopático que seja.

Exercícios

Caso o obstetra tenha orientado a praticar exercícios durante a gestação, siga o que foi recomendado e na medida certa. Exercitar-se ajuda na oxigenação do organismo e oferece uma boa preparação para o parto.

Leia: 6 exercícios com instruções para fazer durante a gravidez

Fatores que podem levar a uma gravidez de risco:

  • Idade materna superior a 35 anos.

  • Idade paterna superior a 50 anos.

    Advertisement
  • Pais ou filhos anteriores com anomalias genéticas.

  • Filho anterior com alterações cromossômicas ou malformações congênitas.

  • Exposição a certas doenças, ao raio X, consumo de drogas e outros medicamentos.

  • Outros eventos em gestações anteriores.

  • Eventos incomuns no início da gravidez (acomodação da placenta).

Na gestação, todo cuidado é necessário para que o desenvolvimento do bebê e o transcorrer do período sejam adequados. Ao ser constatada uma gestação de risco, as prescrições devem ser cuidadosamente observadas.

Toma un momento para compartir …

Michele Coronetti

Michele Coronetti é secretária, mãe de seis lindos filhos, gosta de cultura e pesquisas genealógicas.