10 comportamentos destrutivos que estão fragilizando seu casamento

ATENTE para 10 comportamentos destrutivos que podem acabar com seu casamento e corrija-os o mais rápido possível.


Suely Buriasco

Em todos os momentos temos a oportunidade de desenvolver nosso potencial aprendendo e refletindo sobre situações, pessoas e acontecimentos. O problema é que, infelizmente, muitas vezes deixamos essas oportunidades passar, desperdiçamos muito tempo e continuamos inseguros diante da vida.

Para aqueles que se comprazem com essa situação e não desejam a satisfação de assumir os desafios do casamento, vale seguir as dicas abaixo:

1- Não busque aprimorar-se

Quanto mais obscuro melhor, afinal quando se sai da ignorância a tendência é querer ser e fazer cada vez melhor. Isso pode ser fatal para a insegurança da relação.

2- Coloque-se sempre no papel de vítima

A vitimização é um escudo importante para quem não quer assumir suas responsabilidades na vida. Assim seu cônjuge o considerará uma pessoa digna de pena.

3- Veja ameaças em tudo

Desconfie se as coisas vão bem no seu casamento e se vão mal, desconfie também. Acredite: a ameaça pode vir de qualquer lugar e surge quando você menos espera.

4- Fomente fragilidade

Você não pode ser o único inseguro nessa relação, não é mesmo? Então provoque a insegurança de seu cônjuge. Use de criatividade: dê indiretas, faça um comentário aparentemente casual, uma informação desencontrada, incentive a fragilidade dele.

5- Seja dependente

Nada pior para dar segurança a um casamento do que a independência, então fuja dela. Melhor é acomodar-se tanto materialmente, como emocionalmente e esperar que o cônjuge resolva tudo.

Advertisement

6- Alimente a sua baixa autoestima

Se você estiver bem tanto fisicamente como espiritualmente não vai conseguir manter a confusão no relacionamento. Autoestima é estigma de pessoas bem resolvidas que entendem que casamento é construção diária.

7- Morra de ciúmes

Ingrediente fundamental para a insegurança no casamento, o ciúme é responsável por brigas e intolerâncias importante para que a relação se mantenha assim.

8- Não desgrude

Nada como ligar a toda hora e ficar “no pé” para manter a insegurança no casamento, então melhor mesmo é não desgrudar e sufocar o cônjuge com presença, perguntas, mensagens…

9- Confiar jamais

Tentar controlar tudo num relacionamento é importante para fragilizá-lo cada vez mais. Confiar é o melhor caminho para frustração, não é isso que dizem por ai? Arriscar para quê? Confiar é para casamentos maduros e não é isso que você quer, certo?

10- Seja negativo

Pessimismo ajuda muito a conservar sua insegurança e deixar você inoperante na vida; isso é fundamental para manter uma relação debilitada. A pessoa negativa está sempre de mau humor e transforma qualquer momento em infrutíferas lamentações.

Parece brincadeira, mas não é! Muitas pessoas vivem boicotando a sua felicidade no casamento por não perceber que a origem dos sofrimentos está em suas próprias ações. Agem de forma a transformar a vida a dois em grande desencontro e provocam grande sofrimento para si mesmo e o cônjuge.

Caso você tenha se identificado nos itens acima e deseje mudar isso, não tarde a tomar a decisão e experimente 10 dicas para renovar seu casamento. A vida pode ser muito mais fácil, quando entendemos que é possível descomplicar e manter a paz e a harmonia em nossas relações.

Toma un momento para compartir …

Suely Buriasco

Mediadora de Conflitos, educadora com MBA em Gestão Estratégica de Pessoas, apresentadora do programa Deixa Disso com dicas de relacionamentos. Dois livros publicados: “Uma fênix em Praga” e “Mediando Conflitos no Relacionamento a Dois”.