4 precauções que toda mulher com problemas da tireoide deve ter antes de engravidar

Problemas na tireoide podem afetar mais da metade da população, conforme estudos mais recentes. O diagnóstico é simples e a grande parte dos casos é passível de tratamento. Fique alerta.


Renata Finholdt

Todos ouvimos falar sobre a glândula tireoide, mas poucos são os que sabem sobre sua localização, qual a importância de sua existência e quais problemas ela pode ter.

De forma simples podemos dizer que a glândula tireoide fica na base do pescoço, é uma glândula em formato de borboleta que regula alguns órgãos vitais de nosso organismo. Ela é quem libera os hormônios T3 e T4 tão importantes para o bom funcionamento de todo o corpo.

Alguns problemas que a tireoide pode apresentar são o hipertireoidismo, o hipotireoidismo, além de nódulos. Todos são passíveis de tratamento médico.

Quando uma mulher descobre algum problema de tireoide, antes de planejar uma gravidez, pode tomar algumas precauções.

1. Manter o hipotireoidismo sob controle

O hipotireoidismo (quando a tireoide libera pouca quantidade de hormônios) pode prejudicar uma gravidez, uma vez que ela desregula o ciclo menstrual, diminuindo as chances de ovulação.

Se você já foi diagnosticada com hipotireoidismo, procure um médico especialista (endocrinologista) antes de planejar sua gravidez para que ele possa examinar e prescrever um tratamento adequado a fim de que sua tireoide possa ser mantida sob controle, aumentando assim suas chances de engravidar.

2. Fazer o tratamento de forma rigorosa

Você pode até pensar que por ter feito metade do tratamento indicado pelo endocrinologista já está apta a engravidar. Na verdade, pode até ser que você consiga, mas pode ter consequências desastrosas como comprometimento do desenvolvimento do bebê, aumento do risco de mortalidade fetal, entre outros. Sabendo disso, faça o tratamento indicado da forma correta e sem falhas.

Advertisement

3. Aguardar o tempo indicado de tratamento para então engravidar

Muitos médicos indicam que uma mulher com hipertireoidismo que queira engravidar deva esperar o período mínimo de seis meses após o término de tratamento para tentar uma gravidez. O ideal é conversar com seu médico especialista a fim de que ele possa verificar o seu caso especificamente e lhe dar as orientações corretas.

4. Qualidade de vida

Esse conselho serviria bem a todas as futuras candidatas a mamães. Manter uma qualidade de vida com uma boa alimentação, exercícios regulares, baixo estresse ajuda no tratamento de problemas da tireoide.

Se você nunca fez exames para verificar o funcionamento de sua glândula tireoide marque uma consulta com seu especialista e solicite. Problemas na tireoide podem acontecer em qualquer fase da vida, cuide-se!

Toma un momento para compartir …

Renata Finholdt

Renata Finholdt é formada na área de Recursos Humanos com enfâse em treinamentos.