7 coisas que os homens ganham se casando

Homens solteiros, vocês vão ficar impressionados ao descobrirem como casar e manter um bom casamento lhes fará bem.


Erika Strassburger

A mais antiga instituição da terra, o casamento entre um homem e uma mulher, já foi alvo, e ainda tem sido, de piadas depreciativas, de escárnio, agouro e preconceito.

O fato é que quem ataca o casamento nunca amou o suficiente para desejar passar o resto dos seus dias, ou, para quem crê, a eternidade ao lado do grande amor da sua vida.

Para os homens que amam, mas ficam adiando a decisão de pedir a mão da amada em casamento, quero apresentar algumas informações que mostram que um homem só tem a ganhar se casando. Observem:

1. Segurança e estabilidade emocional

Chega num ponto da vida de um homem que as festas com amigos perdem completamente a graça. Ele passa a sentir a necessidade de aquietar-se, de levar uma vida tranquila e estável com quem ele ama a ponto de desejar formar uma família.

2. Sair da solteirice significa não ter que provar mais nada aos amigos

Boa parcela dos homens solteiros vive tendo que provar aos amigos que pode: conquistar determinada mulher, beber além da conta, ter um carro “envenenado”, ultrapassar os limites de velocidade, bancar o consumo das garotas ou amigos.

Quem consegue ser feliz com esse tipo de cobrança? Ou melhor, o que eles ganham cedendo a essas cobranças? Dor de cabeça? Sua carteira vazia? Uma DST? Ou uma doença no fígado? Certamente, uma vida sem paz!

Assim sendo, ou o homem abandona essa vida, ou vai acabar sucumbindo de alguma maneira.

Advertisement

3. Casar-se significa estar mais longe dos vícios e ter menor probabilidade de morrer de enfarto e mais chances de vencer um câncer de cólon

Estudos indicam que o casamento protege os homens de problemas de dependência química. Nunca ter sido casado ou passar à vida de solteiro está associado ao aumento do consumo de álcool, enquanto que se casar está associado a uma queda no consumo dessa substância.

Outro estudo revelou que homens solteiros têm risco de 58% a 66% maior de sofrer um infarto, em relação aos casados.

Um terceiro estudo mostrou que pacientes casados com câncer de cólon tiveram reduzidos em 14% os riscos de morte, em relação aos solteiros.

4. Os casados vivem mais

The American Journal of Epidemiology divulgou o resultado alarmante de uma pesquisa: dados colhidos nos últimos 60 anos mostram que homens solteiros podem morrer até 17 anos mais cedo do que homens casados.

5. Os casados são mais felizes

Pesquisadores da universidade de Michigan fizeram uma pesquisa com 10 mil pessoas sobre a satisfação com a vida ao longo do tempo. Descobriram que o casamento pode realmente protegê-los de um declínio na felicidade ao longo do tempo.

6. Os casados são mais econômicos

Estudos comprovam que homens solteiros gastam bem mais do que casados e reservam menos dinheiro.

7. Os casados têm relações sexuais seguras e com o propósito correto

Embora muitos solteiros tenham relações sexuais ditas “seguras”, como defensores do sexo marital, não poderíamos deixar de mencionar que somente as relações sexuais entre casais legitimamente casados conduzem à verdadeira felicidade e paz de espírito. Fora do casamento, causa frustração, medo, insegurança, podendo, inclusive, levar a traumas psicológicos.

Como podem ver, sair da solteirice traz muitas vantagens para a vida de um homem. E a maior delas nem precisou ser listada: passar a viver com a mulher amada, dormir e acordar juntinho dela, conversar, aconselhar-se, dar continuação à semente, trazendo filhos ao mundo.

Há quem diga que o casamento é uma instituição falida. A esses eu deixo, para encerrar, as palavras do ator Wagner Moura: “O casamento é uma instituição moderníssima. Hoje, nada mais obriga duas pessoas a estarem juntas, a não ser o amor.”

Toma un momento para compartir …

Erika Strassburger

Erika Strassburger mora no Rio Grande do Sul, tem bacharelado em Administração de Empresas, escreve e traduz artigos para o site Família, é cristã SUD, pintora amadora de telas a óleo e mãe de três lindos guris, o mais velho com Síndrome de Down.