8 coisas fascinantes – e assustadoras – que acontecem ao seu corpo quando você morre

Todo mundo vai morrer. Por que não ver com tranquilidade esse lado da nossa existência? Que tal começar descobrindo o que acontece conosco depois de batermos as botas?


Stael Ferreira Pedrosa

O ser humano curte o mórbido, seja um filme de serial killer, uma série com assassinatos (veja o sucesso de criminal minds!), com zumbis (Walking dead), sem falar nas bilheterias históricas dos filmes de terror do tipo “banho de sangue”.

Todo mundo tem sua quota de morbidez e dá uma olhadinha na seção de crimes do jornal, embora poucos confessem que o fazem.

Mas, você sabe o que acontece com seu corpo quando você morre? Muitos não sabem e é compreensível. Ninguém quer pensar em como será quando for comer capim pela raiz.

Mas, algumas coisas que o corpo faz após a morte são muito interessantes (um pouco mórbido, eu sei). Veja o que seu incrível corpo faz quando os problemas se acabam:

1. Seu corpo endurece

O rigor mortis ou endurecimento dos músculos ocorre devido à falta de um produto químico de nome complicado: trifosfato de adenosina (ATP). Isso porque quando você para de respirar as células param de produzir ATP. Aí as fibras musculares se cerram e os músculos enrijecem entre 2 e 12 horas após o óbito. Então da próxima vez que alguém disser “[…] caiu duro”, explique-lhe que ninguém cai duro, vai levar um tempinho. Pensando bem, não explique não.

2. Você pode sujar as calças

Pois é… Enquanto o rigor mortis não chega, todos os seus músculos relaxam e isso inclui o esfíncter que prende a bexiga e os intestinos. Melhor evitar comer (ou beber) muito antes de esticar as canelas.

3. Você pode gemer

Quando você morre ainda tem ar nos seus pulmões, se alguém lhe movimentar forçando o peito, pode sair um pouco de ar dos pulmões para a traqueia (vibrando as cordas vocais) e produzir algum tipo de som. Assustador, não?

Advertisement

4. As bactérias fazem a festa

As bactérias que moram no seu corpo, aquelas que ajudam na digestão, mantêm o sistema imunológico funcionado e os intestinos em bom estado, bem como as que cuidam do trato respiratório, vão cair na estrada, ou melhor, vão usar sua corrente sanguínea como estrada e percorrer seu corpo todo desfrutando da liberdade e falta do que fazer. Entendeu por que os mortos não cheiram bem?

5. Seu cabelo e unhas parecem crescer

Bem, eles não crescem. Embora pareça que sim, o que acontece quando você passa dessa para melhor é que a pele resseca e encolhe fazendo as unhas e cabelos parecerem mais longos do que são.

6. Nem tudo é ruim. Suas rugas desaparecem imediatamente

Ninguém vai querer parecer mal no velório, então seu corpo que já não tem mais preocupações, relaxa e aquelas linhas de expressão causadas pela tensão se vão. É tipo um botox. Se a pessoa for muito velha ainda vai sobrar uma pele ou outra, mas a aparência será bem melhor que em vida. Aproveite!

7. Nem tudo se foi. Algumas partes do corpo ainda continuam vivas (por pouco tempo)

Assim que o seu coração chuta o balde e você para de respirar, os seus órgãos começam a morrer. Mas, isso não acontece imediatamente. (Por isso que tem a ressuscitação cardíaca, quem sabe você volta?). Então o corpo tem que estar vivo ainda. Também há um espaço de tempo que permite o transplante de órgãos. Para isso a pessoa é mantida num respirador artificial até a remoção deles.

8. Nem tudo são flores..

Sua pele que fica esticadinha, em pouco tempo (cerca de 12 horas) vai estar manchada. O sangue, que já não corre mais, se coagula em vários pontos causando manchas como hematomas em várias partes do corpo, principalmente onde a gravidade atuar, ou seja, se você morrer sentado daí a 12 horas – se ninguém encontrá-lo antes – provavelmente seus pés vão parecer estar usando meias roxas. Felizmente, como ficamos deitados no caixão, as manchas ficam nas costas.

Bem, você leu até o final, isso significa que você também tem seu lado mórbido. O bom de tudo isso é que aceitar a morte como algo natural nos faz viver melhor a vida.

Leia também: Morte – O que acontece então?

Toma un momento para compartir …

Stael Ferreira Pedrosa

Stael Ferreira Pedrosa é escritora free-lancer, tradutora, desenhista e artesã, ama literatura clássica brasileira e filmes de ficção científica. É mãe de dois filhos que ela considera serem a sua vida.