4 pontos a ponderar ao reatar uma relação

Veja neste artigo qual a melhor decisão a ser tomada em relação ao retorno ou não de um relacionamento que acabou.


Fernanda Ferraz

Seja por qualquer motivo que o relacionamento acabou e agora o cônjuge, noivo ou parceiro deseja reatar, você se sente confusa e até certo ponto temerosa, talvez não tenha certeza se isto será bom para vocês. Então vamos destacar alguns pontos preciosos nessa análise e lhe dar apoio nos aspectos mais importantes, para que você tome uma decisão corajosa sobre o seu próprio destino.

Pontos a ponderar

1. Existe amor?

Uma das primeiras coisas a se perguntar é se você ainda o ama. Se existir amor a probabilidade do empenho de sua parte em fazer dar certo, conta muito. Com amor conseguimos passar por cima do próprio orgulho e tomar decisões mais acertadas, mas também é preciso avaliar se da parte do outro também existe o mesmo sentimento sincero, ou se a pessoa quer reatar com intuito de tirar proveito de algo ou de alguma situação.

2. Vale a pena?

Outro ponto extremamente importante é saber se vale a pena reatar a relação. Sob determinados pontos, você deve perguntar-se.

  • Esse relacionamento me traz segurança?
  • Essa união me dá paz?

  • Quando estamos juntos me sinto mais feliz ou não?

  • Quais são os pontos positivos de se estar na companhia dele?

  • Como é a aceitação de minha família em relação a ele?

    Advertisement
  • Ele aprecia minha companhia ou me destrata diante das pessoas?

  • Sinto-me amada e cuidada?

3. Impõe riscos?

Outro ponto muito importante é saber identificar se essa relação lhe impõe riscos ou não, se essa pessoa respeita suas decisões, se valoriza a pessoa que você é, se é abusivo, ou não… Qualquer relacionamento que traga perigo à saúde física, mental e emocional, não é bom.

4. Resolução de problemas

Como você se sente em relação aos problemas quando estão juntos? Sente que conseguem superar as diferenças? Sente que juntos são pessoas melhores? Como são as brigas? Vocês conseguem aprender juntos?

São esses tipos de avaliações e perguntas que devem ser feitos. Acredito que temos o poder de sermos felizes em nossas próprias “mãos”. Podemos sorrir lindamente para o futuro, seguro de nós, com a certeza de que somos amadas e cuidadas, ou ter a incerteza, a dúvida e padecer por isso.

Dizem que dúvida é sempre algo ruim… Então se não tem certeza de que esse relacionamento lhe fará bem, dê mais um tempo, refresque a mente, talvez a solução mesmo seja se distanciar, obter tempo apenas para orar, refletir e para realizar seus sonhos.

E lembre-se: a decisão final sempre é sua de reatar ou não essa relação.

Toma un momento para compartir …

Fernanda Ferraz

Graduada em RH, acredito que nossa vida têm verdadeiro propósito, sou SUD, sei que toda dor e aflição é uma fonte de virtude e força espiritual, que nos molda e purifica.