7 maneiras de não deixar o estresse destruir seu casamento

Estas dicas vão ajudar a reduzir o seu nível de estresse e, ao mesmo tempo, tornar o seu relacionamento muito melhor!


Erika Strassburger

O estresse, quando não controlado, pode afetar fortemente seu relacionamento familiar e, principalmente, conjugal. Abaixo estão sete maneiras de impedir que ele destrua seu casamento:

1. Reserve um dia da semana para o descanso, longe de assuntos profissionais

Um estudo realizado pela Universidade de Baylor, nos Estados Unidos, feito com 190 trabalhadores, revelou que grosserias e abusos no trabalho, vindos do chefe ou de colegas, afetam fortemente a família e o cônjuge do trabalhador.

Embora seja difícil manter os problemas profissionais apenas na empresa, é preciso fazer algo para que eles não acabem com seu relacionamento. Uma saída para amenizar o estresse originado no ambiente de trabalho é determinar um dia por semana para ficar longe de tudo o que esteja relacionado a trabalho. Dedique esse tempo para fazer coisas agradáveis com seu cônjuge e filhos. Todos precisam e merecem pelo menos um dia por semana para descansar, dedicar-se à família e recarregar as baterias.

2. Reserve uma noite semanal para o casal

Além do estresse originado no ambiente de trabalho, há o estresse relacionado às tarefas domésticas e à maternidade. Em um artigo publicado no site Today, a doutora em psicologia, Michele Borba, relatou que 70% das mães americanas disseram que a maternidade é “extremamente estressante”. Uma das saídas propostas por ela para aliviar o estresse é reservar uma noite semanal somente para o casal, para dar uma saída, namorar, ou ficar em casa assistindo a um filme e relaxando.

3. Coloque os filhos na cama um pouco mais cedo

Outra maneira de aliviar o estresse e fortalecer o casamento é criar o hábito de colocar os filhos na cama antes de o casal ir para a cama. Dessa maneira sobrará um tempo aos dois para conversar, ler juntos e namorar.

4. Conversem coisas alegres e agradáveis

Não deixem para conversar somente quando tiverem problemas para resolver. Se fizerem isso, os momentos de diálogo, que deveriam ser agradáveis, se tornarão negativos e pesados. E isso acabará aumentando o estresse e afastando vocês.

E quando tiverem que resolver alguns problemas, tentem expor as coisas com calma em vez de se alterarem ou fazerem acusações. Aprendam a discordar e negociar sem ofenderem um ao outro.

Advertisement

5. Façam exercícios físicos

Uma matéria publicada no site da ADAA (Associação Americana de Ansiedade e Depressão – tradução livre) afirma que entre as técnicas recomendadas pelos profissionais de saúde para gerir o estresse, os exercícios físicos é a principal delas. “Os cientistas descobriram que a prática regular de exercício físico aeróbico mostrou diminuir os níveis globais de tensão, elevar e estabilizar o humor, melhorar o sono, e melhorar a autoestima. Mesmo cinco minutos de exercício aeróbico pode estimular os efeitos antiansiedade”.

6. Façam, pelo menos, um passeio ao ano sozinhos

Sabemos o quanto é difícil ficar longe dos filhos, especialmente se ainda são crianças, mas os filhos um dia crescerão e terão suas próprias famílias, e na sua casa restarão apenas vocês dois. Portanto, é imprescindível investir nessa relação para que realmente perdure.

Então, desapeguem um pouco das crianças e deixem-nas com os avós, tios ou amigos de confiança durante alguns dias por ano, e viagem para um lugar que é especial para vocês, ou um destino que amariam conhecer. Vocês não imaginam como isso aliviará o estresse e dará uma revigorada no casamento!

7. Jamais abram mão das férias em família

O fim do ano está próximo e você está pensando em vender as suas férias para dar uma reforçada no orçamento da família? Ou você é dono do próprio negócio e não acha vantajoso ausentar-se da empresa? Seria muito importante você rever esse conceito.

Estudos mostram que pessoas que tiram férias são mais felizes e produtivas. E pessoas que não tiram férias estão mais propensas a enfartar e ter outros problemas de saúde desencadeados pelo estresse.

Eliana Torrezan, diretora do Centro Psicológico de Controle de Estresse, unidade Vila Olímpia, São Paulo, afirmou nesta matéria que as viagens curtas ajudam bastante a controlar o estresse. “Elas são estratégicas, pois a pessoa aproveita um final de semana para relaxar e, ao voltar, poderá ter mais energia para continuar com a sua rotina, lidar com um problema ou mesmo tomar uma decisão importante. Elas funcionam como uma parada para reorganizar as ideias, pensar com calma, descansar e depois enfrentar as dificuldades ou executar novos planos.”

Na mesma matéria, Esdras Vasconsellos, professor de Psicologia da USP, afirma que “o ideal seria fazer três pausas por ano”.

Para você dar uma pausa na rotina para relaxar e desestressar, sugerimos alguns destinos maravilhosos para uma viagem com a família ou a dois:

Para descobrir o destino perfeito de acordo com o estilo de vocês, faça o TESTE abaixo:

Toma un momento para compartir …

Erika Strassburger

Erika Strassburger mora no Rio Grande do Sul, tem bacharelado em Administração de Empresas, escreve e traduz artigos para o site Família, é cristã SUD, pintora amadora de telas a óleo e mãe de três lindos guris, o mais velho com Síndrome de Down.