10 passos para melhorar seu próprio temperamento

Definir pontos positivos e negativos no próprio temperamento é essencial para evoluir, construir bons relacionamentos e sentir maior satisfação na vida.


Suely Buriasco

Conforme designa o dicionário Aulete, temperamento é um “Conjunto de traços que determinam o modo de ser, agir e reagir de uma pessoa“. Essa combinação diferencia e torna cada ser humano único. Mas é importante observar que sempre será possível melhorar o temperamento no sentido de ter uma vida mais plena e feliz.

Assim, esqueça o ditado “Eu nasci assim, vou morrer assim” e observe as seguintes sugestões para mudar seu padrão de comportamento:

1- Conheça o seu temperamento

Faça uma autoanálise focada em entender a sua natureza emocional. Um caminho é questionar o que lhe afeta e quais as razões disso. Por exemplo: o que lhe deixa nervoso, ou melancólico, ou que de alguma forma o desequilibre emocionalmente.

2- Observe a sua predisposição

No sentido de entender um pouco mais sobre suas reações conheça os temperamentos e como eles funcionam. Determine aquele ou aqueles em que você se identifica mais. Analise qual o tipo de comportamento que mais o tem incomodado e foque naqueles que interferem negativamente em seus relacionamentos e provocam prejuízos de qualquer ordem em sua vida.

3- Não refute as críticas

Antes de contestar uma censura que lhe é imputada, analise se não existe nenhum fundo de verdade nela. Isso pode ajudar você no processo de identificação de comportamentos inadequados que podem estar passando despercebidos.

4- Aprenda a controlar suas emoções

Se você já identificou o tipo de emoção que provoca um comportamento inadequado, aja de forma a controlar seus impulsos antes que eles se exteriorizem.

5- Escolha seus pensamentos

Isso mesmo. Todos somos capazes de escolher no que queremos pensar. Nossas ações se iniciam no pensamento, assim não cultue pensamentos que alimentem o comportamento que você deseja mudar.

Advertisement

6- Tente se colocar no lugar do outro

Esse é um exercício muito interessante. Pense no que você sentiria se alguém agisse com você da mesma forma que você tem agido. Não gostou? Então escolha agir diferente.

7- Dê ênfase aos aspectos positivos

Suas qualidades também fazem parte de seu temperamento, não as ofusque. Quanto mais você se sentir bem com o que faz, mas terá vontade de melhorar.

8- Cultive o bom humor

Não há temperamento difícil que resista a uma boa dose de bom humor. Seja mais otimista e veja a vida de forma mais leve. Não se prenda às pedras, opte por observar a beleza do caminho.

9- Aceitando limitações

Algumas tendências de temperamento estão muito arraigadas e podem ser muito difíceis de mudar. É o caso dos temperamentos agressivos, por exemplo, então é fundamental reconhecer os próprios limites e se dispor a buscar ajuda profissional.

10- Enfrente e supere seus pontos fracos

No processo de conhecimento do próprio temperamento é essencial ser verdadeiro consigo mesmo. Transferir responsabilidades não fará de você uma pessoa melhor e mais agradável para si mesmo e para os outros.

Todas as pessoas podem e devem mudar, buscando evoluir o próprio comportamento para viver de maneira mais saudável e feliz. Lembrando o pensamento de Immanuel Kant: “Toda reforma interior e toda mudança para melhor dependem exclusivamente da aplicação do nosso próprio esforço”.

Toma un momento para compartir …

Suely Buriasco

Mediadora de Conflitos, educadora com MBA em Gestão Estratégica de Pessoas, apresentadora do programa Deixa Disso com dicas de relacionamentos. Dois livros publicados: “Uma fênix em Praga” e “Mediando Conflitos no Relacionamento a Dois”.