10 dicas para lidar com um marido ciumento

O ciúme de seu marido está lhe tirando do sério? Veja o que fazer para amenizar a situação:


Erika Strassburger

Embora não tenhamos a capacidade de adentrar o cérebro de um marido enciumado e provocar um curto circuito na região responsável pelo ciúme, podemos fazer muitas coisas para abrandar esse sentimento. A mulher sábia fará coisas como:

1. Evitar ficar a sós com outros homens

Evitar ficar a sós com alguém do sexo oposto é um conselho de ouro para qualquer pessoa casada – homem ou mulher, quer tenha ou não um cônjuge ciumento.

Evite dar carona ou aceitar carona de um homem quando estiver sozinha. Evite ficar de conversinhas e risadinhas pelos cantos. Se você visse seu marido fazendo isso com outra mulher, você ficaria tanto quanto enciumada, ou ainda mais.

2. Cortar contato com homens atrevidos

Se aquele seu colega de trabalho ou amigo fica se insinuando, falando gracinhas, seja franca e direta: “Ou você para com isso, ou não converso mais com você!”.

Se há marmanjo lhe passando cantadas ou fazendo comentários ambíguos nas suas postagens no Facebook, exclua-o! Corte o mal pela raiz!

Leia: 13 sinais de alerta para um casamento prestes a ruir

3. Declarar seu amor a ele diariamente

Um marido ciumento precisa saber que a sua mulher ainda o ama. Declarar seu amor diariamente irá amenizar a sua insegurança.

Advertisement

4. Elogiar, ressaltar o que ele tem de melhor

O ciúme dele pode ser motivado por um sentimento de inadequação. Ele pode se sentir feio demais para você, ou não tão inteligente, ou não tão bem-sucedido profissionalmente. O importante é ele saber que tem qualidades que você admira, caso contrário, você não teria se casado com ele. Por isso, faça elogios diários e específicos.

5. Fazer elogios e declarar-se na frente dos amigos

Além dos elogios particulares, elogie-o publicamente, especialmente na frente dos amigos dele. Gabe-se dele às suas amigas, especialmente quando ele estiver por perto para escutar. Diga coisas como “Nossa, eu amo esse homem!”, “O churrasco do meu marido é o melhor!”, “Ele é um pai incrível”, “Sou muito feliz ao lado dele!”.

6. Evitar roupas sexys

Seu objetivo deve ser o de não atrair os olhares cobiçosos de outros homens. Por isso, deixe as roupas sexys para usar quando estiverem a sós.

Leia: 7 razões para se vestir com recato

7. Não flertar com outros homens

Isso, na minha concepção, é um bom motivo para deixar o marido não só enciumado, mas sentindo-se traído.

8. Não dar margens para desconfiança

Seja clara nas coisas que fizer e disser. Não minta para seu marido, não esconda coisas dele. O casamento é um relacionamento de confiança. Se você não fizer a sua parte, não poderá exigir que ele faça a dele.

9. Colocar-se no lugar dele

Acredito ser essa a melhor maneira de medir nosso comportamento. O que não queremos que nos façam, não devemos fazer ao outro, ainda mais àquele com quem temos uma relação tão estreita como o marido. Então, em vez de queixar-se do seu ciúme, comece avaliando frequentemente suas atitudes.

10. Buscar ajuda profissional

Os ciuminhos são comuns, mas há casos – e não são poucos – em que o homem ciumento vê coisas onde não há, ou fica com a autoestima muito abalada, ou chega a usar de agressividade. Nesses e em outros casos é imperativo buscar ajuda psicológica. Não permita que o inferno da opressão e da possessividade se instale em seu lar. Você não precisa e não deve aceitar isso.

As dicas acima são para as mulheres que querem dar sua contribuição para manter a harmonia e felicidade conjugal. Aliás, um casamento só é feliz quando ambos fazem a sua parte. Qualquer esforço unilateral não terá os resultados desejados.

Converse constantemente com seu marido. Conte-lhe como você se sente em relação ao seu comportamento. O diálogo é uma ferramenta poderosa para desfazer mal-entendidos, para derrubar barreiras e solucionar a maioria dos problemas.

Advertisement

Leia também: 21 dicas infalíveis para descomplicar uma relação amorosa

Toma un momento para compartir …

Erika Strassburger

Erika Strassburger mora no Rio Grande do Sul, tem bacharelado em Administração de Empresas, escreve e traduz artigos para o site Família, é cristã SUD, pintora amadora de telas a óleo e mãe de três lindos guris, o mais velho com Síndrome de Down.