Casais: como resolver a questão das festas de fim de ano

Como resolver sobre onde passar as festas de fim de ano sem brigas ou decepções.


Michele Coronetti

O ano passa rápido e parece que os últimos meses praticamente inexistem. E para evitar aborrecimentos, decepções e outros problemas nada melhor que definir com antecedência como serão as festas de final de ano.

Há famílias que o Natal é uma tradição importante e que, mesmo que os filhos estejam casados, os pais fazem questão de reunir toda a família. Mas isso não significa que algo diferente não possa ser feito e que o casal não possa argumentar para construir suas próprias tradições. O diálogo e as decisões são importantes para que ninguém se ofenda e o amor reine no período mais aguardado do ano.

O casal pode optar entre estas ou outras opções:

1. Criar a tradição de Natal e Ano Novo da nova família

Caso seja do agrado deles, é definido que as festas de final de ano da família serão na nova família. Assim, eles podem passar estas datas especiais como casal ou com seus filhos, com toda a decoração e quitutes que eles adoram. Podem conversar sobre os eventos, traçar metas para o ano novo e contar histórias fascinantes da família ou tradicionais. Essa nova tradição pode encontrar empecilhos ou críticas, porém se é isso que o casal considera melhor para si e para sua nova família, não haverá problemas. Eles devem planejar e trabalhar juntos para que nenhum dos dois se sinta sobrecarregado e assim acabe estragando a alegria das festas.

2. O novo casal se torna anfitrião

Eles preparam tudo conforme desejam e convidam os pais, irmãos, parentes ou amigos. Isso será desafiador e muito divertido.

3. Um revezamento pode ser criado

Reunir toda a família pode não ser muito fácil, mas definir um revezamento anual será muito interessante para todos. A cada ano o casal pode ir para as festas em casa de familiares diferentes. Isso também pode ser definido como o Natal na casa dos parentes maternos e Ano Novo na dos parentes paternos e assim por diante. Os familiares saberão como proceder para que a família permaneça unida em suas tradições e que ninguém se ofenda.

A opção escolhida deve ser definida pelo casal que deve chegar a um acordo para que o bom andamento da relação não seja prejudicado. É importante ser sincero, entender os familiares de cada um e as tradições que são seguidas por eles e também ser firmes na decisão tomada.

Advertisement

Se a opção for passar as festas sozinhos é de bom tom que o casal avise os familiares com antecedência para que eles não levem um susto de última hora por já terem se programado para receber o casal em suas casas.

Como o final de ano é sempre uma época de reflexão, aproveitar para ter um tempinho a sós com o cônjuge é importante para renovar o amor, reconhecer as conquistas, e relembrar os melhores momentos. Traçar metas familiares e individuais também será excelente para o progresso e obtenção dos objetivos.

Toma un momento para compartir …

Michele Coronetti

Michele Coronetti é secretária, mãe de seis lindos filhos, gosta de cultura e pesquisas genealógicas.