7 dicas para transformar seu casamento no ano novo

Ano novo, vida nova e por que não casamento novo? Saiba como planejar isso.


Suely Buriasco

O início de um novo ano propicia vibrações positivas e desejo de mudança. As pessoas costumam fazer planos para alcançar objetivos e melhorar a qualidade de vida. É momento de acreditar que a mudança vem junto com a virada do calendário e que é possível ser mais feliz e próspero. Claro que com o passar dos dias a vibração inicial diminui e, se não estivermos atentos, tudo volta a ser o que era antes. Por isso muita atenção para não perder a determinação e o foco nos objetivos.

Já pensou em colocar o seu casamento no topo de suas prioridades para esse novo ano? Estas dicas podem inspirar você:

1. Decida-se por essa prioridade

Equilibrar a vida pessoal e profissional não é tarefa fácil e muitos acabam negligenciando a primeira, adiando atitudes importantes. Antes de seguir essa tendência comum, decida sua prioridade já no primeiro mês do ano. Lembre-se do que diz o escritor e antropólogo Carlos Castañeda: “O grande poder do ser humano está na sua capacidade de tomar decisões”. Comprometa-se.

2. Faça um diagnóstico

Fuja das generalizações: nada é totalmente bom ou ruim. Todo relacionamento tem suas peculiaridades. Entender a forma como você e seu cônjuge funcionam juntos é uma maneira segura de saber o que precisa ser mudado.

3. Escreve uma lista de ações

A partir do diagnóstico, faça uma lista das ações necessárias para transformar o seu casamento nesse ano. O que daria maior satisfação para vocês? Quais os seus atos que contribuiriam para isso? Como as suas atitudes poderiam influenciar nas atitudes de seu cônjuge? Lembre-se que qualquer relacionamento é uma via de mão dupla, mas que pode ser você a iniciar essa trajetória rumo ao que deseja.

4. Transforme as ações em metas

Com a lista na mão passe a incluir os prazos e faça o planejamento necessário. A psicóloga e coach Edneli Costa afirma nessa matéria que: “A partir da sua “meta grande”, descreva o passo a passo do que precisa acontecer para sua meta ser atingida através de ações”. Divida as ações em pequenas ações a serem realizadas no dia a dia e mãos à obra.

5. Substitua as crenças limitantes

Pensamentos do tipo: “eu não consigo”, “não adianta”, “homens são todos iguais” ou “mulheres são muito complicadas” são totalmente equivocados e devem ser combatidos por ideias mais originais e construtivas.

Advertisement

6. Desenvolva virtudes

Dificuldades são fontes inspiradoras das virtudes. Desenvolva a paciência, a tolerância e quantas mais qualidades forem importantes para que o seu relacionamento se torne mais saudável. Você, certamente, é quem vai ganhar mais com isso.

7. Aposente o passado

Não há como viver o novo se você não desapegar do velho. Perdoe o que já passou, deixe ir mágoas, revoltas e emoções destruidoras. Se seu cônjuge errou e você decidiu manter o relacionamento, qual a justificativa para as cobranças infindáveis? Foque no futuro e siga adiante confiante na transformação que vocês podem operar juntos.

Muita gente acha que planejamentos assim só se referem às ações profissionais e essa é uma das razões pelas quais os relacionamentos acabam em segundo plano. As pessoas se preparam para ter uma carreira de sucesso e acreditam que os relacionamentos simplesmente dão certo ou não. Esse é um grande engano!

Toma un momento para compartir …

Suely Buriasco

Mediadora de Conflitos, educadora com MBA em Gestão Estratégica de Pessoas, apresentadora do programa Deixa Disso com dicas de relacionamentos. Dois livros publicados: “Uma fênix em Praga” e “Mediando Conflitos no Relacionamento a Dois”.