Como melhorar o diálogo entre pais e filhos adolescentes

A adolescência não precisa e não deve ser um momento complicado na relação pais e filhos.

854 views   |   16 shares
  • Quando as gerações entram em choque a comunicação é bloqueada. Essa falta de entendimento afasta pais e filhos e traz grande prejuízo para a relação familiar. Todas as dificuldades são consequências da inflexibilidade de pais e filhos que, dessa forma, não admitem considerar as razões do outro.

  • A melhor forma de aproximação é a compreensão; uma boa dica é abandonar os conceitos pré-estabelecidos e tomar uma postura atenciosa. Buscar compreender comportamentos que, mesmo não parecendo adequados, não são, necessariamente, uma forma de agressão.

  • Uma vez pedi para um adolescente fazer uma frase que representasse os seus sentimentos e ele fez uma pergunta: "O quanto eu preciso mudar para ser mais aceito?". Isso mostra o quanto a vida pode parecer desestimulante para um jovem que se sente rejeitado. Os adolescentes precisam de nosso apoio e de disciplina na medida certa, muitas cobranças podem confundi-los.

  • As dificuldades da comunicação para o jovem

  • O grande obstáculo é achar que os pais não o entende e, ao invés de se esforçar em ser mais claro, desiste. Então, o adolescente se isola e não compartilha quase nada com os pais. O bloqueio está feito, o adolescente se cala e sequer ouve o que os pais falam. Essa perda de interesse pelo diálogo com os pais é, no mínimo, preocupante.

  • As dificuldades dos pais

  • A grande dificuldade é aceitar que os filhos cresceram e que precisam ser ouvidos e considerados, mesmo não concordando com eles. Muitos pais chamam os filhos para o diálogo, mas transformam esse momento de interação em um monólogo enfadonho; ao invés de conversar com os filhos pregam um sermão. Isso provoca maior afastamento e dificulta sobremaneira a esperada aproximação com os filhos.

  • A importância do diálogo

  • A melhor forma de entendimento é o diálogo, por isso é tão importante para uma relação sadia. Pelo diálogo franco os pais falam de suas preocupações e sentimentos, esclarecem e cobram normas, desenvolvendo verdadeira autoridade em relação aos filhos. Também é pelo diálogo que os filhos podem se explicar, falar de suas necessidades e até conseguir algumas concessões. O diálogo representa a compreensão. Através do diálogo, pais e filhos se conhecem melhor.

  • Advertisement
  • Nessa matéria do site Oficina de psicologia, Fátima Ferro afirma que: "É fundamental ter disponibilidade para estar junto da criança permitindo que ela compartilhe emoções e comportamentos, sem julgar e acusar, apenas conversando com ela".

  • A importância de saber abordar

  • Primeiro é preciso organizar os próprios pensamentos, refletindo sobre as razões que o levam a ter uma concepção diferente. Assim que estiver realmente certo de como demonstrar com clareza sua opinião, a próxima estratégia é encontrar o momento propício para um clima de entendimento. O interessante é buscar um elo de conexão, começando por um assunto de interesse em comum e então expor suas razões e ouvir também. É importante que essa abordagem seja feita de forma amigável e com muito respeito, isso fará com que pais e filhos se tornem mais receptíveis.

  • A busca do entendimento

  • O adolescente tem a tendência natural de não querer escutar a opinião dos adultos e escapar com evasivas, principalmente a dos pais. Não querendo abrir mão de sua própria maneira de agir, preferem o isolamento que, nesse caso, corresponde à fuga. Pensamentos do tipo "ninguém me entende", também representam uma forma inconsciente de escapar das influencias paternas. Por mais que possa parecer o contrário a busca de pais e filhos é, quase sempre, pela aproximação.

  • Uma reflexão importante nesse sentido é a de que a comunicação não precisa se transformar num beco sem saída; sempre é possível achar novas alternativas de criar o entendimento.

Quer histórias inspiradoras e edificantes na sua caixa de entrada?

Nos ajude a divulgar a mensagem...

Mediadora de Conflitos, educadora com MBA em Gestão Estratégica de Pessoas, apresentadora do programa Deixa Disso com dicas de relacionamentos. Dois livros publicados: “Uma fênix em Praga” e “Mediando Conflitos no Relacionamento a Dois”.

Website: https://www.youtube.com/user/SuelyBuriasco

Como melhorar o diálogo entre pais e filhos adolescentes

A adolescência não precisa e não deve ser um momento complicado na relação pais e filhos.
Advertisement
Compartilhe conosco sua opinião
 

Agradecemos você ter se inscrito em nossa lista de e-mails. Por favor, aproveite os últimos artigos.

tumblr