4 sinais de que participar do Facebook já passou dos limites

De acordo com uma enquete quase a metade dos usuários já tiveram algum problema pessoal por causa da rede social.

Stael Ferreira Pedrosa

É uma bênção ter tantos recursos para saber e de alguma forma estar perto de quem amamos. Na última festa de aniversário de meu pai, meu irmão e família que vivem nos Estados Unidos puderam participar e cantar “Parabéns para você” via skype.

Paralelamente a tantas vantagens surgem problemas que afligem as famílias, põem as crianças e jovens em risco e destroem casamentos. Navegar nas redes sociais pode passar a ser mais que um passatempo e prejudicar a vida se não houver limites.

Dentre as redes sociais, a mais utilizada é sem dúvida o Facebook. Usuários costumam passar horas navegando por ali, em detrimento dos estudos, tarefas e tempo de qualidade com familiares, cônjuges e amigos off-line.

Embora o Facebook não seja a raiz de todos os males que acometem as relações interpessoais, o uso de uma grande parcela de usuários pode ser classificado como vício (mesmo que a medicina ainda não aprove tal termo) e fator prejucial à socialização.

Este site lançou uma enquete onde questionou os seus leitores com a seguinte pergunta: “Alguma vez você teve problemas pessoais por causa do Facebook?”.

Advertisement
  • 52,38% dos leitores dizem nunca ter tido quaisquer problemas pessoais por causa da rede social

  • 23,81% afirmam que já tiveram problemas graves por causa do Facebook

  • 23,81% restantes, afirmam que já tiveram problemas com a rede social, mas sem gravidade.

De acordo com a enquete quase a metade dos usuários já tiveram algum problema pessoal por causa da rede social.

Como saber que a sua utilização está passando dos limites?

  1. Checar o Facebook é a primeira e a última coisa que você faz no seu dia

    Advertisement
  2. Você dá uma olhadinha muitas vezes durante o dia

  3. Suas obrigações e trabalho estão sendo prejudicados por seu uso do Facebook

  4. Suas relações estão prejudicadas devido ao tempo excessivo na rede social.

Se sua autoavaliação aponta para uso excessivo, é hora de mudar esse quadro e diminuir os riscos de problemas maiores, como demissão ou mesmo divórcio. Sim, divórcio! Segundo um site inglês que trata de divórcios a rede social Facebook é apontada em quase todas as causas de separação em 2011, e aponta os motivos principais:

1) Mensagens inapropriadas enviadas a pessoas do sexo oposto

2) Casais em crises postando difamações um sobre o outro na rede social

3) Amigos do Facebook relatam o comportamento de um dos cônjuges (a famosa fofoca).

Como contornar esse problema e se livrar do hábito?

Note que o site não é o culpado dos problemas ou do excesso de uso. Cada pessoa pode e deve fazer suas escolhas sobre o tempo que passa ali. O problema é o uso excessivo e os riscos a que se expõe.

Advertisement

1. Avalie-se

Lembre-se de sua vida antes do Facebook ou de qualquer outra rede social. O que você fazia com seu tempo livre? Como era sua produção no trabalho ou escola? Como eram seus relacionamentos? Caso perceba que houve queda na qualidade do seu tempo, aproveitamento e relações é hora de dar um basta.

2. Faça metas

Livrar-se de um hábito é difícil se você não encontra um substituto adequado. Substitua o tempo gasto no Facebook por outra atividade off-line que lhe dê prazer ou que contribua para seu crescimento pessoal e aproximação com as pessoas que ama. Desinstale o Facebook do seu celular ou configure para não receber atualizações.

3. Cuide de sua saúde física e mental

Ficar horas sentado é um problema grave para a saúde. Ficar horas no computador é chamado de “o novo cigarro”, pois os prejuízos à saúde são em alguns casos até piores que os causados pelo cigarro. Em vez disso vá fazer uma caminhada ao ar livre, busque algum contato com a natureza e faça meditação. Seu corpo e mente lhe contarão o resultado.

4. Cuide de suas relações

Encontre os amigos, telefone para alguém, vá visitar seus pais ou avós, converse com seu cônjuge, saiam juntos e passem tempo de qualidade. A vida é muito maior que uma tela.

Leia também: 7 coisas detestáveis que as mulheres precisam parar de fazer no Facebook

Advertisement
Toma un momento para compartir ...

Stael Ferreira Pedrosa

Stael Ferreira Pedrosa é escritora free-lancer, tradutora, desenhista e artesã, ama literatura clássica brasileira e filmes de ficção científica. É mãe de dois filhos que ela considera serem a sua vida.