22 coisas que todos os cavalheiros têm em comum

Aprenda a ser um "gentleman", um cavalheiro, e agradar sua paquera, sua namorada, noiva ou esposa. Não é difícil: é só ter boa vontade.


Luiz Higino Polito

Sem meias palavras, Augusto Branco, um poeta, vai direto ao ponto: “Homem sem cavalheirismo não é homem, é cavalo“.

Já Vinícius de Moraes é mais sutil, ao mostrar a importância que tem em ser um cavalheiro: “Para viver um grande amor, primeiro é preciso sagrar-se cavalheiro e ser de sua dama por inteiro – seja lá como for.”

Cavalheirismo nunca sai de moda. E as mulheres adoram!

Leia: 7 formas de ensinar filhos homens a serem cavalheiros

Algumas dicas para ser cavalheiro

Na paquera

1. Os homens que pensam que as mulheres gostam de serem chamadas de “gostosas_” ou outras coisas parecidas, por desconhecidos, deviam rever seus conceitos…

Galanteio em situações apropriadas é bem-vindo, como alguém elogiar a beleza do vestido de uma mulher na frente do marido dela, mas assédio na rua não agrada a maioria das mulheres.

Dificilmente algum homem conquistará uma mulher decente assediando-a nas ruas.

Leia: 9 hábitos de um homem cavalheiro que as mulheres adoram

Advertisement

2. Evite “cantadas” manjadas ao tentar conversar com alguma garota ou mulher que lhe interesse. Seja honesto, fale diretamente que gostaria de conversar com ela, e aceite o “não”, se acontecer, como um verdadeiro cavalheiro.

Nenhuma mulher é obrigada a gostar de você, assim como você não é obrigado a gostar de alguém por quem você não sente nenhuma atração!

3. Uma vez que a mulher simpatize com você, não seja vulgar em sua conversa. Não seja inconveniente e nem force nada que ela não queira. Deixe as coisas acontecerem naturalmente.

4. Se a conversa prosperar para uma “ficagem”, mais cuidado ainda: não avance o sinal. Se sua intenção é boa, vá com calma e sem excessos.

No namoro

5. Apesar de parecer fora de moda, é sinal de cavalheirismo pedir para o pai ou a mãe da moça, permissão para namorar com ela.

6. Quando caminhar com sua namorada numa calçada, ela deve ficar sempre no lado de dentro da calçada. E subir no ônibus primeiro, e descer por último – amparada pelo homem.

7. Abrir a porta do carro para a mulher nem sempre é fácil, porque têm carros que só abrem a porta do passageiro, pelo lado de dentro, mas se seu carro permite, abra a porta para ela entrar, antes que você entre no seu carro. Isso é chique demais!

8. Num restaurante, ou mesmo que seja numa sorveteria, puxe a cadeira para ela sentar. Depois você se senta, na frente dela, ou do lado dela, se preferir ficar mais juntinho.

9. Trate bem os parentes dela também, pois isso é pura educação.

10. Mantenha-se nos limites regulamentares ao namorar. Se você tem mesmo boas intenções, trate sua namorada como uma princesa. Isso parece surreal no mundo de hoje, mas existem ainda muitas mulheres decentes e que preferem deixar para a lua de mel as relações sexuais e carícias mais ousadas. Mesmo porque senão só sobrará a lua, porque o mel já terá ido pelo ralo quando vocês se casarem…

No noivado

11. Noiva não é, ainda, esposa. Vale os dizeres do item 10.

12. Use a aliança com orgulho, e não como se fosse um grilhão. Nunca fale pejorativamente a respeito de sua noiva, nem agora, nem depois de casado. E nem permita que outros falem mal dela também.

13. Se as condições permitirem, faça uma festinha de noivado, mesmo simples, com os parentes e amigos mais chegados.

No casamento

14. Sua esposa não é sua propriedade: ela continua sendo a princesa do namoro, e tem seu direito à individualidade e a continuar seus estudos ou carreira. E deve continuar sendo tratada como no namoro, com flores e bombons.

15. Saiba que é crime forçar sua esposa a manter relações se ela não quiser e se ela denunciar você por violência sexual. Seja sempre cavalheiro, mesmo no quarto. Se ela não quiser, seja por qual motivo for, é melhor você segurar a onda.

16. Ajude sua esposa com as tarefas domésticas e com os filhos, se os tiverem. Isso aumentará muito a boa vontade dela em relação a você.

17. Esteja sempre disposto a ouvir, com atenção, o que sua esposa tem a lhe falar.

18. Respeite as coisas que ela gosta de assistir na TV, assim como você quer que ela respeite o fato de você ver pela centésima vez o gol do seu time preferido, do último clássico decisivo do campeonato.

19. Se você ainda está lendo esta lista até aqui, parabéns! Você está mesmo disposto a ser um cavalheiro gentil e atencioso. Você verá que valerá a pena! Só não esqueça de que não deve ser delicado demais, para não assustar a sua namorada, noiva ou esposa…Tudo que é exagerado, não é bom.

20. Faça o possível para o seu casamento ser um sucesso e seu lar um lugar de alegria, prazer e descanso.

Mas tem coisas que fogem ao nosso controle, e se acontecer o pior, aí o seu cavalheirismo será mesmo posto à prova.

Leia: Aprendendo a ser um marido mais gentil e dedicado

Na separação

21. Mantenha a calma, não apele, não faça ameaças, fique na sua, e espere. Muitas vezes as coisas voltam ao normal. Muitos casais às vezes se separam por alguns dias ou mesmo semanas, e depois reatam e tudo volta a ser igual ou até melhor do que era antes da separação.

22. Se, apesar de tudo, a separação for definitiva, só resta aceitar, fazer as coisas que deve fazer, pagar a pensão corretamente, e partir para outra.

Muita gente é feliz num segundo casamento. O divórcio, hoje em dia, não é o fim do mundo. Você poderá ser feliz novamente.

Se você conseguir cumprir esses 22 passos, você será muito admirado, amado e respeitado não só pelas mulheres, mas também admirado por todos os homens de bem.

Pois cavalheirismo costuma “derreter” qualquer mulher…

Toma un momento para compartir …

Luiz Higino Polito

Casado, pai de três filhos e avô de quatro netos, estudei oratória e didática. Gosto muito de escrever. Profissionalmente, sou músico e tenho um Sebo Virtual, onde vivo com minha esposa e cercado de livros!