As 10 leis do casamento que todos deveriam seguir

Confira 5 deveres dos cônjuges estabelecidos pelo Código Civil Brasileiro e 5 mandamentos de Deus citados na Bíblia para salvaguardar o casamento e a família.


Erika Strassburger

O casamento é uma instituição tão importante do ponto de vista social e jurídico como é na visão de Deus. Tanto as leis terrenas quanto as celestes primam pelo casamento e estabelecem leis para protegê-lo.

Abaixo estão listados 5 deveres dos cônjuges, estabelecidos pelo Código Civil Brasileiro e 5 leis mencionadas na Bíblia que existem para salvaguardar o casamento e a família.

De acordo com o artigo 1.566 do Código Civil Brasileiro, são deveres de ambos os cônjuges:

1. Fidelidade recíproca

O casal tem o dever, perante a lei, de se manter fiel um ao outro. O descumprimento dessa lei caracteriza ato moral e civilmente ilícito.

No Blog Associação Brasileira dos Advogados lemos: “Não é só o adultério que viola o dever de fidelidade recíproca, mas também atos injuriosos… com acentuação sexual, [que] quebram a fé conjugal, [como] por exemplo, relacionamento homossexual, namoro virtual, inseminação artificial heteróloga não consentida etc.”.

Leia: 8 formas de blindar um casamento contra a infidelidade

2. Vida em comum, no domicílio conjugal

Decidido o local de convivência por ambos os cônjuges, é dever do casal viver sob o mesmo teto e desfrutar de uma vida comum, a não ser que, de comum acordo, vivam separadamente por motivos de trabalho, doença ou outros que não configurem abandono do lar.

3. Mútua assistência

A mútua assistência tem aspecto tanto material quanto imaterial. Neste site lemos: “No seu aspecto material, possui o significado de auxílio econômico necessário à subsistência dos cônjuges. Já no aspecto imaterial consubstancia-se na proteção aos direitos da personalidade do consorte, dentre os quais se destacam a vida, a salubridade física e psíquica, a honra, a dignidade, o decoro e a liberdade.”

Advertisement

4. Sustento, guarda e educação dos filhos

É responsabilidade dos pais prover o sustento dos filhos menores, cuidar deles e prover-lhes uma boa educação, que inclui amor, diálogo, instrução e correção.

5. Respeito e consideração mútuos

São legalmente reconhecidos como essenciais para um casamento sólido e harmonioso.

De acordo com a Bíblia, outros deveres do marido e mulher – além dos citados acima, que também têm respaldo bíblico – são:

6. Amar o cônjuge

“Assim também vós, cada um em particular, ame a sua própria mulher como a si mesmo, e a mulher reverencie o marido.” Efésios 5:33

O casal deve amar-se e não simplesmente se tolerar. Se o amor está fraco, ambos têm a responsabilidade de resgatá-lo. Só assim poderão cumprir adequadamente essa lei.

Leia: 8 formas que as mulheres desejam que os homens demonstrem amor

7. Deixar o pai e a sua mãe e apegar-se ao cônjuge

“Por isso deixará o homem a seu pai e a sua mãe, e unir-se-á a sua mulher”. Marcos 10:7

Deixar os pais não significa abandoná-los ou ignorá-los. Deus não daria uma lei em oposição a outra: honrar pai e mãe. Significa que ambos não devem colocar seu relacionamento com os pais acima do relacionamento com o cônjuge. Devem tornar seu casamento uma prioridade.

8. Uma só carne

“E serão os dois uma só carne; e assim já não serão dois, mas uma só carne.” Marcos 10:8

A união sexual é parte fundamental do casamento, pois é o meio pelo qual o casal consagra fisicamente sua união e contribui para os desígnios de Deus e a salvação da humanidade, trazendo filhos ao mundo.

9. Não cobiçar

A cobiça pode ser considerada o principal motivo da quebra de todos os mandamentos de Deus. Por causa da cobiça o homem rouba, mata, mente e comete os piores pecados, inclusive o adultério. “Eu, porém, vos digo, que qualquer que atentar numa mulher para a cobiçar, já em seu coração cometeu adultério com ela.” Mateus 5:28

Advertisement

10. Não abandonar o cônjuge

“Qualquer que deixar a sua mulher e casar com outra, adultera contra ela. E, se a mulher deixar a seu marido, e casar com outro, adultera.” Marcos 10:11,12 “Portanto, o que Deus ajuntou não o separe o homem.” Marcos 10:9

O Senhor instituiu o casamento como um ato sagrado e formal, com significado espiritual, feito para durar além da vida; e não para ser tratado como uma mera formalidade social ou como um simples contrato, passível de anulação por qualquer motivo. Exceto em casos graves, o Senhor recrimina veementemente a dissolução do casamento.

A violação das leis civis listadas acima acarreta em danos morais e são passíveis de indenização. Tanto as leis civis quanto as celestiais, quando violadas, podem trazer sérias consequências eternas, caso o culpado ou os culpados pela sua violação não demonstrem arrependimento e corrijam seus erros da melhor maneira que puderem.

Leia: 10 mitos a se livrar para ser feliz no casamento

Toma un momento para compartir …

Erika Strassburger

Erika Strassburger mora no Rio Grande do Sul, tem bacharelado em Administração de Empresas, escreve e traduz artigos para o site Família, é cristã SUD, pintora amadora de telas a óleo e mãe de três lindos guris, o mais velho com Síndrome de Down.